Bloukrans Bridge – África do Sul

Saltar de Bungy Jump sempre foi um sonho e agora que eu estava de frente ao maior Bungy Jump de ponte do mundo eu não ia perder a oportunidade de viver esta experiência. Loucura? Aventura? sei lá como chamar isso, só sei que é intenso e inesquecível.

INFORMAÇÕES DE: Setembro de 2017.

ROTEIRO PARA: 1/2 dia.

TIPO DE VIAGEM:  Mochilão de Férias África do Sul e Namíbia – Parte IX.

HOSPEDAGEM: Afrovibe Adventure Lodge – Em Sedgefield (De: R$ 38,00 – Quarto misto de 12 pessoas a R$ 144,00 – Quarto Duplo).

Passei na atração Face Adrenalin na ida de Jeffreys Bay para Sedgefield, onde fica o hostel acima, que por sinal é ótimo. De frente a uma bela praia, com agência oferecendo passeios e um ótimo restaurante, além de ser limpo e ter uma ótima equipe e bons quartos – fiquei em um quarto duplo sozinho, com banheiro privado – Estava incluso no Tour que fechei com a Afroventures (Contatos fim do post).

Precisando escolher um lugar para ficar? Consulte e reserve sua estadia pelo BOOKING.COM nos atalhos do blog, estas reservas viram pequenas comissão, VOCÊ NÃO PAGARÁ NADA A MAIS POR ISSO, e estará ajudando o Blog a se manter no ar, monetizando nosso trabalho e rendendo ótimas dicas para você.

SOBRE A BLOUKRANS BRIDGE

O Bungy Jump da Bloukrans Bridge está na área do Tsitsikamma National Park. Essa famosa ponte em formato de arco fica na Garden Route sobre o vale do rio Bloukrans e possui 216 metros de altura, sendo reconhecida por possuir o “bungy mais alto de uma ponte” no mundo. O Bloukrans Bungy usa a tecnologia de bungy pendular para garantir o melhor e mais confortável bungy jump possível. Jumpers são protegidos em um arnês de corpo inteiro combinado com uma conexão de tornozelo.

O Bloukrans Bridge conta ainda com uma série de recordes mundiais. Em 2003, Bloukrans bungy foi reconhecido como o salto comercial mais alto do mundo (hoje o mais alto está na Nova Zelândia). Em 2008, fez parte de dois recordes mundiais: Veronica Dean realizou 19 saltos em uma hora e Bill Boshoff realizou 101 saltos em um período de 24 horas, recorde que foi posteriormente quebrado por Scott Huntley com 107 saltos no período de 24 horas. 1- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Como chegar?

A Bloukrans River Bridge, fica as margens da N2 Highway, sendo parte da Rota do Jardim (Garden Route), parada fácil até mesmo para aqueles que não desejam saltar e querem somente conhecer o lugar.

Em relação as principais cidades a distância é:

  • Jeffreys Bay: 125 km – 1h 15min
  • Plettenberg: 38,6 km – 30 min.
  • Cape Town: 561 km – 6h20min

Este lugar é uma ótima combinação com o Tsitsikamma National Park, pois fica a menos de meia hora da portaria do parque, no sentido Cape Town, sendo caminho para quem inicia a rota do Jardim, por esta região.

 Mapa da Localização.

Quando ir?

O Bungy Jump está aberto o ano todo, só sendo fechado de acordo com condições climáticas que possam atrapalhar na segurança dos jumpers e da equipe.

Durante os meses de julho, setembro e janeiro, que costuma ser a alta temporada é recomendado fazer a reserva antecipada pelo site da empresa, para não correr o risco de chegar para pular e não ter mais disponibilidade.

Lembrando que quem comprar pela internet tem que chegar no local com pelo menos uma hora de antecedência, a fim de preparar os equipamentos, e passar por todo procedimento necessário.

Segurança

O salto é super seguro, o Face Adrenalin não tem registros de acidentes.

Antes de saltar são passadas todas as instruções, só segui-las que nada acontecerá.

No momento do salto, pegue impulso e se jogue o mais longe possível, está é a orientação principal, e que eu não consegui seguir…rs, mas siga, ok?

Viajar sem um seguro viagem é loucura, portanto nunca faça isso!

Seguros viagens não cobrem este tipo de esporte. Nenhum que pesquisei cobria. Independente disso, aproveite, faça sua cotação e reserve seu Seguro Viagem com a parceira do Quero Mochilar.

Cotação: Seguro viagem.

Fechando seguro viagem pelo link do site, você pode ganhar um Diário de Bordo do Quero Mochilar – Saiba mais.

ROTEIRO

Horário de funcionamento: Diariamente das 9h00 às 17h00.

Valor: R 950 ( R$ 285,00 ) – Caso queira fazer outro salto, o próximo pode ficar até 75% mais barato.

Dica: O melhor é fazer a reserva antecipada pelo site da Face Adrenalin. Pode até sair mais barato em algumas ocasiões.

Sobre o Bloukrans Bridge…

Cheguei na Bloukrans Bridge já era umas 13h00, a ansiedade era enorme, e não tinha nada reservado. Por isso corri para a recepção para pegar a próxima turma.

O lugar do salto tem uma ótima infra estrutura, que conta com: restaurante, banheiros, áreas de repouso e ainda um mirante para o vale onde acontece os saltos. Recomendo conhecer tudo depois de já ter comprado seu pulo, para não perder a próxima saída.

Eu adquiri meu ingresso na mesma hora, não era temporada e foi tranquilo.

2- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Recepção: Onde compramos nossos ingressos.

2.1- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Já com alguns dos equipamentos só esperando a chamada para a ponte.

Como funciona o Salto?

Os agendamentos são para até 20 pessoas por turma, e cada turma parte para a ponte de hora em hora.

Assim que efetivar o pagamento e preencher o formulário se responsabilizando pela sua morte (rs), você vai para a preparação.

Na preparação eles fazem a sua pesagem e marcam as informações na sua mão. Esta pesagem servirá para agilizar o processo e definir a corda ideal para o seu salto de acordo com seu peso. Por isso mesmo,  não é possível escolher a ordem dos saltos, que vai de acordo com a ordem dos pesos da turma.

 4.2.1- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Meu peso e corda.

Neste quiosque da pesagem já vestimos também o equipamento que envolve as pernas, a cintura e os ombros. Tudo pronto seguimos para a ponte.

Antes de entrarmos na ponte há uma parada onde recebemos as principais orientações para o salto.

Uma delas é: Ao saltar, pegue impulso e se jogue o mais longe possível. Evite pular reto (foi o que fiz).

Poderia dizer que fiz assim só para ilustrar para o Blog o jeito errado pra vocês não fazerem, ou que fiz do jeito mais perigoso por que sou corajoso, mas a verdade é que sou atrapalhado mesmo….kkkkk.

Vamos lá…

Tinha pensado comigo que não olharia para baixo até saltar, mas é impossível. A passarela que vamos para a ponte é de um piso vazado, onde vamos vendo tudo lá embaixo. E nesta hora que a tensão começa a aumentar e o coração a vir para boca. Se for desistir, será nesse momento, aposto!!

Vídeo: Passarela.

Quando estamos na área do pulo, recebemos mais instruções rápidas e é passada a ordem dos saltos.

4- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Área do Salto. Observe o monitor ali em cima onde você pode assistir quem saltou.

4.2- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Equipe que saltou!

A equipe do Face Adrenalin é super profissional e passa muita segurança. Antes do salto estamos escutando músicas animadas e altas, e é criado um clima maneiro que ajuda a relaxar e pegar coragem.

Em meio a músicas e brincadeiras, lá foi a primeira pessoa, e ela era minha amiga – Luana.

Que saltou calma, pulou certinho como se estivesse em um piscina, e foi um lindo e corajoso salto (pena que não tenho foto). Eu vendo fiquei super nervoso, não parava de rir, mas era medo eu acho…rs. Enquanto a pessoa está lá embaixo, nos podemos ver tudo pelo monitor. Tente filmar o monitor, se não vai comprar o vídeo.

Um por um foi indo, até a minha vez: Fui o último!

É um processo de produção o pulo, enquanto um salta a equipe prepara o próximo. Jumper resgatado, pula o próximo.

Chegou minha hora…

Antes de saltar o coração vem na boca e bate forte, muita tensão.

Você fica sentado em um banco ao lado da plataforma enquanto amarram a proteção da corda envolta nas pernas e pés.

4.3- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Preparação.

4.4- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Amarração principal. Até aqui fui com as minhas botas Ecosafety.

Tudo pronto, vão levar você lá para beirada (juro escrevendo este momento meu coração bateu mais forte só de lembrar… revivi). Agora você não anda mais e dois caras da equipe envolvem seus braços no pescoço deles e você vai saltando até a beirada da plataforma.

 4.5- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Quase…

Seus pés ficam metade para fora e metade para dentro, você tem que flexionar o joelho e saltar!

E agora: Como não olhar para baixo??? E quando você olha, você se borra todo…rs.

Outra: Como pegar impulso assim??

Flexionei os joelhos e só escutei em inglês: 3, 2, 1 … Três segundos eternos, que passou pela minha cabeça incontáveis coisas: pula logo, flexiona, vai agora, espera… preciso de mais um tempo….

Mas depois do One (1), seu pé já meio para fora, eles dão um leve empurrãozinho no braço, e eu fui, sem nem mesmo perceber muito bem que estava indo.. meio que desequilibrei…rs. Com as pernas dobradas tremendo na tentativa de flexionar para pular, fui reto, do jeito errado, por isso digo que cai do Bungy, não saltei, e foi um Bungy Falling (Queda de Bungy Jump).

5- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Oh dó de mim, com as pernas flexionadas….kkkkk Juro que ia saltar.

5.1- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Lá fui eu…

5.2- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Abri os braços só agora…kkkkk.

O “trem” é alucinante! Pelo tempo ligado da Gopro a duração da queda a ser resgatado são apenas 4 minutos e meio, mas a sensação é de uns 15.

A queda é super rápida, coisa de um minuto e a melhor hora para mim é o primeiro “tranco”, quando a corda te puxa de volta…. loucura!!! Dá pra ver certinho na minha filmagem da GoPro.

Conforme vamos caindo, a música some, e a única coisa que escutamos é o vento e nosso berro…rs. Aos poucos a sensação de medo é tomada por uma descarga de adrenalina incrível, sério, penso que fiquei com aquela adrenalina toda mais de um dia no corpo.

Vídeo: Trechos do vídeo que comprei e das imagens que captei com a minha Gopro.

Vídeo: Vídeo comprado Original da Equipe do Face Adrenalin.

Quando finalmente para, para mim é o pior momento, pois ficamos pendurados olhando aquele monte de pedra, árvore e água lá embaixo, e só torcendo para ser resgatado logo. A sensação de que suas pernas vão escorregar do equipamento e que você vai cair não sai da mente.

O alívio só chega quando do nada esbarra comigo o instrutor, que desce em um cabo com uma cadeirinha. Já grudei nele. Na hora que ele chegou assustei, e se não fosse a cordinha bem amarrada minha GoPro tinha ido abismo abaixo…rs.

O cara vai conversando com você o tempo todo, para te tranquilizar e distrair. Agora vamos subindo como em um Rapel até a ponte, pelo lado oposto do salto. 5.3- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: O funcionário me distraindo com um bate papo.

Quando chegamos e nos sentimos seguro é uma alegria enorme!!

5.4- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Pura adrenalina…rs.

7- Bungy Jump África do Sul Quero Mochilar

Foto: Luana, super serena chegando.

Ufa, deu tudo certo, estamos sãos e salvos e muito orgulhosos da nossa coragem.

Hora de comprar o vídeo…

Na hora de comprar o vídeo, para você decidir eles passam ele na TV, e como todo brasileiro tem a malandragem na alma, vai uma dica. Se não for comprar, filme a TV…(rs). Eu acabei comprando, pois queria uma boa filmagem para o Blog e uma lembrança daquele momento tão doido.

Pechinchamos bastante para comprar, mas não funcionou, a única coisa que levamos foi o certificado de brinde.

Foi isso! Essa foi uma das sensações e experiências mais incríveis que já tive na vida. Realmente inesquecível, que recomendo fortemente superar seu medo e sentir o que realmente é a adrenalina.

Quem vai para Africa do Sul não pode deixar de pular desse Bungy Jump!

Daqui, segui rumo a Sedgefield, uma das cidades da Garden Route, de onde continuo este relato.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

  • Salto: R 950 – (R$ 285 )
  • Filmagem Oficial: R 300 – (R$ 90,00)
  • Fotos Oficiais: R 200 – (R$ 60,00 )
  • Combo (Fotos + Vídeo): R 400 – (R$ 120,00)
  • Certificado Oficial: R 10 (R$ 3,00)

Dica:

– Pode-se comprar um pedaço da corda que é utilizada no Bungy Jump como souvenir: R 40 – ( R$ 12,00 ) isso é uma forma de gorjeta para os funcionários.

Orçamento da minha viagem de 20 dias para África do Sul e Namíbia: R$ 706 / dia / para 20 dias – Incluindo tudo ( De passagem aérea a lembrancinha). Mais detalhes no post de Soweto.

LIÇÕES APRENDIDAS:

  1. Existe a possibilidade de se hospedar em acomodações junto ao Bungy Jump.
  2. Para quem não tem coragem, é possível também pagar para fazer apenas o passeio na ponte. E se chegar lá e mudar de ideia é possível também saltar… rs.
  3. Você pode pular com a sua GoPro – Só comunicar a equipe que eles irão amarrá-la no seu pulso para você. Havia lido sobre taxa de filmagem, eu pedi para pular com a GoPro de lá da ponte e ninguém me cobrou, ou pediu nada.
  4. As fotos e vídeos são entregues em um Pen Drive e podem ser compradas juntas ou separadas – Pechinche para ganhar na compra das duas o certificado. Diminuir o preço eles não diminuem.
  5. Para ajudar a decidir: Existem várias câmeras que filmam toda a movimentação e os saltos, e tudo é transmitido ao vivo nos telões na própria ponte e no restaurante.
  6. Quando forem mostrar seu video na tela da TV, filme a tela se não for comprar a filmagem.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS.

Fuso Horário: + 5h (Brasília).

Língua

A África do Sul tem 11 línguas oficiais e ainda reconhece outras oito línguas não oficiais como “línguas nacionais”.

Das línguas oficiais, duas são línguas indo-europeias— inglês e africâner— enquanto as outras nove são línguas da família bantu (no interior da África o maior filo, Níger-Congo).

O zulu, por exemplo, é o principal idioma da costa leste, enquanto o africâner domina o lado oeste.

O inglês, por sua vez, é muito comum, sendo o principal meio de comunicação entre estrangeiros e locais.

Moeda

O Rand é a moeda oficial e corrente atualmente na África do Sul.

Moeda Africa do Sul

Códigos: ZAR, também grafado R.

  • R 1  = R$ 2,85
  • R$ 1,00 = R 0,35

* Este foi o valor que paguei, que acabou saindo um pouco mais caro por ter solicitado a moeda na minha cidade – Montes Claros – MG.

Cotação atual: Clique aqui.

Vistos e Vacinas

Brasileiros não precisam de visto para entrar e permanecer na África do Sul por até 90 dias.

Cuidar para que seu passaporte esteja com a validade de, pelo menos, um mês depois da data prevista para o retorno.

Também é exigido o Certificado Internacional de Vacinação (CIVP) contra a febre amarela . Sem ele, você pode ser impedido de entrar no país.

Tomada

Tomada Africa do Sul quero Mochilar

A tomada de três furos redondos do lado esquerdo da foto é a oficial do país.

Nem meu adaptador universal servia nela. A maioria dos hostel que fiquei no país tinha como na foto ao lado, a opção de algumas tomadas com outra entrada.

Voltagem: 220 V.

A VIAGEM CONTINUA…

Relato Anterior: Tsitsikamma National Park. 

Próximo Relato: Sedgefield – África do Sul.

Primeiro Relato da viagem: Soweto – África do Sul.

YOUTUBE: Conheça nosso próximo destino – O mais belo por do sol da Rota do Jardim – Sedgefield.

 

RESUMÃO QUERO MOCHILAR EM PDFResumão_QM_BungyJump

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

QUEM PODE TE AJUDAR?

Email: bookings@afroventures.co.za

Phone: +27(0) 60 630 2633

A Afroventures é uma empresa de Porto Elizabeth. Fiz dois dias de safári e fui até Cape Town descendo a Garden Route com eles. Excelente empresa com excelentes profissionais, isso posso dizer sem medo de errar. Além da programação que foi top.

Vai viajar? Planeje toda sua viagem com o Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS – PASSAGENS AÉREAS – RESERVAS

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »