Buenos Aires – Argentina

INFORMAÇÕES DE: Fevereiro 2015

ROTEIRO PARA: 4 dias

TIPO DE VIAGEM: Feriado prolongado.

HOSPEDAGEM: Gran Hotel Orly, barato e bem localizado, mas o carpete é sujo e cheira mofo. O café da manhã é ruim.

SOBRE BUENOS AIRES

Buenos Aires é a capital e maior cidade da Argentina, é também a segunda maior área metropolitana da América do Sul, com 13 MM de habitantes.

Confesso que subestimei BsAs e que por isso levei um tempo pra conhecê-la,  mas a capital dos nossos “hermanos” superou as minhas expectativas e foi uma bela surpresa.
Com uma bela arquitetura, avenidas largas, muita área verde e história, Buenos Aires é uma cidade belíssima e com muita coisa pra se fazer e conhecer, além de ter uma culinária especial, com seus suculentos bifes de chorizo e pra mim o melhor doce de leite do mundo (desculpe minha querida MG… rs).

O som do tango por todos os lugares da um charme especial e deixa a cidade ainda mais romântica e especial e esta sintonia esta em todos os lugares.Uma capital tão pertinho e acessível que dá até pra repetir a dose fácil , fácil.

Desta vez fui numa experiência diferente, nada de mochila nas costa e grande tempo viajando, fui com o Hotel Urbano, pois achei uma promoção de passagem aérea + Estadia + City tour para o feriado de carnaval que estava mais barata que comprar só a passagem de ida e volta, e quer saber além de barato valeu muito a pena, pois o Hotel urbano não é excursão e te deixar totalmente independente para fazer o que quiser, do jeito que gosto.

ROTEIROS

Dia 01: Buenos Aires – BsAs.

Parti as 21 h de São Paulo e cheguei uma meia noite em BsAs. Voei pela empresa turca Turkish Arlines, que achei excelente. Como fui para Argentina pelo hotel urbano tinha translado até o hotel e durante este próprio translado foram oferecidos passeios e até trocaram dinheiro por um cambio bom. Neste dia como cheguei tarde logo fui dormir para estar bem para os próximos dias.

Como já que tinha um city tour incluso aproveitei e fui conhecer os principais pontos da cidade com ele. Primeiro ponto que paramos foi no Caminito.

Sobre o Caminito.

Entrada: Espaço aberto gratuito.

O Caminito é a rua mais famosa  da cidade e está localizado na área conhecida como Vuelta de Rocha, em frente ao Riachuelo no Bairro La boca. Este lugar esta a cerca de 400 metros do La Bombonera, estádio do Club Atlético Boca Junior.

6

Foto: La bambonera (foto do ônibus e do celular, desculpe a má qualidade…rs).

Neste mesmo lugar no ano 1898 passava uma linha de trem que funcionou até 1928, com o fechamento a área ficou abandonada até que na década de 50 alguns moradores, e entre eles um famoso pintor Boca Quinquela, decidiram restaurar o terreno. Este mesmo pintor foi quem batizou a rua como “Caminito” pelo título do popular tango de 1926, de Peñalosa e Filiberto. No ano de 1959, Caminito foi transformado em um museu a céu aberto e sem portas.

1

Foto: Prédios muito coloridos e sempre com estatuas nas sacadas saudando a nós.

2

Foto: Há vários restaurantes por aqui, sendo um lugar simpático para almoçar.

3

Foto: Papa Francisco saudando a todos. Claro, orgulho total do país.

4

Foto: Em muitos restaurantes há exibições do tango.

5

Foto: Mais caminito.

Sobre o Floralis Generica.

Entrada: Espaço aberto gratuito.

Após o caminito segui para conhecer a famosa Floralis Generica, que esta situada na Plaza de las Naciones Unidas em frente a bela universidade de direito.  Este monumento metálico é bem interessante, e uma das características da flor é um sistema elétrico que abre automaticamente, e fecha as pétalas dependendo da hora do dia. Durante a noite a flor fecha e surge de seu interior um brilho vermelho e ela abre-se novamente pela manhã. Pena que estava em manutenção… não vi o show, só fiquei sabendo que é assim…rs!

Ainda no caminho, de dentro do próprio ônibus, fomos conhecendo outros prédios e casarões importantes, mas acabamos não descendo em nenhum para fotos.  O Tour terminou em frente a casa rosada.

7

Foto: A bela escultura metálica- Floralis Generica.

8

Foto: A famosa universidade de Direito de BsAs.

Sobre a Casa Rosada.

Entrada: Guiadas e gratuitas, mas agendadas, mais informações:  Website para marcar uma visita: https://visitas.casarosada.gob.ar.

A Casa Rosada é a sede da presidência da republica argentina e também abriga todo o material relacionado aos presidentes do país, sendo o museu da Casa do Governo. A casa Rosada leva o nome justamente devido a cor do prédio, e esta localizada em frente a importante Praça de Maio (Plaza de Mayo), que leva o nome em homenagem a Revolução de Maio de 1810, que iniciou o processo de independência das colônias da região do sul da América. Esta é a praça mais importante da cidade, e serve até hoje de palco para protestos políticos.

9

Foto: Casa Rosada: Sede da presidência da República Argentina.

10

Foto: Casa Rosada.

11

Foto: O marco da Plaza de Maio.

12

Foto: Eu sempre procurando por fotos…rs.

Acabei que fui sem o agendamento e tinha que esperar vaga, mas não tive paciência para a fila e o tempo que ia levar, pois temos que esperar os grupos e cada tour leva cerca de 40 a 60 minutos.  Me contentei em ficar por ali mesmo admirando o interior do prédio administrativo sem ver a parte do Museu.

14

Foto: O belo teto do interior do prédio.

15

Foto: O Elevador.

16

Foto: As escadarias.

Após desistir de conhecer o museu da Casa Rosada aproveitei  por ser domingo e fui curtir a feira de San Telmo, que começa logo ao lado da Casa Rosada.

A feira de San Telmo é uma feira tradicional da capital argentina e acontece somente aos domingos e é o lugar ideal pra comprar lembrancinhas e outras bobeiras.

17

Foto: A Feira de San Telmo lotadassa..rs

18

Foto: Mais barraquinhas na feira de San Telmo.

Subi a feira até a Plaza Dorrego (1,5 km aproximadamente 60 minutos, por causa da feira, claro…rs). Ao redor desta praça há vários restaurantes, logo escolhi um deles, restaurante Todo Mundo,  para matar a saudade do Chorizo com papas.

19

Foto: Bife de Chorizo: Retirado do miolo do contrafilé, com aproximadamente 400g de carne em fatias grossas para preservar a suculência e maciez, o Bife de Chorizo, é um corte tradicional da culinária do país, que, de tão saboroso, conquistou o gosto dos mais diversos paladares.

19-1

Foto: Uma cervejinha após a caminhada vai bem também. Excelente marca.

Na própria feira durante a volta haviam várias agencias de turismos com ótimos preços, com isso aproveitei e fechei a ida para o Zoo Lujan.

Após descer toda a feira novamente voltei para a Praça 25 de maio, a que esta em frente a Casa Rosada, lá tirei mais fotos e descansei um pouco da caminhada, então segui meu caminho e do outro lado da praça fui conhecer a colossal Catedral Metropolitana, que é muito linda.

Sobre a Catedral Metropolitana.

Entrada: Gratuita.

A Catedral Metropolitano de Buenos Aires é a principal igreja católica de Buenos Aires. Esta Catedral foi reconstruída diversas vezes desde suas origens humildes no século XVI. O prédio atual é uma mistura de estilos arquitetônicos, com uma nave e uma cúpula do século XVIII e uma severa fachada neoclássica do século XIX, sem torres. O interior mantém estátuas preciosas do século XVIII, bem como uma rica decoração neo-renascentista e neobarroca. No seu interior se localiza o túmulo de José de San Martín.

20

Foto: Interior da catedral.

Após a Catedral ainda encarei mais 1,1 km de caminhada até o Obelisco (Taxi é barato, não justificava andar tanto…rs).

O Obelisco fica na Praça da República, construída em comemoração ao quarto centenário da fundação da cidade. A praça da cidade esta localizada no cruzamento das avenidas Corrientes e 9 de julho.

22

Foto: Admirando o Obelisco.

23

Foto:  O Teatro Colón esta próximo ao Obelisco na Avenida 9 de julho e é a principal casa de ópera de Buenos Aires. Acusticamente, é considerado um dos cinco melhores teatros do mundo.  Este teatro possui visitas guiadas pagas para quem tiver interesse de conhecer sua bela arquitetura e história.

A noite fui conhecer o famoso Puerto Madero que é uma antiga área portuária revitalizada com vários restaurantes e pubs. Um lugar excelente e muito bom pra curtir a noite. Escolhi jantar no Restaurante Siga La Vaca, que é barato comparando o mesmo serviço no Brasil, saiu em torno de 50 reais por pessoa um rodízio com carnes, sobremesa e um litro de bebida a escolher (cerveja, refri) ou 1 vinho.

Após o jantar caminhei pelo Puerto Madero. Caminhar a noite no Puerto Madero foi bem tranqüilo, eu confesso que estava preocupado, mas estava bem movimentado e tem muitos bares e restaurantes e foi um passeio bem agradável. Pelo caminho nos deparamos com a Puente de la Mujer (Ponte da Mulher em português), uma obra do arquiteto espanhol Santiago Calatrava, e a única de suas obras situada na América Latina.

24

Foto: Puente de la Mujer (Ponte da Mulher em português).

Dia 02: Buenos Aires – BsAs

Neste dia acordei cedo para fazer o tour no rio tigre que havia fechado com a guia que buscou no aeroporto, mas o responsável pelo passeio não apareceu e tivemos que improvisar. Fui então aos lugares que pesquisei na internet antes da viagem.

Sobre o  Jardim Japonês

Entrada: 50 pesos.

Criado pela comunidade japonesa de Buenos Aires no bairro de Palermo, este Jardim representa um parque típico do Japão, com seus lagos, cachoeiras e muitas variedades de plantas.  Um ótimo lugar para fotos românticas.

26

Foto: A beleza do Jardim Japonês e suas Carpas.

25

Foto: Jardim Japonês – Belo lugar escondido na cidade.

Do jardim japonês fui andando rumo ao Jardim botânico, mas não pude conhecê-lo, pois por ser segunda estava fechado. Aproveitei  então para dar um tempo na famosa rede de sorveteria Freddo que estava no caminho e tomei um cucuruchu de dulce de leche, simplesmente perfeito, se forem a BsAs obrigatoriamente tem que experimentar esta casquinha.

27-1

Foto: Dá pra resistir?????

Daqui, já um pouco cansado de andar, peguei um táxi e segui para o Cemitério da Recoleta.

Sobre o Cemitério da Recoleta.

Horário: todos os dias das 8 às 18hs.
Entrada: Gratuita.

Este cemitério foi inaugurado em 1822 e é considerado como um museu, pois há nele um grande número de obras de arte e também aqui estão descansando grandes personalidades política e cultural do país como: heróis da Independência, presidentes da República, militares, cientistas e artistas. Entre eles, Eva Perón, Adolfo Bioy Casares e Facundo Quiroga.

27

Foto: Meu tamanho perto dos túmulos daqui. Show de Bola esta lugar.

28

Foto: Simples assim, nada de terra por cima.

29

Foto: O túmulo mais visitado, o de Evita Perón.

30

Foto: A identificação do Túmulo mais visitado.

Logo em frente ao cemitério há uma feirinha artesanal bem interessante para comprar “regalos”…rs.

31

Foto: Esta igrejinha fica ao lado do cemitério e dentro dela há um museu (pago). É bonitinha por dentro, vale a pena entrar.

Bem próximo ao cemitério fica também uma galeria e nela esta a loja da Hard Rock Café BsAs, aproveitei  para almoçar aqui e me divertir bebendo um chopp. Comi também um sanduíche bem gostoso e comprei um boné na loja, pois estavam convertendo o peso a 4,5, ou seja, 1 real = 4,5 pesos, e na rua estávamos comprando a  4, sendo assim paguei tudo aqui em reais.

32

Foto: As delícias da Hard Rock.

Próximo desta galeria e do cemitério, cerca de 10 quadras há uma livraria chamada El Ateneo.

Esta livraria é enorme e bem famosa, tem uma arquitetura incrível e vale à pena conhecê-la.

33-1

Foto: Olha o tipo da livraria, que coisa mais linda.

33

Foto: Olha eu perdido alí…rs.

34

Foto: O interior da livraria.

A noite deste dia aproveitei para ir no Señor tango. O Señor Tango é uma casa de show famosa na cidade e ponto de parada quase que obrigatório dos turistas.

35

Foto: Entrada do Señor Tango.

36

Foto: Interior da Casa de Show – Aqui você compartilha a mesa com várias pessoas e há o andar superior se quiser algo mais reservado.

37

Foto: Durante o Show só podem fotos sem Flash.

Muitos falam que ele é o mais teatral em relação aos demais tangos da cidade, mas todos dizem também que é o melhor, por isso o escolhi, e realmente é um show  bem bonito e emocionante, paguei carinho, R$ 270 por pessoa, com  jantar ( entrada, prato principal e sobremesa) e bebidas. Indico e repetiria o show!

38-1

Foto: Você escolhe o jantar há mais de uma opção.

38-2

Foto: Você também escolhe a sobremesa entre as opções oferecidas. E estava tudo muito bom.

38

Foto: Fim do Show.

39

Foto: Despedindo do público. Grandes Artistas.

Quando você compra o ingresso para o show o ônibus vai buscar e levar você na porta do hotel, tem como comprar antecipadamente a entrada pela internet, e eu indico, pois em cima da hora pode ocorrer de não encontrar o ticket.

Dia 03: Buenos Aires – BsAs.

Neste dia fui conhecer o Zoo Lujan que fica em uma cidade vizinha e falo desta experiência no próximo post (Link abaixo).

Cheguei de Lujan no inicio da tarde e pedi para nosso transporte me deixar próximo no Café Tortoni.

Sobre o Café Tortoni.

Horarios: Segunda a Domingos: 8.00 a 3.00 hs.

Entrada: Gratuita, mas a fila para entrar é longa.. rs.

Este é o Café mais antigo e tradicional da cidade, localizado no centro próximo da Calle Florida, Plaza de Mayo e Avenida 9 de Julio.

40

Foto: Entrada do Café.

No Café Tortoni é possível conhecer parte da cultura e as tradições dos portenhos (habitantes locais). O café mantém alguns de seus móveis e decoração original, se destaca o bar, a máquina de café, caixa registradora, e candeeiros de tecto.

41-1

Foto: Interior do café.

Este café ficou famoso pois no início do século XX, ele foi o local escolhido por muitos artistas, intelectuais, poetas e boêmios para seus encontros, mas hoje este café vive exclusivamente do turismo.

Estava todo animado para entrar no café, até que vi a fila, mas fazer o que?. Até que foi rápido,  esperei por cerca de 40 min e consegui uma mesa. Comi por indicação churros com o melhor doce de leite do mundo (desculpe MG novamente…rs) e café gelado, e foi perfeito.

41

Foto: O que indico. 

42

Foto: Ahhhh que saudades!!!

Dia 04: Buenos Aires – BsAs.

Meu último dia foi para o Passeio no rio Tigre, que fica no município de Tigre a 33 km de Buenos Aires.

Este passeio é no delta do Rio Paraná, o quinto maior do mundo, constituído de muitos rios, igarapés e ilhas.

A melhor maneira de conhecer o rio Tigre e o Delta com seus rios e ilhas é de catamarã (tipo um barco). Este passeio tem vários preços e diferentes opções com uma duração que varia de 45 minutos a 2 horas. A maioria dos passeios podem ser organizados na “Estação Fluvial”, sendo que as saídas dos passeios de barco são a cada hora.

Esse passeio é interessante , vamos observando as casas e a vida no lugar, tudo adaptado para a  população que habita as ilhas do delta.

43

Foto: Vários Catamarãs.

44

Foto: A entrada das casas nas margens do rio.

46

Foto: Transporte dos moradores daqui é assim.

Meu tour durou cerca de 60 minutos e vamos nos catamarã ouvindo as explicações de como funciona o delta, como as pessoas vivem por lá.

47

Foto: Pelo caminho vemos até um parque de diversões.

45

Foto: Pelo caminho : Museu no delta do Tigre. No meu tour não estava incluso esta parada, mas há esta opção.

Na parte da tarde aproveitei para andar na Florida, a rua das lojas e comércio. Fui na Galería Pacifico, que é linda e estilo as galerias da Europa, mas não comprei nada, fui só para ver mesmo..rs. Andei, comprei e me despedi de BsAs jantando no Puerto Madero.

Minha volta de avião foi uma dor de cabeça só, com cancelamento de voo e atraso de um dia, mas tirando este imprevisto, foi tudo perfeito no país dos nossos hermanos. Vou voltar assim que der pra BsAs só pra respirar aquele ar. Adorei esta cidade.

A viagem continua…

Próximo Relato: Luján.

NÃO POSSO DEIXAR DE …

PROVAR:

1- Sorvete Freddo – Cucuruchu de Dulce de Leche.

2- Churros com doce de leite do Café Tortoni.

3- Chorrizo – independente do lugar.

4- Empanadas argentinas.

5- Cervejas: Patagônia e Quilmes.

COMPRAR:

 1- Rede Famacity: encontramos cosméticos bem baratos. Mulherada pira…rs.

2- Carrefour: Doce de Leite Sereníssima – Bela lembrança para se dar de presente. Serio, não vai embora sem este doce de leite, que além de delicioso é baratinho.

NOTAS:

1-  Para entrar na Argentina basta levar documento de identidade com data de expedição dentro de 5 anos. Não use a carteira de motorista, pode ter problemas e a chance é grande de não aceitarem.

2- Ouvi de terceiros e aconteceu comigo: É normal as agências “esquecerem” ou remarcarem as datas que fecham os passeios, então cuidado, e tentem fechar sempre os passeios com a mesma para não ter problemas de remarcação.

3- Taxi é bem barato, e os taxistas dão uma de “João sem Braço”: Aconteceu comigo: Você entrega a nota, eles falam alguma desculpa (na minha disse que estava rasgada) e devolvem uma outra nota falsa e fica com a sua verdadeira, dai então devolvem o troco. Geralmente fazem isso com notas grandes de 100 pesos. Então evite estas notas e fiquem de olho na hora de pagar. OsTaxistas não gostam e reclamam que paguem em Real.

4- Cambio: Sempre perguntem a taxa de conversão quando consumir em restaurante, lojas etc… as vezes está mais barato que o cambio que faz na rua e compensa pagar em real. Por podermos em vários lugares pagar nas 3 moedas(Pesos , Real e Dolar), não troque todo seu dinheiro, vá utilizando de acordo com cada situação e em qual moeda compensa pagar. Lembre-se que o cambio paralelo sempre é mais vantajoso que o oficial. O cambio, pode ser feito facilmente na Florida, tem muita gente oferecendo, fiz lá, e não tive problemas (Mercado Negro – Cuidado).

5- Não aconteceu nada comigo, mas vale lembrar que em Buenos Aires tem muitos furtos, então sempre de olho nos pertences. Já ouvi muitas histórias de furtos de lá. E no caminito dizem ser bem perigoso a noite.

6- Penso que vale a pena comprar o Señor Tango antecipado e pela internet com antecedência.

7- Em dias de jogo não tem como visitar o La bombonera – Pesquise antes, eu não me programei e deixei de conhecê-lo.

8- No inicio da noite a um tango no Café Tortoni, por conseqüência é o horário mais concorrido.

9- Este site te ajudará muito a pesquisar sobre os pontos turísticos:  http://www.buenosairesturismo.com.br
 

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »