Puerto Iguazú – Argentina

Quem pensa que Puerto Iguazú são só as Cataratas está muito enganado. Esta cidade que faz divisa com Foz é cheia de atrações, além de ser bem barata. Portanto não perca tempo, e corram para lá se tiver oportunidade.

INFORMAÇÕES DE: Maio de 2014.

ROTEIRO PARA: 1 dia.

TIPO DE VIAGEM:  Bate e volta de Foz do Iguaçu.

HOSPEDAGEM: Em casa de amigo.

Recomendo ficar pelo menos uma noite aqui e aproveitar o segundo dia para ir nas cataratas do lado argentino e só depois retornar para o Brasil.

São várias as opções de hotéis e você pode aproveitar para encontrar e reservar a sua estadia pelo booking.com com o Quero Mochilar, você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o blog no ar.

SOBRE PUERTO IGUAZÚ

Puerto Iguazú é uma cidade argentina da província de Misiones com população em torno de 80 mil habitantes, sendo a menor cidade da região conhecida como Tríplice Fronteira, que engloba: Puerto Iguazú – Argentina, Foz do Iguaçu – Brasil e Cidade do Leste – Paraguay.

Puerto Iguazú esta separada de suas cidades vizinhas pelo Rio Paraná (de Cidade do Leste) e pelo Rio Iguaçu (de Foz do Iguaçu).

Sem sombra de dúvida a principal atração da cidade são as Cataratas do Iguaçu, que aqui você tem uma visão totalmente diferente do que temos do lado brasileiro, e que vale a pena conhecer, falarei dela no próximo post.

Por ser muito turística Puerto Iguazú é um lugar cheio de bons restaurantes e outras atrações, e são destas demais atrações que vou falar aqui. 23- Quero mochilar Puerto

Fuso Horário: Mesmo horário do Brasil.

Como chegar?

Há várias maneiras de chegar a Puerto Iguazú: carro, ônibus, táxi, empresas turísticas etc…

Fui de carro, mas vou falar um pouco do que pesquisei sobre as demais alterativas para ajudar no seu roteiro.

Ônibus: R$4,00. Duração: 40 min. Parte de perto do Terminal de Transportes Urbanos de Foz do Iguaçu e vai até o Terminal de Ônibus de Puerto Iguazú. A viagem demora em torno de 40 minutos. Os ônibus passam em média de 20 em 20 minutos nos pontos de saída, mas não tem muito bem horários definidos.

Este muitas vezes pode ser o jeito mais rápido de chegar, pois na fronteira a fila para ônibus é diferente e mais tranquila que a de carro.

Táxi: Sai em torno de R$ 80,00, mais cômodo.

Empresas de Turismo: Fazem o trajeto e aproveitam o mesmo dia para conhecer a cidade e as cataratas e pode ser uma ótima opção.

Carro: Foi o modo que escolhi, e um dos problemas são as longas filas em vésperas de feriados e temporadas para cruzar a fronteira. Outro fator agravante é que para entrar e permanecer na Argentina é preciso de uma tal de Carta Verde, que é um seguro obrigatório (tipo o DPVAT) de automóveis que viajam dentro do Território Mercosul. Mas no caso de bate e volta para o Brasil não foi necessário termos o documento, e conseguimos entrar sem problemas.

Em relação a Carta Verde: Não é cara, e é paga por dia de permanência. Todo carro deve tirar para entrar na Argentina. Esta carta é feita por corretoras de seguros. Se a polícia te pegar sem a carta verde, pode te dar uma multa.

Mapa do trajeto 

Sobre o trajeto: São 15 km do centro de Foz do Iguaçu até Puerto Iguazú pela BR-469. Em dias normais a viagem é rápida, mas em véspera de feriados pode levar até mais que uma hora devido a fila para atravessar a fronteira., por isso evite horário de pico nestas épocas.

Quando ir?

As recomendações de Puerto Iguazú não são diferentes de Foz, com isso as Cataratas sua principal atração pode ser visitada o ano todo, só estão diferentes ao longo do ano, e se seu objetivo for contemplá-las é bom pesquisar antes de ir, apesar que aquela maravilha em qualquer época é fantástica e vai te encantar.

Caso você queira ver as quedas d’água em seu máximo de água, é recomendado ir no verão; mas se gostaria de ver a beleza da queda d’água, com ela mais definida e limpa, o melhor é ir durante o inverno. Se não puder escolher a data da viagem, não se preocupe: as cataratas são um espetáculo incrível em qualquer época do ano.

Por estar no sul do Brasil, no inverno a temperatura média é de 18º C, e chove menos, diferente do verão que, além de chegar a uma temperatura média de 26º C, chove muito, aumentando a vazão das cachoeiras.

Os meses de setembro e outubro, são meses com alto índice pluviométrico e temperaturas razoáveis.

Segurança.

A cidade tem baixos índices de criminalidade, mas nem por isso temos que nos descuidar dos cuidados básicos de segurança.

ROTEIRO

Planejamento

Como estava hospedado no Brasil fui para Puerto Iguazú em duas ocasiões, em um dia na parte da tarde, após a visita a Itaipu, onde conheci estas atrações da cidade que relato abaixo e outro dia fui exclusivamente para conhecer as Cataratas do lado argentino, onde fiquei o dia todo no parque e tenho um relato em um post específico para esta visita.

Fui ambas as vezes de carro e nossa primeira parada foi na Ponte Internacional Tancredo Neves, ponte que liga Porto Iguaçu a o Brasil, unindo as rodovias RN 12 (Argentina) e a BR-469 (Brasil). Nesta ponte há uma divisão mostrando onde começa cada país com pinturas nas cores de suas respectivas bandeiras e todo turista adora fotos aqui, e eu não ia fazer diferente, não é?

0- Quero mochilar - Puerto

Foto: Ponte Internacional Tancredo Neves com as divisas dos países.

1- Quero Mochilar Puerto

Foto: Felizes na divisa com uma bela frase abaixo…rs.

2- Quero Mochilar Puerto

Foto: Vista da ponte.

Logo após a ponte já chegamos na Aduana, estávamos receosos, pois uma das nossas amigas estava só com a carteira de motorista e tínhamos lido que não aceitava, mas ela passou tranquilo, dizem que para estadia de bate e volta ou inferior a três dias este documento é aceito, mas se for ficar mais que isso só mesmo com RG, na dúvida eu recomendo levar o RG.

Acabou que nesta primeira ida fomos próximo ao meio dia e pegamos uma fila enorme de carros, o que levou em torno de 40 minutos para entrarmos na Argentina.

Chegando na Aduana você irá preencher um formulário de imigração, com datas de entrada e saída e entregará, e tem que guardar este papel para mostrar na volta. Passado a burocracia toda, e já na Argentina, estávamos famintos e corremos para almoçar um belo Chorizo Argentino, que é demais de bom.

Almoçamos em um restaurante que achei ótimo, chamado La Rueda, de entrada vieram as famosas empanadas argentina e junto com o almoço bebemos cerveja Patagônia. Tudo saiu por R$ 40 reis por pessoas, comemos muito bem pelo valor e lugar. E em Puerto Iguazú é assim, alimentação é bem barato, aproveite.

3- Quero Mochilar Puerto

Foto: Um brinde.

5- Quero Mochilar Puerto

Foto: Delícias argentinas.

4- Quero Mochilar Puerto

Foto: Cerveja top, recomendo!

Daqui fomos direto curtir as atrações da cidade, e vou dizer um pouquinho de cada uma delas, também recomendo conhece-las nesta sequência:

 Mapa com a localização dos principais pontos da cidade:

1- FEIRINHA DE PUERTO IGUAZÚ.

Toda feirinha de cidade turística é interessante, e esta não é diferente.

6- Quero Mochilar Puerto

Foto: A pequena feirinha simpática da cidade.

Nesta pequena feira você vai encontrar vários produtos típicos argentinos e não tem lugar melhor para comprá-los, e todos com ótimos preços.

Não deixe de comprar alfajores e doce de leite, que os mineiros me perdoem, mas o doce de leite argentino é insuperável pra mim.

Há muitos produtos típicos que são difíceis de levar embora, mas que podem ser comidos lá na hora, como por exemplo as azeitonas recheadas, que podem ser de vários sabores, como: palmito, calabresa, pimentão, pimenta etc… Há delas em praticamente todas as barracas da feira, um ótimo aperitivo para comer tomando uma cerveja naquela feirinha, não acha?

7- Quero mochilar Puerto

Foto: As azeitonas e demais produtos.

Nesta feira, devido ao movimento de turistas brasileiros, o real é bem aceito e a maioria dos preços estão na nossa moeda.

Alguns valores para usar de referência:

– Azeitona: R$12 o pote pequeno (dá para levar).

– Alfajores: 3 por R$10 ou Caixa com 12 por R$ 20,00 – Ótima lembrança para os amigos.Observação: O alfajor do Milka eu não gostei, recomendo o Havana e La recoleta.

– Doce de leite sereníssima: R$ 5,00 (400g) – O melhor presente que você pode dar a alguém, traga vários, é bom demais.

Próximo a feitinha esta o Hito das 3 fronteiras, e daqui você pode ir direto para lá.

2- HITO – MARCO DAS 3 FRONTEIRAS.

Tínhamos pensado em conhecer o marco das3 fronteiras em Foz do Iguazú, mas segundo minha amiga para chegar no marco brasileiro tínhamos que passar por um lugar um pouco perigoso, onde já houve casos de assaltos, e como são três marcos, um em cada país, optamos por conhecer somente o do lado argentino, que era mais tranquilo.

Este lugar, Hito 3 fronteiras, é o local que marca a divisa territorial entre o Brasil, a Argentina e o Paraguay, daqui de um lado do rio é possível ver o marco do lado brasileiro, e o do lado paraguaio.

9- Quero Mochilar Puerto

Foto: O marco brasileiro visto da Argentina.

8- Quero Mochilar Puerto

Foto: O marco paraguaio visto da Argentina.

O marco de Puerto Iguazú esta com um orla bem estruturada, e eu gostei bastante, achei bem organizado, e pelo que escutei é o mais interessante dos três.

10- Quero Mochilar Puerto

Foto: O marco argentino simbolizando a tríplice fronteira.

11- Quero Mochilar Puerto

Foto: Mais um simbolo da tríplice fronteira.

Neste lugar também há várias feirinhas de artesanato, para quem gosta, já fique sabendo.

Como podemos ver pelas fotos cada um dos marcos foram igualmente pintados com as cores nacionais e  formam um triângulo equilátero que fixa o limite territorial e a soberania dos três países.

Fotos tiradas, fomos para uma das atrações mais nova da cidade a Aripuca.

3- LA ARIPUCA.

Horário de funcionamento: Diariamente, das 9h00 às 18h00.

Entrada: R$ 27,5 por pessoa – Pode ser paga em real, pesos e dólar.

Duração: Em média 1 hora de passeio.

Endereço: Ruta 12, Km 4 1/2, Puerto Iguazú, Misiones, Argentina

La Aripuca, ou a arapuca, esta localizada no caminho para as cataratas do lado argentino. Ela é uma enorme estrutura de madeiras nobres em formato de arapuca, e é muito interessante de se conhecer. Achamos por acaso este lugar, quando procurávamos o bar de gelo, ele nem estava nos planos iniciais mais valeu.

Seu objetivo é demonstrar a relação da convivência entre homem e natureza.

13- Quero Mochilar Puerto

Foto: A estrutura principal, foi construída com enormes troncos de madeira de 30 espécies nativas resgatadas do comércio ilegal ou reaproveitadas de alguma maneira, sem que nenhuma das árvores tenha sido cortada para este fim. São 17 metros de altura e 500.000 kgs, o prédio reproduz em grande escala uma armadilha indígena tradicional conhecida como “arapuca”, utilizada na caça sustentável de animais para o consumo, que permite a soltura de animais impróprios que tenham sido capturados.

13.2- Quero Mochilar 13.1- Quero mochilar Puerto

Foto: Duas fotos panorâmicas que te farão entender melhor o lugar.

O local ainda conta com mais 4 estruturas:

1- Tacurú: Loja de artesanatos construída com pedras locais e uma estética rústica; Yateí.

2- Loja de produtos locais construída como uma habitação rural; Cucurucho,

3- Um pequeno bar que entre outros se destaca pelos sucos e sorvetes, construído com uma estética similar à construções indígenas; e,

4- Termitas, um restaurante que serve almoços com pratos regionais.

Comemos somente o cucurucho, que estava delicioso e recomendo.

Sobre o passeio.

Quando entramos somos recebidos por um guia, e eu como não queria dar gorjeta (vergonha..rs) estava correndo dele, mas depois descobri que as explicações iniciais estavam inclusas no ingresso, dai aproveitei. Depois das explicações podemos caminhar pelo lugar, que é bem interessante.

12- Quero mochilar Puerto

Foto: Entrada da atração

14- Quero mochilar puerto

Foto: Muita arte por aqui.

15- Quero mochilar Puerto

Foto: Relaxando…

16- Quero Mochilar

Foto: Olha o tamanho destas toras!!!!

4- ICEBAR

Horário de funcionamento: Diariamente das 14h00 a 00h00.

Entrada: R$ 40 reais por pessoas.

Duração: 125 minutos hora lá dentro, as vezes tem fila e temos que esperar lá fora.

Esta é uma das principais atrações da cidade, e eu achei o máximo.

17- Quero Mochilar Puerto

Foto: A entrada.

Quando pagamos pensamos poxa quarentão por meia hora, mas acredite é o suficiente, e você no vai querer ficar mais que isso lá dentro, pois são -10 graus.

Para entrar já incluso na taxa recebemos um casaco e luvas para aguentar o frio, e a diversão já começa aqui.

18- Quero mochilar Puerto

Foto: O casado do bar de gelo.

Vestidos entramos, e lá dentro é servido (free) bebidas quentes (amarula principalmente), e toca músicas latinas para animar o ambiente e começa a correria para tirar as fotos nos principais pontos.

Este bar de gelo é hoje uma das principais atrações da cidade, e em seu interior tudo é de gelo: paredes, móveis, decoração e até os copos, um lugar realmente bem interessante que não pode deixar de conhecer.

O lugar é tão frio, que quando estava no fim o celular deu até uma pane, fiquei até preocupado se ele ia quebrar, mas depois voltou ao normal, mas eu não entraria com relógios por exemplo.

Minha câmera ficou super gelada, parecia uma pedra de gelo, mas graças a Deus estava funcionando normalmente…rs. Para tirar as fotos temos que tirar a luva, e nossa, não dá para ficar muito tempo sem, a mão da gente chega a doer e logo temos que colocar novamente.

18.1- Quero mochilar puerto

Foto: No sofá de gelo, a maior fila para foto é aqui, chegando corra para cá.

19- Quero Mochilar Puerto

Foto: Há várias esculturas como esta lá dentro.

20- Quero mochilar puerto

Foto: Tentando imitar Deby e Loide.

21- Quero mochilar puerto

Foto: Uma visão geral do lugar.

22- Quero Mochilar Puerto

Foto: Um brinde de Gelo.

23- Quero mochilar Puerto

Foto: O Garçom e os copos de gelo.

24- Quero Mochilar Puerto

Foto: Um super passeio, feliz da vida. 

Garanta agora e aqui seu ingresso desta atração pela: TourOn.

5- CASSINO

25- Quero mochilar Puerto

Foto: O cassino.

Puerto Iguazú possui três cassinos, o principal é o Cassino Iguazú. Não é nada como Las Vegas, mas não deixa de ser interessante para quem nunca visitou um cassino. As máquinas de caça níquéis, roletas e mesas de pôquer são interessantes e vale a pena gastar um troco nelas, e eu só gastei mesmo, porque não ganhei nada…rs.

Só tome cuidado para não perder muito dinheiro, se decidir jogar! Como todo lugar de jogo, a entrada é permitida apenas para maiores de 18 anos e fotos no interior não são são permitidas, a vontade de fotografar é grande, mas somos vigiados o tempo todo, e por respeito melhor não desrespeitar as regras.

6- Duty Free Puerto Iguazú

Horário de funcionamento: das 10h às 21h todos os dias.

Ao chegar ou antes de ir embora você encontrará próximo a fronteira entre o Brasil e a Argentina, ainda do lado argentino o Duty free.

Este duty free é enorme e possui várias sessões separada e você encontrará de tudo aqui: chocolates, malas, vinhos, óculos de sol, eletrônicos, roupas, perfumes etc.

Os preços dos produtos são em Dólar, mas você também pode pagar em real só que a conversão não é muito vantajosa. O limite para se consumir para passar na fronteira é de US$ 300, mas como não há muita fiscalização na fronteira, muitas pessoas excedem o limite e passam sem problemas.

Aqui é uma boa opção para quem quer fugir da loucura do Paraguay, além de tranquilidade para compras e conforto os preços aqui também são ótimos.

Para quem esta de carro, não se preocupe que o estacionamento gratuito, mas fotos são proibidas.

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR

A comida aqui é bem barata e aproveite disso, eu recomendo experimentar:

1- Cervejas: Quilmes e Patagônia.

2- Empanadas argentinas.

3- Porção de azeitonas recheadas na feirinha.

4- Chorizo argentino- simplesmente delicioso.

5- Alfajores Havana e La Recoleta.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

Orçamento para o dia: R$ 191,25 / dia.

Incluindo:

  • Entradas ( Bar de Gelo R$ 40,00 (Compra antecipada com ótimo preço aqui:  TourOn) + R$ 27,50 Aripuca).
  • Almoço: R$ 40,00.
  • Lembrancinhas (Alfajor e doce de leite): R$ 50,00.
  • Cassino: R$ 30,00.
  • Gasolina: R$ 4,00 (Ida e volta de Foz, em carro que faz 14 km /l dividido em 4 pessoas.

LIÇÕES APRENDIDAS:

1- Sorveteria Freddo: A mais famosa franquia de sorvetes da ArgentIna. Não é barata, mas vale a pena. Em Puerto Iguazú tem uma na Avenida Brasil, 118. Também há uma dela dentro do Parque Nacional do Iguazú.

2- O real é bem aceito, não sendo preciso se preocupar em trocar dinheiro para visitar a cidade.

3- Recomendo: passar um dia todo aqui e dormir, e no outro conhecer as Cataratas para então retornar ao Brasil.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS

Comunicação

Lingual oficial: Espanhol.

Por ser um lugar muito turístico, aqui muitos falam português ou “portunhol” (rs) nos estabelecimentos e atrações, com isso comunicação não será problema.

Visto e Vacinas.

Para entrar no país temos que mostrar nossa identidade com menos de 10 anos de emissão ou passaporte.

Para permanência menor que 3 dias podem aceitar a CNH, mas penso que é melhor não arriscar.

Vacinas não são cobradas.

Moeda.

A moeda oficial da Argentina é o peso argentino.

$ 1,00 = R$ 0,2019

R$ 1,00 = $ 4,95

Confira a Cotação atual Aqui. 

A VIAGEM CONTINUA…

Relato Anterior: Ciudad del Este – Paraguay.

Próximo Relato: Cataratas do Iguazú.

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

QUEM PODE TE AJUDAR.

Informações da Aripuca: Site oficial: http://www.aripuca.com.ar/
E-mail: info@aripuca.com.ar

A nossa parceira a TourOn oferece várias opções de passeio na região para você. Confira os ótimos preços aqui: TourOn

Vai viajar? Planeje toda sua viagem com o Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – RESERVA DE HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS – RESERVAS

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »