Chapada Diamantina (Vale do Capão) – BA

INFORMAÇÕES DE: Abril de 2016.

ROTEIRO PARA: 1 dia.

TIPO DE VIAGEM: Ecoturismo na Chapada – Parte III.

HOSPEDAGEM: Pousada e camping LUMIAR (R$ 35,00/dia) – Camping com excelente estrutura e localização – a duas quadras do agito de lençóis.

SOBRE O VALE DO CAPÃO

O Vale do Capão é um distrito de Palmeiras, um santuário ecológico incrustado no Parque Nacional da Chapada Diamantina, é um dos lugares mais procurados para a realização do turismo terapêutico e de contemplação. Muitas hospedagens do local unem conforto a atividades ligadas ao bem-estar.

É aqui a porta de entrada para uma das principais atrações da Chapada, a cachoeira da fumaça. Há também um parque municipal com uma bela cachoeira excelente para banho que poucos conhecem e desfrutam e vale a pena conferir.

ROTEIRO

Dia 06: Cachoeira da Fumaça.

 Nesta segunda vez na chapada o meu último dia foi para fazer a trilha da cachoeira da fumaça, um dos principais atrativos do parque e a segunda cachoeira mais alta do Brasil, com uma queda de 340 metros.

Como chegar de Lençóis: A cachoeira da fumaça fica no Vale do Capão, a 80 km de Lençóis. Para chegar até lá vamos pela BA-242 no sentido do morro do Pai Inácio e seguimos até o trevo onde entramos na BA 849 e continuamos sentido Palmeira e Capão. A estrada neste último trecho não esta muito boa, há muitos buracos e grandes, o risco de ter problemas com o pneu é grande, já a estrada de terra tem boas condições.

Após um pouco mais de uma hora de viagem chegamos na Associação de Condutores de Visitantes do Vale do Capão (ACV-VC), que é a entrada do Parque e fica dentro do município do Vale do Capão. Aqui somos recebidos pelo responsável que nos passa as instruções. Depois de instruídos assinamos o livro de visitas e seguimos nós mesmo.

Se achar necessário ou quiser, no parque eles podem providenciar um guia para te conduzir.

Em relação a trilha não achei bem sinalizada, e teve uma hora que quase erramos o caminho, só não erramos pois nos alertaram, mas conseguimos fazer e creio que é tranqüilo sem guia.

A trilha são 12 km (Ida e volta) e leva em torno de 2 horas cada trecho, a paisagem é linda, principalmente quando estamos subindo o morro.

Não achei uma trilha difícil (também 2 dias antes tinha feito a fumacinha), mas a subida dos primeiros 1,5 km é bem cansativa, e é o pior trecho, e pra ajudar não tem uma sombra. O terreno é íngreme e embaixo do sol o tempo todo, se você passou deste pedaço, o resto do caminho é de boa. Nos falaram que quem desiste de chegar até a cachoeira desiste neste ponto.

O caminho é bem bonito o tempo todo, e quando chegamos no topo do morro temos uma bela vista.

1

Foto: A vista que recompensa o esforço.

2

Foto: Os melhores amigos para este tipo de programa.

Quase duas horas de caminhada e então chegamos, passamos por um poço de água onde haviam várias pessoas tomando banho, mas nem paramos apesar de bem convidativo aquilo tudo e fomos direto para o mirante.

Chegamos no mirante e fomos ver a bela cachoeira, mas: Cadê a água??? Cadê a fumaça???. Sim, andamos 12 km (ida e volta) para ver a maravilha quase seca. Rs, mas sem problemas. Acontece!!

Nesta época do ano quase não chove e conseqüentemente não tinha cachoeira para vermos. Vimos apenas a altura do lugar, a bela paisagem e umas gotinhas se aventurando em queda livre.

3

Foto: No mirante.

4

Foto: O poço da Cachoeira da Fumaça. Como podem ver não tinha queda d´água.

5

Foto: A pedra mais disputada da chapada!

6

Foto: Mais visual incrível do vale.

7

Foto: Turminha top!! Trekking é com a gente mesmo.

Após muitas fotos e descanso voltamos e como ainda tínhamos um pedaço da tarde e não tínhamos nem dado um mergulho paramos em uma cachoeira no caminho de volta de Capão para Lençóis, bem próximo a Capão.

Valeu muito fazer esta parada no Parque Municipal de Capão, pois demos de cara com uma bela Cachoeira de fácil acesso e extremamente convidativa para um banho.

Pagamos só R$ 6 reias de taxa para entrar neste parque e foi muito bem gasto este dinheiro.

Nadamos e nos refrescamos da longa caminhada, além de fecharmos o dia com um por do sol fantástico.

8

Foto: A bela surpresa que apareceu do nada no nosso dia.

9

Foto: Muito top este parque de Capão, recomendo.

42

Foto: Que por do sol fantástico neste lugar. 

43

Foto: Uma maneira incrível de encerrar o dia.

Coloque este lugar no seu roteiro, quase ninguém vai, pois esta cansado e pouco se escuta dele, mas é muito bom. É fácil de encontrá-lo. Quando esta vindo de lençóis ele esta um pouco antes de chegar no Vale do Capão e há placas indicando. É só ficar atento.

Assim se foi mais um belo roteiro no nosso o país, mas ainda volto para a chapada, pois 6 dias é muito pouco para este cantinho abençoado.

A viagem continua…

 Relato Anterior: Lençóis.

Próximo Relato: A viagem termina aqui.

NOTAS:

1-  Não paga para entrar no parque para visitar a cachoeira da fumaça e nem precisa agendar (exceto grupos grandes) para fazer a trilha.

2- Para ver a cachoeira por baixo tem que fazer um trekking de 3 dias e só é possível com guia, claro!

3- O valor da trilha com guia fica em torno de R$ 100,00.

4- Não me recordo muito bem o horário, mas para começar a trilha tem que ser até as 13h, após este horário não deixam iniciar mais. Bom conferir antes de ir.

5- Vá no primeiro horário para não fazer o primeiro trecho que é o mais pesado debaixo do sol no horário de pico.

6-  Na trilha há pessoas vendendo: garapa, água e até salgado.

7- Penso que vale a pena dormir em Capão no dia que for fazer a trilha da Fumaça.

 

 

 

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »