Dahab – Egito

INFORMAÇÕES DE: Setembro de 2016.

ROTEIRO PARA: 1 dia.

TIPO DE VIAGEM: Bate a Volta de Sharm El Sheikh.

HOSPEDAGEM: Em Sharm el Sheikh (Resort Sol y Mar).

Aproveite e Reserve seu hotel aqui com o Quero Mochilar.

SOBRE DAHAB

Quando penso em um lugar fantástico que já conheci, hoje a primeira coisa que vem na minha cabeça é Dahab.

Todo vez que conto deste lugar meus olhos brilham e não tenho dúvida que meus amigos ficam no mínimo curiosos, pois não me faltam palavras para expressar o quão espetacular esse lugar é. Uma combinação perfeita de deserto, céu azul e mar cristalino que enchem os olhos de qualquer um.

Dahab é uma pequena cidade na costa sudeste da Península do Sinai, já na parte asiática, com uma população de cerca de 10 mil habitantes egípcios e alguns outros estrangeiros.

O incrível desta cidade é que de um lado é puro deserto e do outro é o mar vermelho, onde na outra margem podemos ver as montanhas da Arábia Saudita.

Este lugar tem um mar tão incrível que é referência para mergulhadores de todo o mundo que querem mergulhar no Golfo de Aqaba.

Jamais deixe este lugar de fora do seu roteiro se for a Sharm el Sheikh.

Como chegar?

O modo mais fácil de chegar é via aeroporto de Sharm el Sheikh, de lá pode-se fechar com agências de viagens ou ônibus convencional, ambos demoram em torno de duas horas de viagens.

De Cairo, partindo de ônibus esta viagem pode demorar mais que 9 horas. Sei que há vans que fazem transfer Cairo-Dahab, e recomendo, principalmente se for mulheres viajando sozinhas.

Quando ir?

Dahab pode ser visitada durante o ano todo.

ROTEIRO

Dia 01: Dahab.

Tinha mais um dia em Sharm e resolvi olhar o folhetim de tours oferecidos na agência que trabalhava no resort onde eu estava e me pareceu interessante o Blue Hole, que era um pouco afastado, à mais de 100 km, um tour de um dia todo.

Pechinchas a parte, para duas pessoas fechamos o valor de $ 35,00 (R$ 126,00) para cada.

Logo de manhãzinha, às 7h partimos rumo a cidade.

A viagem em si não é nem um pouco confortável. Vamos em um tipo de van, com bancos na parte traseira, um passageiro de frente para o outro, com isso, vão 4 pessoas exprimidas em um banco de frente para as outras 4 exprimidas no outro. Cinto de segurança?… O que é isso mesmo? 20 dias de Egito me fizeram esquecer…rs

Eu não estava preparado psicologicamente para chacoalhar tanto e fiquei todo dolorido, por isso se for um problema conforto para você, procure saber antes como é o meio de transporte.

Durante a viagem, no meio do caminho há uma parada para consumo. Eu nem gastei pois tínhamos acabado de tomar café e estávamos levando água, mas esta parada desnecessária é basicamente para isso.

Antes de chegar, como em todo interior do Egito, também passamos por uma barreira policial para aferição do passaporte (importante não esquecer de levar os documentos).

A viagem dura quase uma hora e meia, e a primeira parada é para conhecer o deserto.

1- Deserto de Sinai.

Aqui fomos fazer o primeiro tour, o Safari pelo Deserto de Sinai, que dura em torno de uma hora e meia. Se eu achava desconfortável antes, andar no deserto com estes jipes chacoalha até, mas mesmo sendo desconfortável eu nem estava ligando, pois estava adorando tudo aquilo…rs.

1-quero-mochilar

Foto: Primeira parada vemos a rocha praticamente “cortada” no meio por uma rocha de cor mais escura.

2-quero-mochilar

Foto: Nosso meio de transporte no meio do deserto.

Nas paradas, o guia nos explicou sobre este deserto e nos trouxe um dos seus habitantes para darmos um oi – um lagarto- fiquei com dó do “bichim”, pois carregavam ele pelo rabo de um lado para o outro.

3-quero-mochilar

Foto: Olhando desconfiado um dos habitantes do deserto, show ele, não?

4-quero-mochilar

Foto: Tem uma caminhada a pé por este canyons, mas nada cansativo. Ah, só o sol!…rs.

5-quero-mochilar

Foto: Mais Deserto de Sinai.

6-quero-mochilar

Foto: Parece tudo marrom, né?, mas são marrons de várias tonalidades se olhar de perto.

Mesmo depois de 20 dias de Egito vendo só deserto esse passeio ainda conseguiu me surpreender.

2- Blue Hole.

Do deserto fomos para a cidade de Dahab, onde há uma parada para o aluguel de equipamentos para snorkeling e depois partimos direto para o Blue Hole, que fica próximo a cidade.

Em relação a cidade, não deu nem para conhecer direito, só passamos mesmo por ela, mas parece ser bem interessante, não tão como Sharm, mas eu ficaria um fim de semana aqui de boa e fiquei com esta vontade.

Chegando próximo ao Blue Hole temos a opção de chegar de duas maneiras até lá: de carro ou na “carcunda” de um camelo, claro que não perdi novamente esta oportunidade….kkkk.

7-quero-mochilar

Foto: Chegando na segunda parada há um mar de camelos espera os turistas.

8-quero-mochilar

Foto: Que coisa mais linda!!! Falta só escolher meu parceiro.

9-quero-mochilar

Foto: Show de lugar!

10-quero-mochilar

Foto: Pronto para o meu tchua, ou até breve para os camelos.

São de 20 a 30 minutos de camelo e a caminhada é incrível. Há muito vento, então é até bom tirar o boné e enquanto se “cavalga” e a paisagem é incrível, vamos beirando o lindo e azul mar vermelho e ao fundo vemos as montanhas da Arábia Saudita.

11-quero-mochilar

Foto: Um amarradinho no outro, e assim vamos seguindo.

12-quero-mochilar

Foto: Já confiante, até a mão levanto…kkkk.

13-quero-mochilar

Foto: Show! Ao fundo as montanhas da Arábia Saudita.

14-quero-mochilar

Foto: Que máximo foi esse passeio…

15-quero-mochilar

Foto: Já quase chegando em frente ao belo Blue Hole.

A bunda chegou a doer desta vez, mais foi incrível e recomendo, mesmo o camelo da frente tendo feito suas necessidades e molhado minha perna…kkkkk.

16-quero-mochilar

Foto: Chegando próximo ao Blue Hole. Já é possível ver o azulão daqui…rs.

Em fim em frente ao Blue Hole fomos primeiro ao restaurante onde almoçaríamos.

17-quero-mochilar

Foto: Vista do restaurante no lugar onde almoçamos.

18-quero-mochilar

Foto: Mais vista deste lugar exótico!!

Deixamos nossas coisas no restaurante, nos preparamos com muito protetor e fomos caminhando até o lugar onde entramos no mar, que é um pouco distante do Blue Hole (uns 300 m), então vá de chinelo.

Lá entramos na água e há várias crianças se oferecendo para levar seu chinelo em frente ao lugar onde você vai terminar o mergulho, que é distante dali, por isso aceitamos a ajuda e vale a pena, além de não ter outra opção.

Começamos o mergulho entrando entre as pedras e tem que ter bastante cuidado para não se machucar. A água estava um gelo, mas foi só molhar o corpo todo que logo não se sentia mais a água gelada… fui beirando a pedra e de repente quando coloco meu visor e enfio a cabeça dentro da água vejo um lugar sem fim, um azul escuro de dar calafrios no primeiro momento.

19-quero-mochilar

Foto: Já adaptado a temperatura da água.

Confesso que cheguei a gelar e a ficar com medo, pois é muito fundo, é um abismo dentro do mar, e você tem que ir nadando por quase 600 metros contornando este “abismo” até chegar no chamado Blue Hole.

20-quero-mochilar

Foto: Mergulhando e o abismo ao fundo. Medo de surgir algo lá de baixo.

21-quero-mochilar

Foto: Um aquário a céu aberto!! Showwwwwww.

Se preferir, e não quiser se aventurar você pode entrar direto no Blue Hole, mas o encanto deste passeio esta em ir nadando este trecho e ver aquele paredão enorme sem fim. Parece que a qualquer momento vai surgir um bicho estranho enorme daquela escuridão e te pegar…rs.

A quantidade de peixes é enorme, há muitos e de várias cores e tamanhos. Neste momento me perdi da minha amiga Luana naquela imensidão e fui sozinho, sim preferia estar vendo alguém conhecido quando olhava para baixo, mas só encontrei ela lá perto da saída.

22-quero-mochilar

Foto: Peixes de todas as cores. Show demais.

29-quero-mochilar

Foto: Que aquário!!!

24-quero-mochilar

Foto: Que lugar incrível!!!

23-quero-mochilar

Foto: Enquanto eu mergulho com meu visorzinho, o povo faz Scuba lá no funfo!!

Teve uma hora consegui lá de longe, lá no fundão ver uma tartaruga, quando uns caras começaram a gritas: “turtle”, mas ela estava tão fundo, que não conseguia registrar com a minha Gopro, só via o vulto.

Uma meia hora nadando e cheguei no Blue Hole que é uma formação de coral em formato circular em volta deste lugar super profundo.

Importante lembrar que a água aqui é bem salobra, com isso mergulhar é um desafio ela fica te puxando para cima precisando um esforço maior.

bl12

Foto: E eu fiz este esforço, e valeu!

26-quero-mochilar

Foto: O mar mais incrível que conheci até o momento.

27-quero-mochilar

Foto: Que mergulho!!! 

Ficamos no máximo uma hora e meia na água e tivemos que sair para almoçar. Triste porque este lugar é fantástico e ficaria ali dentro da água o dia todo sem problemas.

28-quero-mochilar

Foto: Na hora de sair, podemos fazer uma fotinha final, né??

Forçados, saímos da água e fomos tomar um banho. No restaurante não havia banheiro para banhos assim fomos em um lugar onde pagava-se em torno de R$ 5,00 reais.Como é muito salobro o mar, incomoda muito e você vai querer um banho quando sair.

Após o banho o almoço foi uma delícia, com comida típica e a única coisa ruim foi voltar para Sharm, ao invés de cair novamente naquela água.

Ah, na volta tem tempo perdido para paradas de compra, em uma loja de perfume, eu preferia milhões de vezes esta meia hora a mais no Blue Hole, mas…

Chegamos em torno das 18h em Sharm e este foi sem dúvida um dos lugares mais incríveis que já visitei, quem for para a região pode incluí-lo no roteiro sem medo de errar.

E assim, com chave de ouro terminei esta viagem incrível pelo Egito.

Não leu tudo?? Quer saber mais do Egito?? Começe no relato abaixo.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

Orçamento para o dia: R$ 141,00.

Tour: R$ 126,00 – $ 35,00  Viagem, safari deserto, camelo, almoço e mergulho.

Banho: R$ 5,00.

Gorjetas: R$ 10,00.

OBS: Bom levar moedas ou notas pequenas para gorjetas (Camelo, Chinelo e Motorista).

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR:

A viagem continua…

Relato Anterior: Sharm el Sheikh.

Próximo Relato: A viagem termina aqui.

Primeiro Relato da viagem: Luxor.

LIÇÕES APRENDIDAS:

1- Tudo que você precisa saber antes de planejar uma viagem para o Egito (moeda, vacinas, planejamento etc…) esta no Atalho: Primeiro Relato da viagem.

2- Se tiver oportunidade vá para ficar um dia inteiro em Dahab e ficar mais tempo curtindo o Blue Hole. Esse lugar é incrível demais para somente um bate e volta.

3- Há várias agências oferecendo este passeio em Sharm el Sheikh. Não se preocupe em planejar com antecedência.

4-  Entendi que a cidade de Dahab é dividida em 2 partes: Dahab city, estão os melhores hotéis e Assalah, com hospedagens econômicas, onde ficam os mochileiros.

5- Se não quiser ir com agência de van (bate e volta) é possível fechar com um táxi partindo de Sharm el Sheikh ou mesmo pegar um ônibus na rodoviária de lá. O trajeto entre Sharm e Dahab em qualquer meio de transporte leva um pouco mais de 1 hora.

6- De Cairo: Há ônibus regulares saindo do Cairo, em uma viagem que dura aproximadamente 10 horas. Mas se prepare que dizem que ocorre vários problemas com os ônibus. Egito, meu amigo! Quando ver o trânsito vai entender o por que…(rs).

7-  Você pode encontrar em Dahab agência para fazer a trilha de Moisés no Montes Sinai (há relato). Geralmente  as vans saem de Dahab, perto das 23hs.

8- Em Dahab não faltarão atividades para você, além de mergulhos de cilindro (scuba diving) e  flutuação (snorkelling) outras opções de atividade são: Windsurf e Kitesurf, escaladas e trilhas.

QUEM PODE TE AJUDAR?

O contato da agência que fez meu tour (Egyptian Pirates Divers) é :

e- mail: emilnabil422@gmail.com

Encontrei algumas agências pela internet que podem te dar uma mão, mas não conheço, são elas:

Sinai Safari.

Dahab Safari.

Desert Divers;

Face do Mohamed – Moisés – Responsável por toda minha viagem – Click Aqui.

  1. Nossa, encantada com esse post! Fiquei super curiosa com esse lugar, parece realmente incrível! Quero conhecer, tenho vontade de ir à lugares exóticos!

  2. Marthon está fantástico! Esse é um país que está na minha lista. Muito lindas as fotos do Blue Hole e chegar até lá de camelo? Deve ser incrível. Obrigado pelas dicas. Grande abraço.

  3. viajei_compartilhei says:

    Caramba, não fazia idéia desse passeio. Morro de vontade de passar esses 20 dias no Egito, deve ser inexplicável. Ótimas dicas e fotos. Abração

  4. Gabriela says:

    Camelos à beira mar e mergulho no Egito! Coisas que minha cabeça jamais juntaria sozinha. Amei saber. E as fotos estão demais!

  5. Nossa! Que incrível! E achei o valor de USD 35.00 super justo!
    Morro de medo de fazer mergulho mas vendo essas lindas fotos me inspirei!
    Adorei!
    Parabéns!

  6. Não achei o custo muito caro para o tipo de passeio… o lugar é lindo!! Agora, o cinto de segurança era a oração mesmo hahaha rezar pra não acontecer nada. Tenso! Adorei!

  7. Que lugar maravilhosooooo!! Mergulhar num mar desse deve ser incrivel, fiquei com vontade de conhecer o Egito, eu tinha outra imagem antes de ler seu post… Quanta água! Quanta natureza! Amei!!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »