Edfu – Egito

“Egito, lugar de história e belos templos. Vários dos templos do Egito estão ao longo do Nilo, e uma boa forma de conhecê-los é descendo o enorme rio em um barco, que faz paradas estratégicas ao longo do curso do rio nos principais templos. Um deles é templo de Edfu dedicado ao deus Hórus.”

INFORMAÇÕES DE: Setembro de 2016.

ROTEIRO PARA:1 dias.

TIPO DE VIAGEM: Tour guiado pelo Egito – 20 dias – Parte II.

HOSPEDAGEM: Cruzeiro no Nilo – Radamis II.

Vai procurar um hotel por aqui? Pesquise e reserve com o booking.com aqui com o Quero Mochilar na caixinha ao lado. Você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o blog no ar.

SOBRE EDFU

O nome Edfu significa vingança, e é uma cidade localizada no lado ocidental do Nilo entre Esna e Aswan. Nesta cidade localiza-se o grande Templo de Edfu, dedicado a Hórus. Atualmente a cidade contém construções da antiguidade junto com as casas egípcias contemporâneas, e assim como Luxor seu principal templo já esta totalmente envolvido pela cidade.

Como Chegar?

Edfu fica a 789 km de Cairo, em torno de 10 horas de viagem de carro.

A maioria dos turistas preferem conhecê-lo do mesmo modo que eu, via marítima, pois aproveita o barco para passar em vários outros templos.

Quando ir?

A principal atração da cidade, que é o Templo de Edfu, pode ser visitado durante o ano todo.

O Egito e um pais quente, onde a maior parte é deserto, com isso ele tem praticamente duas estações: O inverno, que é bem ameno que vai de novembro a abril, e o verão que vai de maio a outubro.

Os meses recomendados para conhecer o país são de outubro a março.

Segurança.

O Egito é um pais seguro em relação a roubos e furtos, a pena é bem rigorosa aqui para quem é pego roubando, em contrapartida eles tentam tirar dinheiro de você de todas as formas possíveis, e temos sempre que ficar esperto e realmente ignorar qualquer tentativa de aproximação.

Mulheres, em especial devem tomar cuidado e pesquisar sobre as vestimentas. Nas atrações não há muito problema, mas para andar nas ruas, principalmente em cidades do interior, é melhor não arriscar. Também evitem andar sozinhas e só em mulheres em lugares menos turísticos.

Terrorismo: No mundo de hoje é um cuidado que devemos ter, principalmente em bairros cristão. Sempre tente entender como esta o clima no país com alguém do próprio Egito.

As viagens pelo interior são feitas com escolta policial. Uma questão de segurança e para evitar qualquer tipo de problema.

Seguro viagem: É loucura viagem sem, e nunca é recomendado independente do país.

Faça uma cotação com o nosso parceiro Mondial Assitance e fechando o seu aqui com o Quero Mochilar você ainda tem algumas vantagens.

ROTEIRO

Dia 03: Cruzeiro no Nilo Luxor – Edfu.

Após finalizar a programação de Luxor parti de barco no início da tarde com destino a Edfu. O Barco que fiz o cruzeiro era bem confortável tinha uma vista linda para o Nilo do quarto.

0

Foto: Partindo de Luxor com o Cruzeiro.

1

Foto: O nosso Barco –  Radamis II. Excelente em todos os sentidos, e a tripulação muito bem preparada e simpática.

3

Foto: Banheiro, pequeno mas o suficiente. A ducha era bem gostosa.

2

Foto: Vista do quarto, o tempo todo vendo o Nilo.

No cruzeiro estão incluso as 3 refeições, e são excelentes, com muitas opções tanto de comida,  saladas como de doces.  Somente os refrigerantes e a cerveja são pagas a parte neste cruzeiro. Penso que deviam ter feito mais comidas árabes/egípicias.

4

Foto: Os doces no Cruzeiro são lindos, mas achei todos muito doces para o nosso paladar brasileiro e com gosto de açúcar muito presente. Já as comidas salgadas, apesar de muito coentro achei todas ótimas.

Este dia foi o primeiro que subi na parte superior do barco, e gostei muito. Tem piscina, cadeiras para tomar sol, bar com cerveja e é um ambiente bem agradável para fazer novos amigos.

5

Foto: A parte destinada ao lazer do barco, um ótimo espaço para se divertir e fazer novos amigos.

Como gosto de tirar fotos, após o almoço fui direto fotografar o Nilo, até que minha paz foi quebrada por quem???? vendedores mais uma vez (rs). Quem já foi para a Amazônia,  sabe que tem os ribeirinhos que se amarram no barco para vender seus produtos, e aqui tem algo parecido, só que são beeeeeem mais insistentes.

Eles jogam as mercadorias em você  lá de baixo! Eles miram e jogam, dai você esta lá em cima tranqüilo no barco, eles ficam gritando: “Olá”  em todas as línguas possíveis, e falando preços, e então jogam mercadorias de todos tipos para cima do barco, e você tem que pegar dizer que não quer e jogar de volta para eles, o que não adianta muito, logo elas voltam voando…rs.

7

Foto: Os vendedores amarrando seus barcos no nosso na tentativa de vender mercadorias.

6

Foto: Os vendedores exibindo seus produtos e tentando chamar a atenção dos turistas no barco.

No final da tarde passamos pela comporta de Esna, e por estar próximo da cidade, lá vieram mais vendedores, que não deixavam a gente observar a travessia do barco pela comporta em paz, mas agora eu já estava ignorando eles…sério! Ficamos cansado quando tentamos ser educados, ser sem educação é o melhor caminho. Eles não te deixam em paz 1 minuto.

8

Foto: A comporta de Esna.

9

Foto: Observem o detalhe de quem estão no cantinho quase entrando junto na comporta. Pouco insistentes, né? hahahaha.

Logo após a comporta, contemplamos mais belas imagens do Nilo, além de um lindo por do sol.

10

Foto: O cruzeiro passando por Esna.

11

Foto: No caminho nosso guia disse que passaríamos por trechos de onde os egípcios retiravam as pedras para as construções do templos, e penso que este lugar era aqui, e ele devia ter algum significado pelos detalhes na pedras, mas jamais saberia o que. (rs).

12

Foto: Cenas do cotidiano do Nilo.

13

Foto: O por do sol. Mais um dia termina.

16

Foto: Esna a noite. As mesquitas chamam as pessoas para rezarem 5 vezes ao dia. O som é bem alto e é possível ouvir de vários lugares. Ah passa até na TV. Muito interessante.

15

Foto: Mais uma bela imagem do por do sol em Esna.

14

Foto: Admirando esta maravilha.

Chegamos em Edfu no inicio da noite, mas nem descemos do barco, ficamos ancorados na cidade, e fiquei a noite toda só observando o movimento da cidade de cima do barco e bebendo minha cervejinha. Estava tendo um casamento bem na frente do barco, e a mulherada fazia aquele som tremendo a língua, e foi bem legal ficar observando tudo isso, me diverti. Quando acabou o movimento da cidade fui dormir para no outro dia conhecer o Templo de Edfu.

Dia 04: Edfu.

Logo pela manhã (7h30min) saímos de charrete para conhecer o templo. Para chegar até lá atravessamos uma boa parte da cidade, e este foi realmente meu primeiro contato com o Egito de verdade, então estava observando tudo.

Como quase todas as cidades que vi, havia muita sujeira na rua e desorganização, o que chama a atenção, mas tudo é tão diferente e exótico para nossos olhos, o que se torna interessante.

17

Foto: Eu e Luana saindo de charrete para o Templo de Edfu.

19

Foto: Mais cenas do dia a dia da cidade, coisas bem diferente para nossa cultura.

18

Foto: Uma padaria e a rotina da cidade.

Templo de Edfu

Horário de funcionamento: Diariamente das 7h00 as 17h00.

Valor da Entrada: 60 EGP (R$ 24,00).

Um pouco sobre o Templo de Edfu…

O Templo de Edfu, também é conhecido como Templo de Hórus, o Deus dos céus, representado por um falcão. Este templo é, sem dúvida, um dos mais conservados e belos do Egito. É um templo que possui cenas e muitas inscrições em relevos.

Sua construção iniciou-se por volta do ano 237 A.C, nomeadamente no décimo ano do reinado de Ptolomeu III.  Além dos elementos tradicionais, o templo de Hórus possui outros elementos arquitetônicos que surgiram apenas na Época Greco-romana como o Mamisi, (casa do nascimento divino de Hórus), a cripta, e o nilometro.

20

Foto: Sol já trabalhando a todo vapor, e eu fora da sombra para uma foto na entrada do Templo.

21

Foto: Hórus, Deus do céu, filho de Osíris. Este templo é dedicado a ele.

22

Foto: Parede representando os vários deuses do Egito.

23

Foto: O pátio das oferendas.

24

Foto: Eu e Hórus. rs.

25

Foto: Aula com Samura, que nos explicou que os cristianos quando dominaram os templo com o objetivo de cultuarem um único Deus, desfizeram os rostos de todos os deuses, e isso pudemos ver em vários templos de Egito.

26

Foto: Encantado com a beleza dos templos.

27

Foto: De mãos dadas com Hórus e Osíris…rs

28

Foto: Excelente guia e pessoa, fomos muito feliz em termos este cara nos acompanhando neste viagem.

29

Foto: Muitas carroças na entrada do templo. Esse é o jeito tradicional de visitá-lo.

Depois do templo partimos de barco para o próximo destino Kom Ombo, de onde o relato segue.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

Orçamento: R$ 750,00 / dia / 20 dias – Todo o meu roteiro com todos os gastos (De passagens aéreas a lembrancinhas).

Gasto principal:

  • Templos – Entradas: 60 EGP.

Em torno de : R$ 24,00.

LIÇÕES APRENDIDAS:

1- O mesmo conselho serve para cá sobre evitar os vendedores que te seguem, e andar sempre com trocado, caso precise de banheiro, ou que te deixem em paz.

2- Edfu, assim como Luxor não parece ser uma cidade com muitos atrativos, penso que a melhor maneira de conhecê-la também é desde mesmo modo, fazendo o Cruzeiro no Nilo.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS DO EGITO.

Fuso Horário: +5h (Brasília)

Língua

O idioma oficial do Egito é o idioma árabe, e outros idiomas são poucos falados no país, principalmente interior, portanto a comunicação é bem difícil.

Moeda

A libra egípcia é a moeda oficial do Egito.

Símbolos: EGP.

  • 1 EGP = R$ 0,18
  • R$ 1,00 = 5,63 EGP

*Sem impostos

Cotação atual: Clique aqui.

Visto e Vacinas

Precisa de visto para entrar no Egito, mas pode ser tirado na hora no próprio aeroporto. Recomendo pesquisar na embaixada para ver se teve alguma alteração na data da sua viagem.

O Egito também exige a vacina de febre amarela com carteira internacional de vacinação.

Eletricidade

A voltagem de Luxor é 220V.

Tipo de Tomada

Plug de tomada tipo C

plug-tipo-c

A VIAGEM CONTINUA…

Relato Anterior: Luxor.

Próximo relato: Kom Ombo.

 

Newsletter: Assine nossa newsletter na caixinha ai ao lado, assim você receberá notificação em primeira mão de todos os posts publicados pelo Quero Mochilar, e ainda terá acesso a cupons de desconto para nossos produtos.

QUEM PODE TE AJUDAR?

*Não recomendo viajar o Egito sem guia.

Gostou? Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

 

  1. Cristiano Fleury says:

    Já estou grilado com esses vendedores antes de ir , brincadeira, mais os relatos estão ótimos….

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »