Itaúnas – ES

Uma pequena e aconchegante vila perdida na divisa entre o Espírito Santo e Bahia, um lugar simples e super simpático, onde as ruas ainda são de terra e o celular mal pega, um verdadeiro paraíso perdido no tempo. Dunas, praia e muito forró, passar uns dias em Itaúnas é esquecer da vida e renovar as energias, pode apostar!

INFORMAÇÕES DE: Várias oportunidades entre 2009 a 2012.

ROTEIRO PARA: Um fim de semana ou feriado prolongado.

TIPO DE VIAGEM: Festival de forró e datas comemorativas com amigos.

HOSPEDAGEM: Pousada Cambucá (R$ 133,00/ dia).

Morei 5 anos próximo a Itaúnas, fui várias vezes a vila e na maioria delas acabei ficando em casa alugada com grupos de amigos, mas as vezes que fui e fiquei em pousada o melhor custo e benefício que encontrei foi na Cambucá. Lugar bem localizado (não sei se há outra possibilidade lá…rs), boa estrutura e limpeza e equipe ótima.

Precisando escolher um lugar para ficar? Consulte e reserve sua estadia pelo BOOKING.COM nos atalhos do blog, estas reservas viram pequenas comissão, VOCÊ NÃO PAGARÁ NADA A MAIS POR ISSO, e estará ajudando o Blog a se manter no ar, monetizando nosso trabalho e rendendo ótimas dicas para você.

SOBRE ITAÚNAS

Itaúnas é uma pequena vila no litoral norte do Espírito Santo, já na divisa com a Bahia e pertence ao município de Conceição da Barra.

Muito conhecida por suas Dunas, que são protegidas pelo Parque Estadual de Itaúnas e também pelo seu forró. Todo forrozeiro de plantão já ouviu falar daqui, pode perguntar. Em julho acontece neste pedacinho capixaba o Festival Nacional de Forró trazendo com ele turistas do país inteiro.

Uma curiosidade sobre Itaúnas é que a vila original acabou soterrada pelas dunas, e hoje onde ficamos é a nova vila. Quando foi fundada Itaúnas ficava bem ao lado das dunas e havia uma mata entre elas. O homem sábio como é, no início dos anos 40 acabou retirando esta mata, que era um muro natural de proteção contra o avanço da mesma. Com essa área degradada ocorreu a invasão da areia que acabou cobrindo a vila original e forçou a população a se mudar para o outro lado do rio Itaúnas. Constam nos registros que a última família partiu da antiga vila somente em 1972, quando não havia mais condições de ficar por lá. Este processo todo levou mais de 30 anos, mas um dia a natureza cobra seu preço, não é?

A pequena vila ao longo destes anos passou de seus quase 400 habitantes para 2 mil nos dias atuais, mas nem por isso perdeu o seu estilo.

1.2- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Como chegar?

A distância das principais cidades com aeroporto são:

1- Vitória – ES: 266 km, sendo 22 km de terra – 4 h e 17 min.

Se optar por ir de carro, seguir a BR-101 ruma a Bahia, até chegar em Conceição da Barra. A estrada de Conceição da Barra até Itaúnas é de terra, mas é boa. Só quando chove muito forte que forma atoleiros e precisa tomar um pouco de cuidado.

2- Teixeira de Freitas – BA: Há dois caminhos:

2.1- Por terra: Total: 126 km – 2h 46min – Trecho de Terra (45 km): Na BR-101 quando você chegar na divisa da Bahia com o Espírito Santo (Comunidade 31 de março) entre a sua esquerda, sentido a praia de Costa Dourada. Há uma pequena comunidade e um bar nesta curva, qualquer dúvida é só perguntar. Você pegará um trecho chamado picadão da Bahia, onde percorrerá a divisa dos estados. Siga as placas pela principal ate ir vendo as indicações para Itaúnas. Este caminho tem 45 km de terra, que geralmente esta em boas condições, pois é muito usado pelas fabricas de celulose, mas em épocas de chuvas pode haver alguns pontos de atoleiros, mas no geral é uma estrada boa.

Usei este caminho por 5 anos e nunca tive problema.

2.2- Por asfalto: 165,6 km –  2h 38min – Trecho de Terra (22 km):  Na BR-101 cruzar a divisa dos estados e seguir por ela até pegar a ES-421 sentido Conceição de Barra e depois a ES-10 até Itaúnas.

Mapa do Trajeto por asfalto das principais cidades com aeroporto:

Itaúnas é um lugar rústico e não é a toa, pois chegar aqui sem carro é um pouco complicado. Ônibus não chegam direto até a vila, você tem que tomar um até uma das cidades mais próximas: São Mateus (50 km) e Conceição da Barra (25 km). Em Conceição da Barra você pega outro ônibus até Itaúnas e são poucos os horários:

  • Conceição da Barra – Itaúnas: 7h00, 10h30 (apenas 2a e 6a), 12h30, 15h30
  • Itaúnas – Conceição da Barra: 8h00, 11h30 (apenas 2a e 6a), 13h30, 16h30

OBS: Em temporadas (festival de forró e feriados nacionais) colocam mais horários.

Quando ir?

Você pode programar uma ida para Itaúnas em qualquer época, que vai curtir.

Em relação ao clima também não encontrará muitos problemas, pois lá é praticamente verão o ano inteiro e mesmo no inverno em dias de sol é possível ir a praia.

O único lado ruim é que nas épocas de muita chuva (novembro a março) podem formar alguns atoleiros nas estradas de terra.

As temporadas na cidade além do verão, são os feriados de final de ano, carnaval e claro, durante o festival nacional de forró que costuma ocorrer na segunda semana de julho.

Muitos dos restaurantes e pousadas da vila só funcionam nas temporadas, quando também os preços de tudo sobem devido a maior procura. Se for em uma época mais tranquila pode encontrar algumas pousadas e restaurantes de porta fechada.

Mas se você for mesmo para curtir a natureza e a praia, fuja então das altas temporadas, pois a cidade fica vazia e os preços são bem menores. Mas sinceramente, se é jovem e cheio de vida, vá no festival, além de muito animado há muita gente bonita e do Brasil todo.

Consulte histórico e mais informações climáticas da cidade: Aqui. 

Segurança

Sério! Você esta em Itaúnas, e aqui é paz e amor! Don´t Worry and be happy!!

O único cuidado que recomendo são estes em relação as estradas de terra:

  • Cuidados em dias de chuvas com a velocidade.
  • Se for vir pelo atalho de terra (picadão da Bahia) há muito trafego de caminhões transportando madeira, e quando esta seco eles caminhões levantam muita poeira e você fica sem nenhuma visibilidade. Não ultrapassem nesta condição, espere ter visibilidade ou algum sinal para poder ultrapassar. Isso já provocou alguns acidentes graves na região.

ROTEIRO

Morei no extremo sul da Bahia por 5 anos e neste tempo não perdi um festival de forró e ainda fui na cidade em outras ocasiões em temporadas e fora dela. Pena que neste tempo não registrei bela imagens do que tem aqui para postar para vocês, mas vamos lá com o que tenho … rs.

O QUE FAZER EM ITAÚNAS?

1- Parque Estadual de Itaúnas

Horário de funcionamento: Aberto todos os dias, das 08h30 às 17h00. Feriados, das 08h30 às 20h00.

Entrada: Gratuita.

Como chegar?

Você pode ir para a principal atração de Itaúnas andando, alias penso ser a melhor maneira.

Do centro da cidade até o “pé” das Dunas são 1,2 km, e depois mais 400 metros para andar até os bares e praia, ou seja, um total de 1,6 km, o que leva em torno de 25 minutos de caminhada.

0- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: Caminho para as dunas quando vamos a pé.

Muita gente vai de carro até a entrada das dunas, mas se estiver em temporada e a cidade cheia não compensa. Você não acha lugar para estacionar, e se acha tem que pagar em torno de R$ 5,00 a 10,00, e pode ser que fique longe ainda. Ainda tem o problema que para cruzar a ponte com o carro, pois só vai um lado por vez (revesa quem vem do parque e quem vai para o parque para cruzar a ponte) e em temporada é um inferno …rs.

0.1- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: Entrada para subir as Dunas.

Triste para os sedentários de plantão, mas para chegar até a praia precisamos cruzar as dunas, são 400 m sob um sol intenso, mas uma bela caminhada, onde cruzamos as dunas e a restinga por pequenas pontes e temos acesso a praia e aos bares. Não há outra maneira de chegar aqui. Portanto xô preguiça!! Ah não esqueça o chinelo, a areia é super quente.

3- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: As belas dunas.

2- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: Mais dunas – vista do bar.

4- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: Já na parte inicial das dunas em frente a área alagada e também a estrada onde ficam os carros estacionados.

1.1- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: As pontes que cruzam a restinga.

Um pouco sobre o Parque Estadual de Itaúnas… 

A sede do Parque fica bem no finzinho da cidade, no caminho para as dunas e um pouco antes da ponte que cruza o rio Itaúnas. Passe por lá antes de ir para entender o funcionamento do parque e pegar dicas. Vale a pena. Ainda tem uns animais empalhados e as crianças adoram.

O parque protege uma área litorânea de 3.500 hectares formada por diversos ecossistemas: mangues, praias, restingas etc… e sua principal atração são as Dunas. A cidade esta localizada entre o rio e o mar, portanto cruzar as dunas é o único meio de chegar a praia.

Na área da praia há 6 bares, todos são ótimos e tem porções deliciosas.

1- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: Cruzamento das dunas para chegarmos nos bares.

6- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: A praia não é aquela beleza toda. Esta região a água é meio barrenta, mas é uma delícia para nadar. A água é mais quentinha.

5- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: Praia lotada em um dia de festival de forró.

Não fiz nestes anos todos morando próximo, mas é possível fazer no parque:

  • Ciclismo.
  • Caminhadas.
  • Caiaque no Rio Itaúnas.
  • Visitar as ruínas da cidade antiga, que foi “engolida” pelas dunas. Não sei até hoje por que não fiz…rs.

2- Visitar o centrinho da cidade.

Não deixe de explorar bastante Itaúnas. É tão pequeninha que você vai poder conhecer tudo praticamente…rs.

Há várias lojinhas de artesanatos, bons restaurantes em época de temporada e muita comida típica.

Bem no centro há a Igreja São Sebastião, e um tronco de árvore de 15 metros de comprimento e 1 de diâmetro, que se tornou o símbolo da cidade. Antes era possível até atravessá-lo, mas agora esta cercado e não podemos mais.

7- Quero Mochilar Dunas Itaunas

Foto: As mas línguas, devido o povo alternativo que procura Itaúnas, diz que é um baseado gigante…rs.

Esta praça e frente a igreja fica lotada nas épocas de temporada.

Imagem Google: Navegue pelo centro de Itaúnas.

3- Dançar muito: Forró.

A cidade é nacionalmente conhecida como a capital do forró no mês de julho, quando acontece o Festival Nacional. O ritmo é muito popular entre os habitantes da vila, que hoje tem várias casas tradicionais que abrem durante o festival com atrações do país todo, que vem em busca de premiação, inclusive nomes consagrados desse gênero musical chegam a Itaúnas nesta época.

Além do forró, se você não é tão fã e esta mais atrás de farra, é possível escutar em Itaúnas reggae e MPB em alguns lugares.

Há várias casas de forró, mas as mais tradicionais são:

  • Buraco de Tatu
  • Forró de Itaúnas

Eu particularmente gostava mais do Forró de Itaúnas, o Buraco de Tatu era bem para os mais forrozeiros, lá é um show de dança, dá até vergonha de arriscar… rs. Tem que saber muito pra chamar alguém para dançar lá. Ela acaba que é a mais escolhida pelos pés de valsa do forró e por quem quem gosta mais do forrozão raiz.

  • Krepe Samba

Eu particularmente não curtia muito ir neste lugares de forró. Eu gostava mesmo era do Krepe Samba, um barzinho, que além de um excelente krepe leva bandas de MPB e Pop Rock que vão madrugada a fora.

É show de bola, muita musica boa, bebida gelada… me divertia muito lá!

Pagava geralmente R$ 5,00 a R$10,00 na época para entrar.

Dica para pobre: Não sei se ainda dá certo, mas se você chegasse antes da baladinha para comer o Krepe e já ficasse lá dentro não pagava esta taxa…rs.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

  • Pousadas: em torno de R$ 100 a R$ 150
  • Passeios de modo geral: Variam de R$ 20 a R$ 40 e de 2h a 4h.

Consulte a associação dos guias da cidade – Contatos no fim do post.

  • Entrada nos Forrós dependem do dia, mas ficava na média de R$ 15,00 a R$ 25,00 – Sem ser banda especial.
  • Alimentação: Lá você se vira de tudo quanto é forma, mas se quer comer bem, há ótimos restaurantes. Guarde uns R$ 50,00 para comer um dia uma bela moqueca com os amigos pelo menos antes de partir.

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR…

  • Moqueca Capixaba: Tire sua própria conclusão da rixa, se a melhor moqueca é a baiana ou capixaba. Eu recomendo: Restaurante do Cizinho.

Há moquecas de baiacus, não experimentei, mas dizem ser excelente.

  • Escondidinho de sururu: Imperdível.
  • Pastel de Cajú da dona Laurita: Mais exótico impossível.
  • Xiboquinha: Um tipo aguardente de cana, limão, mel, cravo, canela e pitadas especiais de erva doce e camomila – Muito bebida aqui, gelado e com limão é uma delícia. É doce. A mulherada adora!
  • Pescadinha frita: Melhor porção nos bares da praia.

 LIÇÕES APRENDIDAS.

1- A principal: Em Itaúnas você não encontrará bancos, caixas eletrônicos e nem postos de gasolina. Portanto abasteça antes de chegar a cidade e vá com o tanque o máximo possível.

2- A maioria dos hotéis e restaurantes estão aceitando cartão de crédito, mas é bom levar um bom dinheiro em papel e perguntar antes.

3- Vá com sua compra: A vila também não possui supermercados, apenas pequenos mercadinhos que não são baratos.

4- No geral os turistas que chegam à vila são pessoas que buscam maior contato com a natureza.

5- Lugar alternativo, é claro que tem área de camping por lá.

6- Chinelo: Use e abuse: Lembre que as ruas são de terra e o tipo de calçamento que mais vai usar.

7- Celular só pega melhor a vivo – prepare-se para um mundo off line!

8- O pôr-do-sol (ou nascer da lua) nas dunas é imperdível e os momentos mais procurados. O pessoal leva bebida e fica cantando e curtindo o momento. Infelizmente alguns deixam seu lixo, portanto não seja um deste, ok?

9- No ano novo, todos vão para as dunas nas queimas de fogos – e os porcos deixam muuuuito lixo. Uma tristeza!.

10- Não vá nas dunas descalços a areia é super quente.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS.

Fuso Horário: Horário de Brasília.

Voltagem: 110 V.

A VIAGEM CONTINUA…

Recomendo: Esta em Itaúnas? Então não deixe de conhecer este paraíso e 30 km.

Click aqui -> Praia de Costa Dourada – BA. 

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

QUEM PODE TE AJUDAR?

Quer programar caminhadas e tour – Procure: Grupo de Condutores Ambientais de Itaúnas.

Pergunte por eles no contato abaixo: Parque Estadual de Itaúnas.

  • Endereço: Av. Bento Daher, s/n, Caixa Postal 53, Vila de Itaúnas, Cep: 29.965-000
  • Tel: (27) 3762 5196; E-mail: pei@iema.es.gov.br

 Vai viajar? Planeje toda sua viagem com o Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS – PASSAGENS AÉREAS – RESERVAS

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

 

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »