Conceição do Mato Dentro – MG

INFORMAÇÕES DE: Abril de 2017.

ROTEIRO PARA: 1 dia.

TIPO DE VIAGEM: Viagem para curtir Feriado.

HOSPEDAGEM: Fiquei hospedado na roça de um amigo no distrito de Tabuleiro, à 20 km da cidade, e para quem quiser ficar mais próximos das atrações principais (cachoeiras) recomendo ficar neste distrito.

Devido ao grande fluxo turístico há uma boa infra estrutura hoteleira em Conceição do Mato Dentro e seus distritos. Você não terá dificuldade de encontrar a opção que caiba no seu bolso e expectativa, pois tem desde Hostel a Pousadas.

Aproveite e reserve seu hotel aqui com o Quero Mochilar, você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o blog no ar.

0 - Quero Mochilar - Conceição

Foto: A rocinha simples que fiquei hospedado em Conceição do Mato Dentro – Um lugar bem simpático e que trouxe uma sensação muito boa nos dias que aqui fiquei.

SOBRE

Uma cidade pequena de Minas Gerais no meio das serras e cercada de belezas naturais, assim eu descreveria Conceição do Mato Dentro.

Esta cidade de população em torno de 20 mil habitantes é considerada por muitos a capital do ecoturismo no estado e não é à toa, pois são muitas as atrações naturais que a região abriga, sendo a mais importante delas a Cachoeira do Tabuleiro – a maior do estado e a terceira do país.

Esta quantidade de atrativos naturais se dá principalmente pelo fato da cidade encontrar-se a 740 metros de altitude na vertente da Serra do Cipó da Cordilheira do Espinhaço. Com esta localização privilegiada Conceição ainda faz parte do roteiro do Circuito Estrada Real e do circuito de atrações da Serra do Cipó.

Em 2005 toda esta beleza foi reconhecida pela UNESCO e a cidade recebeu o título de âmbito internacional – Reserva da Biosfera para Educação, a Ciência e a Cultura.

Com tantas coisas para se fazer, andar pelas ruas de Conceição acaba não sendo uma prioridade, o que é uma pena, pois aqui estão lindas igrejas, capelas, mercados e muita história e é isso que quero mostrar neste post.

Como chegar?

O aeroporto mais próximo é o de Belo Horizonte, que fica a 167 km de Conceição do Mato Dentro.

O acesso por BH se dá pela rodovia MG-10, passando por Lagoa Santa e pela Serra do Cipó. Tem sinalização e não tem erro.

A viagem que fiz foi de Montes Claros e foram 400 km até o distrito de Tabuleiro, uma viagem de 5 horas e meia devido a quantidade de curvas.

O percurso de Montes Claros, começa pela BR-135 sentido Bocaiúva. Após Bocaiúva pegar a MG-451 rumo a Olhas d´Água. No final da MG-451 pegar a MG-367, sentido Diamantina. Você vai passar por Diamantina e seguir na MG-367 até encontrar o trevo de acesso a Datas, onde você vai pegar a MG 259 e irá seguir por ela até Serro, onde pegará a MG 010, daí é só seguir a MG-010 até a cidade de Conceição do Mato Dentro.

Importante lembrar que após Serro você irá pegar 65 km de estrada de terra, mas pode ficar tranqüilo que ela esta em ótimas condições.

Mapa: Caminho de Montes Claros e BH para Conceição do Mato Dentro.

Quando ir?

A cidade pode ser visitada durante o ano todo, mas se seu objetivo for conhecer os atrativos naturais e aproveitar as cachoeiras é melhor evitar o período de inverno, pois por ser uma cidade alta e rodeada por montanhas costuma fazer bastante frio. Em julho ocorrem registros de temperatura menores que 10 graus e no verão apesar da temperatura melhorar para curtir os atrativos naturais costuma chover muito, o que pode prejudicar seu roteiro.

É bom ficar alerta no mês de junho, pois entre os dias 13 a 24 de junho todos os anos é comemorado o Jubileu, o evento mais importante da cidade. Conceição é para Minas Gerais, a Aparecida do Norte dos Paulistas, com isso neste época do ano fiéis do Brasil todo devotos do Bom Jesus visitam a cidade em busca de milagres. Nesta época o setor hoteleiro acaba aumentando os preços e as vagas esgotam rapidamente.

ROTEIRO

Dia 01: A chegada.

Saíamos as 15h40min de Montes Claros e em torno de umas 21h00 estávamos em Conceição do Mato Dentro. Uma viagem tranquila e com pista boa, mesmo a de terra.

Antes de seguir para o distrito de Tabuleiro resolvemos procurar um lugar para comer algo. Seguimos rumo centro da cidade e encontramos antes mesmo de chegar um restaurante chamado Resenha, com ótimos petiscos e atendimento. Então ficamos por aqui mesmo e acabamos experimentando o famoso pastelzinho de Angu, um dos pratos tradicionais de Conceição.

1- Quero Mochilar - Conceição

Foto: Pastelzinho de Angu – Porção com 10 unidades por R$ 13,90 – Um ótimo jeito de chegar na cidade.

Após este lanche seguirmos ruma ao distrito de Tabuleiro, a 20 km de distância por estrada de terra, o que leva em torno de 45 minutos.

Dia 02: Conhecendo Conceição do Mato Dentro.

Planejei curtir o feriado de primeiro de maio na região, com isso tinha dois dias inteiros para desbravar as maravilhas de Conceição do Mato Dentro e seus distritos, pouco tempo, mas tentei otimizá-lo ao máximo.

A ideia inicial era curtir os atrativos naturais, mas acordamos no nosso primeiro dia com muito frio e para ajudar caía uma garoa, acabamos demorando para sair da cama para ver se melhorava o clima, mas como não melhorou e não conseguiríamos ir a Cachoeira do Tabuleiro, pois estaria fechada optamos por aproveitar este clima e conhecer a cidade.

Minha sorte é que tenho um amigo morador de Tabuleiro e que serviu de guia…rs. Abaixo listo as principais atrações que consegui conhecer nesta cidade encantadora.

O que fazer em Conceição do Mato Dentro:

Mapa: Localização das atrações que consegui conhecer na cidade.

1- Santuário do Bom Jesus do Matozinhos.

Eu recomendo iniciar seu tour pela cidade por aqui, por ser um pouco mais afastado das demais atrações e precisar de carro. De longe você já ira avistá-lo, pois esta em um lugar alto da cidade e o caminho esta sinalizado, então nem se preocupe que você chegará lá.

Sobre o Santuário

Entrada: Gratuita.

Um dos atrativos principais da cidade, onde anualmente no mês de junho há mais de 225 anos é comemorado o Jubileu, o mais importante evento de Conceição do Mato Dentro, onde fiéis do Brasil todo procuram o santuário em busca de milagres.

Construído inicialmente pelo bispo do Rio de Janeiro, Dom Francisco João da Cruz, a ideia era erguer um templo para a imagem do Cristo crucificado que ali existia e era tida como milagrosa. Sua benção inaugural ocorreu em 1750.

A população contribuiu na construção da calçada rústica que dá acesso à capela. Hoje o que vemos não é mais a construção original, pois em 1934, devido a degradação ela teve que ser demolida e foi reconstruída já com um formato mais moderno.

Um fato interessante contado pelo meu amigo guia…rs, é que as quartas feiras, as freiras neste monastério fazem atendimento fitoterápico a quem precisa.

3- Quero Mochilar - Conceição

Foto: O belo Monastério de Conceição do Mato Dentro visto como um todo. O Santuário é constituído de nave, capela-mor e sacristias laterais

4 - Quero Mochilar - Conceição

Foto: O detalhes das portas que dão acesso a igreja.

5- Quero Mochilar - Conceição

Foto: Seu interior é muito lindo, vale a pena conhecer.

6- Quero Mochilar - Conceição

Foto: Já que todo mundo pede seu milagre aqui, por que não aproveitar para pedir o meu?..rs.

7- Quero Mochilar - conceição

Foto: Visto mais de perto. lindo, não??

7.1- Quero Mochilar- Conceição

Foto: De dentro para fora.

7.2- Quero Mochilar - Conceição

Foto: A parte dos fundos.

7.10- Quero Mochilar- Conceição

Foto: Na parte dos fundos fica o salão de velas. Pena que eu não sabia e com isso não levei nenhuma, mas olha que ótima dica pra você que ainda não foi…rs.

E daqui, você tem uma bela vista para Conceição.

7.11.0 - Quero Mochilar - Conceição

Foto: Vista para Conceição do Mato Dentro do Santuário Bom Jesus.

7.11- Quero mochilar - Conceição

Foto: Lá esta ela, a Matriz da cidade entre as árvores.

8- Quero Mochilar - Conceição

Foto: A Capela de Nossa Senhora do Rosário, construída pelos escravos.

Daqui, fomos passar em frente a uma das principais atrações da cidade a Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

2- Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Esta Matriz é um dos maiores patrimônios arquitetônicos da cidade. Construída no início do século 18, por Gabriel Ponce, sua construção norteou a ocupação em seu entorno e isso fez e faz com que ela seja a referência da comunidade, além de abrigar a padroeira do município, também trazida por Ponce de Itu, São Paulo.

Mesmo tendo passado por vários trabalhos de reparo e restauração, em 1948 ela foi tombada como patrimônio pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que também executou obras de restauração da igreja. Atualmente esta fechada e em obras, não sendo possível sua visita interna, mas com certeza vale a pena.

9- Quero Mochilar - Conceição

Foto: Matriz infelizmente em obras.

3- Antiga Casa de Câmara e Cadeia.

Descendo a rua da matriz você ira encontrar esta interessante construção de 1840, que já serviu de cadeia para a cidade.

10- Quero Mochilar - Conceição

Foto: No caminho você encontrará esta bela escultura do artista local Paulo Virgílio.

Quando a vila de Conceição do Mato Dentro foi elevada à categoria de vila, sua população levou 2 anos construiu o sobrado de adobe e madeira que seria à Câmara Municipal.

Durante o século 19, este sobrado serviu de sede não só para a Câmara, mas também para o Fórum e a cadeia pública.

Atualmente, o edifício colonial é utilizado como sede da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Espinhaço (AMME) e da Secretaria Municipal de Educação.

14- Quero Mochilar

Foto: Formato quadrangular e cobertura em quatro águas e tacaniça, com beirais de cimalha de madeira.

Podemos visitar e conhecer esta simpática edificação somente por fora. Ainda próximo daqui você irá encontrar um Chafariz bem antigo e de grande importância para a cidade.

4- Chafariz da Praça Dom Joaquim.

Construído por iniciativa do cônego Bento Alves Gondim e do comendador Joaquim Bento Ferreira Carneiro, coube a José Caetano sua construção.

Este belo Chafariz de 1825 é todo feito em pedra sabão, possui uma coluna de 3,30m de altura torneado em duas partes, onde na parte de baixo estão 4 carrancas em figuras de vulto, sustentando nas suas costas um pedestal onde esta um guerreiro guarani.

11- Quero Mochilar - Conceição

Foto: O chafariz – Achei que poderia esta mais bem cuidado. As carrancas são figuras nuas suspensas no ar e abrindo a boca com ambas as mãos, por onde jorrava água. O índio, no alto, com as mãos na cintura e olhar para o alto, está vestido com pequeno saiote e manto que rasteja até os pés e adornado com colar, brincos de argola e cocar de plumas.

Este Monumento é um dos mais belos exemplares do gênero existentes em Minas Gerais, por isso foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

11.1- Quero Mochilar - Conceição

Foto: Inaugurado em 22 de abril de 1825  –  veio para substituir o velho pelourinho que ali existia desde 1719.

5- Capela da Nossa Senhora do Rosário.

Esta capela iniciou sua construção em 1728 e foi erguida por escravos, sendo que a autoria da obra é até hoje desconhecida. Sua construção se deu para que os negros pudessem expressar sua religiosidade, pois na época os mesmos eram proibidos de frequentar a igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição.

Inaugurada em 1730, ainda sem ornamentação. As obras de talha e de douramento foram contratadas em 1745, mas somente foram concluídas décadas depois. Foi restaurada em 1940, em 1954 e em 2003.

Ela não estava aberta neste dia, e acabamos  não entrando, mas só de aproveitar sua vista para o Santuário de bom Jesus, já valeu a pena a passada por lá.

13.4- Quero Mochilar

Foto: Em frente a bela Capela dos escravos.

13.3- Quero Mochilar

Foto: A Capela mais uma escultura recente do artista da cidade Paulo Vigílio.

IMG_3545

Foto: Um Beijinho no coreto… não dá para resistir…rs.

13- Quero Mochilar - Conceição

Foto: Bela praça, mais interior que isso impossível.

13.1- Quero mochilar - Cocneição

Foto: Do coreto com um pouco de zoom, temos uma bela vista para o Monastério da cidade.

13.2- Quero mochilar

Foto: A capela vista do Coreto.

6- Mercado Municipal Maurílio Lages.

Horários: Sábados e domingos de manhã.

Colado na Igreja de Nossa Senhora do Rosário, logo atrás dela esta o Mercado Municipal, uma edificação em pavimento único de 1931.

Como sempre digo, não há lugar melhor para se conhecer a cultura de um lugar que seu mercado, e aqui não é diferente.

Pena que no dia que passei ele ja´estava fechado, pois era mais de meio dia, mas este mercado e pelo que conversei me aparentou ser bem organizado, e deve ser um lugar ótimo para comer o pastel de angu.

12- Quero Mochilar - COnceição

Foto: Mercado da cidade. Como podem ver, logo atrás da capela do Rosário.

7- Capela Santana.

Sabe-se pouco sobre a construção desta simpática Capela construída no ano de 1744, em um terreno no alto da colina da Santana no antigo arraial do Vintém, doado por Gabriel Ponce.

Na época da mineração ela acabou ficando abandonada tendo que ser reconstruída entre 1880 e 1886, mas manteve-se nesta reconstrução a volumetria original do templo.

No seu entorno foram formados os bairros Santana, Cruzeiro e Vintém. Além da capela esta região atrai turistas que procuram  artesanato em couro, pois há algumas fabricações deste ao seu redor, e seus valores são bem em conta além de terem muita qualidade. Passei em uma destas fábricas caseiras, no caminho para o Cruzeiro da Forca, mas não tinham muito produtos então não vi muita coisa, e segundo o dono a demanda tinha caído muito, junto com o turismo neste últimos anos.

15- Quero mochilar Conceição

Foto: Capela Santana.

Daqui subimos a pé para o Cruzeiro da Forca.

8- Cruzeiro da Forca.

Este Cruzeiro está localizado no ponto mais elevado do conjunto urbano da cidade, em platô. Seu acesso mais fácil é a partir do centro da cidade, pela ladeira da Santana, seguindo a avenida Rio Branco, que se inicia na parte posterior da capela Santana.

Neste lugar antigamente ficava a forca para escravos e criminosos. Não se sabe ao certo quando foi retirada a forca e instalado em seu lugar o cruzeiro, mas creem que foi no século 19.

17- Quero mochilar

Foto: A praça onde fica o cruzeiro da Forca.

Este cruzeiro, de madeira Braúna, de nada difere de outros existentes em demais cidades. Nele estão fixados elementos que retratam objetos e utensílios utilizados na paixão e morte de Jesus Cristo, como martelo, escada, chicote, etc.. Tudo encimado pela figura do galo, numa referência à passagem bíblica do galo que cantou três vezes quando Cristo era negado pelo apóstolo Pedro.

16- Quero Mochilar

Foto: Detalhes dos objetos do cruzeiro.

Terminamos esse tour num bar/ restaurante self service chamado Bar Escritório, lugar simples, aconchegante, comida saborosa e com preço muito bom.

Daqui fomos para a cachoeira Rabo de Cavalo onde continua no próximo post.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

Orçamento para o dia: R$ 76,49 / dia / pessoa – Sem hospedagem.

Sendo:

– R$ 28,39 Gasolina / dia / pessoas para 3 dias (incluindo viagem ida e volta) e 4 pessoas no carro.

– R$ 15,28 de almoço em Conceição.

– R$ 8,57 Compras em comum para trilhas e café da manhã.

– R$ 24,25 – Gasto com bebidas alcoólicas.

Este são meus gastos diários de uma viagem de três dias na cidade sem hospedagem.

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR:

Além do frango caipira com quiabo, feijão tropeiro e o queijo da cidade o principal prato da culinária de Conceição do Mato dentro é o Pastel de Angu.

Um pastel cujo a massa parece uma polenta, e possui recheios de vários sabores.

RESUMÃO QUERO MOCHILAR – Um resumo pronto para impressão para ajudá-lo na sua viagem.

Resumão Conceição do Mato Dentro

A viagem continua…

Próximo Relato: Parque Estadual Serra do Intendente.

Recomendo: Diamantina.

Milho Verde – MG.

LIÇÕES APRENDIDAS:

  1. Deixe para conhecer a cidade na sua volta, e curta os atrativos naturais primeiro. É rápido, e em umas duas horas você consegue passar por estes lugares.
  1. Conceição como qualquer outra cidade pequena é bem tranquila, mas por orientação de moradores da cidade decidimos não conhecer um atrativo próximo da cidade chamado Salão de Pedras, pois falaram que estavam ocorrendo assaltos a carros e pessoas neste lugar. Orientaram a não ir sozinho ou em casal neste lugar, prefira ir com mais pessoas ou guias.
  2. Penso que o ideal seria explorar o centro a pé mesmo, mas devido o clima e a pressa, pois queríamos ainda ir em uma cachoeira bem afastada, acabamos fazendo tudo de carro, e esse passeio foi rapidinho.
  3. Com exceção do Cruzeiro da Forca, Santuário Bom Jesus do Matosinho e igreja Santana, os outros lugares pode fazer tudo a pé, pois são mais centrais
  4. Há mais atrações no site da prefeitura, que você pode encontrar mais detalhes e contatos para montar seu roteiro.
  5. As atrações naturais nesta cidade são várias, e também no site abaixo você irá encontrar várias informações sobre todas elas. 

QUEM PODE TE AJUDAR?

Secretaria Municipal de Turismo
Praça João Paulo, nº 07 – Centro – CEP: 35.860-000
Telefone: (31) 3868-2223 – Telefax: (31) 3868-1219
Horário de atendimento: 8h às 17h

Site da prefeitura: http://cmd.mg.gov.br/

Então meu amigo… Gostou do Post?? O Quero Mochilar te ajudou em algo??

Então não esqueça de deixar o seu comentário, isso vale muito para o site e não custa nada.

 

 

  1. pastel de angu!!! ooo delicia! comi agora quando fui para BH, amei!
    adorei o post, achei essa cidade muito lindinha, nao conhecia, nunca ouvi falar de conceição do mato nem de Tabuleiro.

  2. Marthon, que legal!
    Estou em Minas na casa da minha família e mostrei o post para as minhas tias… Elas amaram o Santuário do Bom Jesus do Matozinhos, e já querem conhecer!
    Adoramos!

  3. Rogério says:

    Adorei as fotos deste lugar, principalmente do santuário, é muito lindo! Eu não sabia dessa beleza histórica. Parabéns Marthon, muito legal!!!

  4. Marthon, adorei o post! Não conhecia essa região de Minas, mas achei muito graciosa. Adoro essas igrejas tão históricas, sem falar nessa culinária sensacional mineira. Esse pastel de angu abriu o apetite!!! Grande abraço.

  5. Que cidade charmosa! As cidades mineiras têm um charme especial, né? Concordo plenamente com você com o fato de não deixar de provar o pastel de angu! Comi em Tiradentes e fiquei apaixonada! hahahaha

  6. Que viagem legal, acho muito show essas cidadezinhas assim do interior do interior hehehe, nem sabia que existia conceição do mato dentro, achei muito interessante, esse mercadinho então é um charme pena que estava fechado, queria ver o interior dele como disse “quer conhecer a cultura do lugar, vá sempre ao mercado”. post excelente parabéns

  7. Gente, acho que você mora uma vida em Minas e não consegue conhecer tudo de lindo que esse estado tem, né? Muito bacana!!

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »