Foz do Iguaçu – PR

INFORMAÇÕES DE: Maio de 2014.

ROTEIRO PARA: 1 dia.

TIPO DE VIAGEM: Viagem em feriado prolongado.

HOSPEDAGEM: Em casa de amigo.

Aproveite e reserve seu hotel no bookin.com aqui com o Quero Mochilar, você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o blog no ar.

SOBRE

Foz do Iguaçu é uma cidade paranaense de 260 mil habitante conhecida internacionalmente pelas Cataratas do Iguaçu, uma das vencedoras do concurso que escolheu as 7 Maravilhas da Natureza, e pela gigante Usina Hidrelétrica de Itaipu -a segunda maior do mundo em tamanho e primeira em geração de energia- que em 1996 foi considerada uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno.

Com tanta beleza e grandeza Foz foi eleita pela revista Exame em março de 2014, como o terceiro destino de turistas estrangeiros no país e o primeiro da região sul.

Próxima a uma região chamada de tríplice fronteira, Foz se torna uma cidade ainda mais interessante, pois podemos daqui facilmente conhecer o Paraguay e a Argentina, além de que a cidade ainda tem várias outras atrações além das cataratas, sendo um destino perfeito tanto para aventureiros como famílias e crianças.

17- Quero Mochilar Foz

Como chegar?

Sendo um dos destinos mais procurados do Brasil acesso aqui não é o problema, Foz esta bem servida em rodovias e possui aeroporto internacional.

Em relação a capital do estado – Curitiba – Foz esta a 640 km, e quem escolhe o carro de opção o acesso principal é pela BR-277, que corta todo o estado do Paraná.

Andar por Foz é bem simples, pois as ruas são bem sinalizadas e estão em ótimo estado de conservação.

O Aeroporto é pequeno e esta a 10 km do centro da cidade e faz vôos nacionais e internacionais.

IMPORTANTE –  Aeroporto: Por estar em uma região de tríplice fronteira e existir muito contrabando e compra de produtos sem nota fiscal o aeroporto é bem mais rígido com o que estamos acostumados.

Aqui antes do embarque, o passageiro tem que fazer os trâmites de alfândega e passar seus pertences pelos raios X. No caso de a pessoa fazer compras por via terrestre, como ocorre em Cidade do Leste, o limite é de US$ 300, e se você ultrapassou este limite tem que informar na polícia Federal – É na prática ninguém faz isso, mas se for pego e não ter feito você perderá seu produto, e ai amigo não tem choro nem vela.

Quando ir?

Foz do Iguaçu pode ser visitada o ano todo, mas sua principal atração – as Cataratas – estão diferentes ao longo do ano, e se seu objetivo for contemplá-las é bom pesquisar antes de ir, apesar que aquela maravilha em qualquer época é fantástica e vai te encantar.

Caso você queira ver as quedas d’água em seu máximo de água, é recomendado ir no verão; mas se gostaria de ver a beleza de quedas d’água mais definidas e limpas, o melhor é ir durante o inverno. Se não puder escolher a data da viagem, não se preocupe: as cataratas são um espetáculo incrível em qualquer época do ano.

Por estar no sul do Brasil, no inverno a temperatura média é de 18ºC, e chove menos, diferente do verão que, além de chegar a uma temperatura média de 26ºC, chove muito, aumentando a vazão das cachoeiras.

Os meses de setembro e outubro, são meses com alto índice pluviométrico e temperaturas razoáveis.

Importante ressaltar que o mesmo preceito das chuvas vale para quem quer ver as comportas de Itaipu abertas – as chances são maiores no verão.

Segurança.

Foz não costuma enfrentar problemas graves de segurança, o importante é seguir o bom senso de sempre em relação a segurança no Brasil.

ROTEIRO

O que fazer em Foz do Iguaçu?

Quando estive em Foz fui em um feriado prolongado, cheguei no aeroporto na quarta feira a noite e tive 3 dias inteiros para aproveitar a região.

Como fui visitar uma amiga dos tempos de faculdade e que é da região, não precisei de planejamento prévio, e meu roteiro foi bem otimizado, com as principais atrações da cidade e ainda Paraguay e Argentina.

Mas eu precisava de um dia a mais nesta cidade tão especial, pois muita coisa ainda ficou sem fazer. Vou relatar apenas os principais pontos turísticos da cidade, que foi o que deu tempo de conhecer e são os principais e imperdíveis.

Para ajudá-los em seu planejamento segue o mapa com as principais atrações da cidade.

 Mapa com as principais atrações de Foz do Iguaçu:

Roteiro:

Roxo -> Atrações na Itaipu.

Verde -> Atrações no Parque Nacional das Cataratas do Iguaçu.

Azul -> Atrações da cidade.

Vermelho -> Tríplice fronteira.

Agora vamos lá… conhecer as principais atrações de Foz do Iguaçu.

1- Itaipu Binacional.

Horário de funcionamento: Diariamente das 8h00 às 17h00.

Entrada: R$ 13,00 (Meia entrada estudante – passeio escolhido vista panorâmica). O preço vai depender do passeio escolhido, os valores estão no link para o site logo abaixo.

Todos estes passeios podem ser reservados pelo site https://www.turismoitaipu.com.br/. Lembrando que se sua visita for em uma época de feriado é bom fazer compr on-line neste mesmo atalho com alguns dias de antecedência.

Esta imensa hidroelétrica, a maior geradora de energia do mundo é sem sombra de dúvida um passeio imperdível na cidade.

A usina também é a prova da boa relação entre Paraguai e Brasil, que dividem a energia produzida pelas 20 turbinas, e também dividem os funcionários que aqui trabalham.

Esta obra foi a responsável pelo crescimento de Foz, pois foi preciso em torno de 40 mil trabalhadores para execução do projeto.

São inúmeras as combinações de passeio para conhecer a usina, sendo os principais:

1- Visita panorâmica (45 min de duração);

2- Circuito especial (2h30 de duração);

3- Iluminação noturna da barragem, quando, num jogo de luzes a enorme barragem se ilumina e causa grande impacto, este é um passeio rápido.

Eu acabei fazendo a visita panorâmica, que mostra uma visão geral do lugar, mas gostaria mesmo era de ter feito o circuito especial e completo, que permite uma visita interna guiada pelos mecanismos de controles da hidrelétrica. Só que este passeio requer uma reserva com antecedência e como fomos lá sem planejar e em um feriado não teve como fazer e tivemos que nos contentar com a panorâmica mesmo, que também foi o máximo.

O passeio panorâmico tem duas paradas de dez minutos para fotos, você observa o lado externo da hidroelétrica e o lago, na parte de cima, além de passar pelas enormes turbinas.

12 Quero Mochilar Foz

Foto: Lá vamos nós rumo a gigante…

2 Quero Mochilar Foz

Foto: Foto praxe – todo mundo tem!

3 Quero Mochilar Foz

Foto: As comportas estavam fechadas e esta é a primeira parada do passeio.

4 Quero Mochilar Foz

Foto: Uma escultura doida na primeira parada…rs.

5 Quero Mochilar Foz

Foto: A usina mais de perto.

6 Quero Mochilar Foz

Foto: Passando pelas enormes turbinas, são 20 ao todo.

7 Quero Mochilar Foz

Foto: Na foto não dá pra ver o quanto elas são enormes.

8 Quero Mochilar Foz

Foto: Visto de cima – o ônibus é aberto e podemos admirar toda a usina.

9 Quero Mochilar Foz

Foto: Tudo muito lindo e organizado aqui dentro.

10 Quero Mochilar Foz

Foto: Mais um pouco desta usina incrível que pertence ao Paraguay e Brasil, 50% da energia de cada pais, sendo que o Paraguay usa somente 8% desta energia, e o restante vende ao nosso pais.

11 Quero mochilar Foz

Foto: Belos caminhos pelo passeio.

2- Cataratas do Iguaçu.

Horário de funcionamento: Diariamente das 9h00 às 17h00.
Entrada: R$ 30,00 – Não aceita carteirinha de estudante.

Confira as informações atualizadas e compre ingresso no site: http://www.cataratasdoiguacu.com.br/

Sobre as Cataratas

As Cataratas são formadas pelas águas do rio Iguaçu, que nasce em Curitiba e significa água grande em tupi-guarani (Y -“água“, “rio“ e guasu ou guaçu -“grande“). A origem das Cataratas data de cerca de 150 milhões de anos atrás, e ela possui 275 quedas d’água. A vazão média anual do rio Iguaçu, na área das Cataratas do Iguaçu é de 1.413 m/s, porém, apresenta no mês de maior volume, em outubro, um volume d’água em torno de 2.506m/s, em abril, o mês de menor volume, 1.326 m/s.

Somente no meu segundo dia na cidade fui conhecer as cataratas, que realmente é incrível. Não tenho dúvida que este foi um dos lugares mais incríveis que já visitei na vida e é um daqueles lugares que olhamos e nos dá orgulho de ser brasileiro e dizer que isso tudo é nosso, e claro, dos hermanos também…rs.

Na época que fui, tive a sorte de pegar uma das maiores vazão das cataratas que apesar de não estar com aquela cena de cinema de tanta beleza, a mesma era de uma força que encantava todos com seu volume monstruoso de água que soava com uma força ensurdecedora… show!!!

29 Quero Mochilar foz

Foto: Portaria de acesso ao Parque.

Na portaria, a fila para comprar ingresso estava enorme e levei uns 20 minutos para conseguir comprar, por isso recomendo a compra com antecedência pelo site, assim você vai ganhar um tempo e pegar uma fila especial.

Após comprarmos o ingresso há um ônibus que leva você até próximo a entrada das cataratas.

O parque é bem sinalizado e estruturado, e o passeio (básico), nem é tão pesado, super tranqüilo de fazer.

Quando descemos do ônibus já vemos as magníficas cataratas, e daí é só seguir a trilha.

13 Quero Mochilar Foz

Foto: A primeira imagem que temos ao descer do ônibus.

14 Quero Mochilar Foz

Foto: Izabela, minha amiga-guia… excelente por sinal..rs.

15- Quero Mochilar Foz

Foto: E com uma vazão histórica o banho já começa aqui…rs.

A trilha das cataratas tem uma caminhada moderada em torno de 1,2 km de extensão. Daqui vocês tem uma visão panorâmica do conjunto de 275 quedas d’água que formam as Cataratas do Iguaçu.

Há no caminho vários mirantes de contemplação que permitem uma visão mais próxima de alguns saltos.

16- Quero Mochilar Foz

Foto: Muita umidade no ar.

17- Quero Mochilar Foz

Foto: Com tanto vapor, são vários os arco íris.

17.1 Quero Mochilar Foz

Foto: Com certeza você irá ver um arco íris por lá… não se preocupe!

18 Quero Mochilar Foz

Foto: Olha a força disto!!! O barulho que faz é demais…

19- Quero Mochilar Foz

Foto: Feliz da vida por estar em um lugar como este.

19.1 Quero Mochilar Foz

Foto: Chegar bem perto tem seu preço…rs.

20- Quero Mochilar Foz

Foto: Você vai se encharcar, não se estresse.

Caminhando pela trilha é possível observar algumas espécies da fauna e da flora do Parque, como os quatis, que são muuuuitos.

26 Quero Mochilar Foz

Foto: Estão por todos os lados atrás de comida…rs.

Ao final da trilha, você chega ao acesso à garganta do Diabo, a mais deslumbrante das quedas, com aproximadamente 90 metros de altura e de uma força anormal, o barulho é de tirar o fôlego.

21- Quero Mochilar Foz

Foto: Dá pra ficar até desconfiado que estas passarelas aguentam mesmo tamanha força, mas sim, elas aguentam.

22- Quero mochilar foz

Foto: Mais belas paisagens.

23- Quero Mochilar Foz

Foto: A passarela para a garganta do Diabo – É tanta água que nem saiu uma foto legal de lá…rs. Não dava nem para ver direito também, mas serviu para sairmos ensopados e foi refrescante…rs.

24- Quero Mochilar Foz

Foto: Muita água, não?

25 Quero Mochilar Foz

Foto: Mais um lugar top do nosso Brasil.

Vou ressaltar, compre uma capa de chuvas se não gostar de água, pois você ira se molhar, eu fiquei ensopado…rs. A melhor coisa é comprar a capa dos ambulantes do lado de fora que é mais barato, no próprio estacionamento e antes mesmo de chegar na portaria, acabei não comprando, e me arrependi, apesar que foi o máximo ficar molhado…rs.

Caso vá para conhecer somente as cataratas este é um passeio curto de meio dia, mas há várias ouras opções de passeios aqui e ficar um dia todo é uma ótima pedida para mim, e hoje se voltasse faria isso, ficaria um dia todo só aqui.

27 Quero Mochilar Foz

Foto: Em 1916 , quando tinha 43 anos, Alberto Santos Dumont, o Pai da Aviação, visitou as Cataratas do Iguaçu. Ele se hospedou num pequeno hotel próximo às quedas, “filial” do Hotel Brasil, que funcionava em Foz do Iguaçu. Os dois hotéis eram construções simples, de madeira, mas por muitos anos era neles que se hospedavam visitantes com disposição para enfrentar mais de seis horas de carroça, no percurso entre a cidade e as Cataratas. Em seu livro “Retrospectos Iguaçuenses – Narrativas históricas de Foz do Iguaçu”, a pioneira iguaçuense Otília Schimmelpfeng conta que o hotel nas Cataratas pertencia a Frederico Engel, que recepcionou Santos Dumont e o acompanhou na visita às quedas.

Mais tarde, ele contava que Santos Dumont não hesitou em subir num tronco de árvore, que havia caído sobre as quedas, e foi à beira do abismo para apreciar em sua plenitude a visão da Garganta do Diabo. Extasiado com tanta beleza, ele ao mesmo tempo se revoltou ao saber que tudo aquilo pertencia a um particular, o uruguaio Jesús Val.

Usando toda sua influência, Santos Dumont conseguiu que o governo da então Província do Paraná desapropriasse as terras, declarando-as de utilidade pública. Bem mais tarde, em 1939, o governo federal criou o Parque Nacional do Iguaçu.

Em 1979, foi inaugurada uma estátua de Santos Dumont perto do local que ele havia visitado 63 anos antes. Muitos turistas posam para fotos junto do Pai da Aviação.

(Fonte: http://fozdoiguacudestinodomundo.com.br/novidades/santos-dumont-%C3%A9-um-dos-pais-do-parque).

28 Quero Mochilar Foz

Foto: A garganta do Diabo vista de longe – Este lugar é onde caem várias quedas, sendo o maior volume de água das cataratas e de uma força sem explicação.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

 Orçamento para o dia: R$ 120,00 – Sem hospedagem.

Detalhes: Entradas: R$ 13,00 Itaipu + R$ 30,00 – Foz.

Alimentação e lanches: R$ 65,00.

Gasolina: Deslocamento Medianeira – Itaipu – Cataratas – Medianeira: R$ 12,00 (Dividido para 4 pessoas).

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR:

 Comida árabe: Tem uma comunidade árabe na cidade e procurar por seus restaurantes pode ser uma ótima experiência gastronômica na cidade.

Lugar legal que fui: Beduínos e Bet Empagad.

Zeca do Espetinho

A viagem continua…

Próximo Relato: Ciudad del Este – Paraguay.

Newsletter: Assine nossa newsletter na caixinha ai ao lado, assim você receberá notificação em primeira mão de todos os posts publicados pelo Quero Mochilar, e ainda terá acesso a cupons de desconto para nossos produtos.

LIÇÕES APRENDIDAS:

1- Aeroporto: Os táxis têm valores tabelados (R$ 45,00), ônibus (R$ 2,65) ou translados com empresas (R$ 20). Há também a opção com o transporte da Loumar Turismo, que tem diversos horários diários (R$ 20).

2- Levar capa de chuva: Você ira se molhar mesmo que não chova, pois é inevitável o vapor das cataratas. Vá ao parque com capa de chuva, mas saiba que, ao fazer os passeios de barco, as proteções são praticamente inúteis. Molhar-se faz parte do passeio e não incomoda, e compre a capa na portaria antes de entrar que é mais barato.

3- Foz recebe turistas durante o ano todo, mas, principalmente, nos meses de férias (julho, dezembro e janeiro) férias escolares. Independentemente da época do ano, nos feriados as atrações lotam sendo necessário reservar hotel com antecedência; afinal, mesmo que a época, aparentemente, não seja forte para o turismo, constantemente a cidade é palco de seminários e eventos profissionais.

4- Não se apegue em indicações de restaurantes e passeios, pois muitas pessoas ganham comissão pelas indicações, por isso sugerem lugares por interesse próprio e nem sempre porque realmente são legais para o turista.

5-  No inverno, vá preparado para bastante frio e no verão, abuse de roupas frescas. Não esqueça roupas e tênis confortáveis para fazer caminhadas, principalmente no dia de visitar o Parque Iguaçu.

6- Outras atrações na cidade que não consegui conhecer e que se você tiver um tempinho a mais pode se programar: Parque das aves, mesquita muçulmana e templo budista.

7- Se gosta de aventura programasse para ficar um dia todo no parque, que você ainda pode fazer os passeios: 1- Macucu (passeio de barco nas cataratas – Só lembrando que na Argentina este passeio tem um valor 3x menor), 2- Trilha do poço preto e 3- trilha das bananeiras, além de voos de helicóptero.

QUEM PODE TE AJUDAR?

Site do Parque: http://www.cataratasdoiguacu.com.br/atrativos-do-parque/

Mais atrações na cidade e região: http://www.visitefoz.com.br/

 

  1. Ana says:

    Post muito legal e com muitas dicas sobre esse lugar fora do normal! a natureza é espetacular mesmo

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »