Morretes – PR

Escondida nas belas paisagens da Serra da Graciosa está a pequena Morretes, uma cidade super aconchegante, mas que ficou famosa não só pelo seu charme, mas principalmente por sua gastronomia. Uma combinação de beleza natural, diversão e boa comida, quer mais o que? Não é á toa que este é o melhor bate e volta da capital do estado.

INFORMAÇÕES DE: Maio de 2016.

ROTEIRO PARA: 1 dia.

TIPO DE VIAGEM: Bate e volta de Curitiba.

HOSPEDAGEM: Fui em um bate e volta, mas hospedagem por aqui não será problema.

Precisando escolher um lugar para ficar? Consulte e reserve sua estadia pelo BOOKING.COM nos atalhos do blog, estas reservas viram pequenas comissão, VOCÊ NÃO PAGARÁ NADA A MAIS POR ISSO, e estará ajudando o Blog a se manter no ar, monetizando este trabalho e rendendo ótimas dicas para você.

SOBRE MORRETES

Morretes é uma pequena cidade paranaense, com aproximadamente 16 mil habitantes, cujo nome se deve ao fato de estar cercada por morros de pequenos tamanhos, que antigamente eram denominados morretes.

Próxima a Curitiba, Morretes se tornou o melhor bate e volta de quem está na capital, principalmente entre aqueles que curtem uma boa gastronomia e gostariam de conhecer o sabor do Paraná.

Com vários ótimos restaurantes servindo excelentes pratos típicos, como o mais famoso deles – o barreado – este bate e volta é também muito usual entre os curitibanos, que nos finais de semana vão a cidade com o objetivo de comer bem.

A cidade além de ser boa de prato é também super charmosa com muitos casarões antigos preservados na beira do rio, dando um toque todo especial ao lugar.

5- Quero Mochilar Morretes

Como chegar?

As três maneiras mais tradicionais de se chegar a cidade partindo de Curitiba são:

1- Carro pela BR-277: Pegar a BR partindo da capital no sentido para o litoral. Quando terminar de descer a Serra do Mar, pegar a estrada PR-408 na saída 29.

Esta viagem dura em torno de 1 hora – São 70 km de distância.

Vantagem: Opção mais barata, rápida e você faz seu tempo.

2- Carro pela BR-116: Há também a opção de descer de carro pela estrada da graciosa pela BR 166. Seguir sentido São Paulo até pegar a PR-410, andar por mais alguns quilômetros até chegar a PR-411, e daqui descer a serra até a cidade de Morretes.

A distância é quase que a mesma, 73 km, só que devido as curvas em meio à mata atlântica, acaba levando um pouco mais de tempo para chegar. Não sei como é a condição desta estrada, portanto tente descobrir antes de encará-la.

Vantagem: Paisagem mais bonita.

Desvantagem: Mais cansativa e perigosa.

3- Trem pela Estrada da Graciosa – Os trens saem da Rodoferroviária de Curitiba diariamente as 8h15, e a volta da estação de Morretes às 15h00.

Descendo de trem :  São 110 quilômetros viajando pela maior área preservada de Mata Atlântica e por uma ferrovia histórica com 130 anos. A operadora do trecho é a Serra Verde Express. Como a viagem leva pelo menos, três horas, a melhor opção é optar por um pacote turístico e fazer só um trecho de trem e voltar de carro.

Quando ir?

Na maior parte do ano devido a sua localização a cidade tem um clima frio, principalmente durante o inverno, o que não é problema nenhum, pois Morretes combina muito com dias nublados e chuva e isso não irá estragar seu passeio.

Durante o verão a cidade pode ser bem quente e por estar localizada entre montanhas e muita vegetação a sensação de calor aumenta.

Por tanto época do ano e clima não é problema para ir comer um delicioso barreado e Morretes pode ser visitada o ano todo.

Consulte histórico e mais informações climáticas da cidade: Aqui

Segurança.

Atenção principalmente para aqueles que vão carro, pois o maior cuidado que temos que ter são com as estradas e suas curvas, portanto respeite as sinalizações de limite de velocidade e dirija com responsabilidade.

Há também muita neblina na região, então cuidado redobrado, faróis normais e de neblina acesso em 100% do tempo.

A pista molhada também pode deixar as estradas e suas curvas ainda mais perigosas.

ROTEIRO

Morei 5 anos em Curitiba e poucas vezes fui a Morretes, afinal nesta época eu era um estudante e estudante nunca tem dinheiro, não é? rs..

Agora voltei como turista da última vez, e novamente foi um prazer, com isso, vou descrever o que é imperdível nesta cidade que é o bate e volta mais legal da capital paranaense.

O QUE FAZER EM MORRETES?

Quando saímos da BR-277 e vamos começar a descer a serra, a entrada já é especial e merece uma foto.

1- Quero Mochilar Morretes

Foto: Entrada para Morretes – A partir daqui começa a descida da serra.

A descida da serra é linda, no meio da mata fechada, cheio de verde, árvores enormes, até que logo chegamos a cidade.

Morretes é bem pequenininha e na beira de um rio, o rio Nhundiaquara. e é nesta beira de rio onde estão as principais atrações e restaurantes da cidade.

O QUE FAZER EM MORRETES?

1- EXPLORE A CIDADE.

Antes de almoçar, pois se você for como eu, vai comer muito e não vai querer andar depois…rs, explore a cidade. Aproveite para passear pelo centro histórico, observar os casarões, a ponte de ferro e etc…

3- Quero Mochilar Morretes

Foto: A ponte que cruza o rio Nhundiaquara.

2- PASSEAR PELAS BARRAQUINHAS LOCAIS.

Próximos ao rio estão instaladas várias barraquinhas de artesanato e lojas com todos os tipos de produtos e souvenirs.

Você encontrará artesanato em pedra, madeira, muitos produtos trabalhados com fibra de banana, junco ou taboa.

As barraquinhas são ótimos lugares para comprar aquelas lembrancinhas para os amigos. Aqui há vários tipos de compotas, cachaça e licores.

Morretes é conhecida pelo cultivo de bananas, e aqui você vai encontrar todos os tipos de produtos possíveis como: Banana-passas, banana-chip, licor de banana, cachaça de banana e as famosas balas de banana, esta última a melhor das lembrancinhas que pode levar de Morretes para seus amigos e família.

3- ALMOÇAR EM UM DOS ÓTIMOS RESTAURANTES.

Há vários ótimos restaurantes na cidade, principalmente nesta região central. Nas margens do rio, todos funcionam no mesmo esquema, você paga um valor fixo, que pode variar de R$45,00 a R$60,00, dependendo do tipo de rodizio que optar: Só barreado, ou com camarão por exemplo, e então come a vontade.

2- Quero Mochilar Morretes

Foto: O rio rodeado por restaurantes.

Um pouco sobre o prato mais famoso da cidade…

O barreado é de origem açoriana, e surgiu no Paraná através dos portugueses que vieram para o litoral do estado no século XVIII. Este tradicional prato consiste em uma carne cozida por longo tempo em panela de barro. A tampa da panela, que também é de barro, é fechada com uma massa feita de farinha e água, massa esta que preserva umidade e calor. Após um longo tempo de cozimento, a carne fica desfiada e extremamente macia. Ah e deliciosa!!! rs.

4- Quero Mochilar Morretes

Foto: Só de olhar esta foto já salivo e sinto o cheiro.

Das vezes que fui a cidade eu costumava almoçar nos restaurantes:

  • Casarão.
  • Ponte Velha: último que fui, paguei R$ 55,00 no rodízio com camarão.

Ambos  são excelentes. Um outro muito tradicional, mas que eu nunca cheguei a ir é o Empório do Largo.

Como funciona o rodizio: Além do barreado você ainda tem batata frita, farinha e arroz a vontade, e se escolher a opção com camarão, tem deliciosos camarões fritos.

O barreado é uma das minhas maiores saudades do Paraná, e melhor lugar para comê-lo não há, pode ter certeza.

E DAÍ, QUANTO FICA A BRINCADEIRA??

Para planejar sua viagem para Morretes, vale algumas observações em relação ao seu possível custo.

1- Viagem de trem: A passagem de ida custa R$ 120,00 e a de volta R$100.

2- Empresas de turismo custa na faixa de R$ 150,00 a R$ 200,00.

3- O almoço, dependendo do restaurante e do que escolher no rodízio: pode sair de R$ 45,00 a R$ 60,00.

4- A média do custo dos doces na feirinha é de R$ 10,00 – R$ 15,00.

5- Uma viagem de carro sai em torno de R$ 50,00.

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR…

1- A não ser que você seja vegetariano, caso contrário é inaceitável voltar de Morretes sem comer um bom barreado.

Como se come: O tradicional é comê-lo com farinha e banana.

6- Quero Mochilar Morretes

Foto: Meu prato pronto para matar a saudade.

2- Para quem não come carne vermelha, devido a proximidade com litoral, Morretes tem vários pratos de frutos do mar.

3- Não deixe de experimentar nos restaurantes a cachaça e o licor de banana.

4- Experimente as sobremesas feitas com banana e os salgadinhos, como: banana-chips.

5- A bala de banana é deliciosa.

LIÇÕES APRENDIDAS.

1- Observação em relação a viagem de trens: A duração da viagem de volta depende dos outros trens porque a ferrovia é operada pela ALL Logísticas para o transporte de cargas. Há tours de ida e volta, onde você sairá cedinho de Curitiba e retornará em torno das 19h.

2- Muitas empresas de turismo oferecem os passeio de ida pelo trem e a volta de carro. Eu penso ser o ideal para ser feito, mesmo nunca tendo feito.

3- Passar um dia em Morretes é suficiente, você não precisa pernoitar, mas claro que não será tempo perdido passar um fim de semana lá se assim quiser.

4- Outro passeio interessante que pode conciliar com este é visitar Antonina, cidade que fica a 15 km de Morrretes. Esta é também uma cidade histórica do litoral do Paraná;

5- No verão, prefira as áreas externas dos restaurantes e de preferência nas mesas à beira do rio.

6- Ainda no verão, em dias de sol é possível banhar-se no rio Nhundiaquara, onde há uma pequena praia. Há também boia-cross, para os aventureiros.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS.

Voltagem – 127 volts

A VIAGEM CONTINUA…

Recomendo no Paraná: Foz do Iguaçu.

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

QUEM PODE TE AJUDAR?

 Veja horários, tarifas e pacotes no site da Serra Verde Express.

 Vai viajar? Planeje toda sua viagem com o Quero Mochilar!

 O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – RESERVA DE HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS – RESERVAS

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

  1. Edvard Pereira says:

    Em visita a Curitiba, em 2014, vindo de Brasília fiz este roteiro para Morretes. É realmente imperdível. Logo bem cedo, saindo de Curitiba, fui até a cidade em micro ônibus descendo pela rodovia da Graciosa. Lá chegando, após um city tour para conhecer a bela cidade, fui almoçar em um dos vários restaurantes que servem o barreado. É uma comida típica deliciosa. Conhecer as barraquinhas que vendem artesanato e comida é outro programa imperdível. Após o almoço decidi conhecer Antonina, outra bela cidade histórica bem próxima com seus casarões preservados. O retorno foi pelo Trem da Serra, a partir de Morretes, onde se vislumbra as grandes belezas da Serra do Mar. O trajeto, passando por túneis e penhascos é algo espetacular. O meu passeio ao Paraná ainda incluiu hospedagem de um dia em Paranaguá, visita à Ilha do Mel e à cidade histórica da Lapa, além, é claro do city tour completo por Curitiba.

    • Uau Edvard!!! Passeio completo este heim!!!
      Morei 5 anos lá, e deixei de conhecer Antonina. Imperdoável.
      Obrigado por enriquecer o post com suas informações.

      • Edvard Pereira says:

        Pois é, Marthon, mas geralmente acontece isso: o que está próximo a gente vai adiando, adiando e acaba não indo. No meu caso, como moro longe, já vinha organizando este roteiro há muito tempo. E fiquei maravilhado com estas incríveis belezas paranaenses. Mas ainda tem muita coisa no Paraná que ainda pretendo visitar em breve, como Foz do Iguaçu, Guaraqueçaba, Parque Estadual de Vila Velha e outros lugares igualmente belos e interessantes.

  2. Nossa Senhora da água na boca!
    Nós aqui na África lendo esse post…. morremos de lombriga!
    Que delícia!
    Nós amamos o sul do Brasil 😍

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »