Puno – Peru

INFORMAÇÕES DE: Setembro de 2014.

ROTEIRO PARA: 1 dias

TIPO DE VIAGEM: Mochilão de férias (Bolívia, Perú e Equador) – Parte III.

HOSPEDAGEM: Não cheguei a pernoitar na cidade.

SOBRE PUNO.

Puno é uma cidade ao sul do Peru na divisa com a Bolívia, e assim como Copacabana também é uma porta de visita para o lago Titicaca. Partindo da cidade, andando cerca de 40 minutos de barco chegamos as famosas ilhas flutuantes Uros. Estas ilhas artificiais sobre as águas do Lago Titicaca são feitas por nativos peruanos que constroem e as mantêm para nelas viverem, sua existência se verifica desde a era pré-colombiana, quando um povo homônimo desenvolveu esta forma de habitação tendo em vista maior segurança. Os Uros são feitos à base de totoras (planta aquática) e é necessária constante trabalho de manutenção para assegurar a flutuabilidade de tais ilhotas onde os residentes pescam, caçam pássaros e exploram o turismo com a venda de artesanato. São mais de 120 ilhas artificiais e o que mais vale a pena de conhecer em Puno, pois a cidade em si, não tem muitos atrativos.

ROTEIROS.

Dia 05: Puno.

Após passar a manhã toda conhecendo Copa, peguei o ônibus da agencia de viagem que fechei em La Paz com destino a Puno. O ônibus sai de Copa as 13h e chega em torno das 17h na rodoviária de Puno.

Para chegar em Puno temos que passar pela aduana e obter o visto, pra mim foi bem tranquilo.
Chegando na rodoviária de Puno havia um guia esperando que me direcionou a uma van com outros passageiros e nos levaram até o porto, de onde parte o barco para as Ilhas Uros.

2

Foto: Modelo dos barcos que nos levam até as ilhas flutuantes.

A viagem a Uros leva uns 40 minutos, e é tranquila, vamos escutando a história da região e passa rápido. Chegando nas ilhas flutuantes somos apresentados a cultura local, como viviam, o que comiam, a história, e como constroem as ilhas, tudo muito interessante e apresentado pelo nosso guia, que após as explicações nos libera para fotos e para comprar os artesanatos locais. Vão te assediar muito, então se não tiver afim, já vai saindo fotografando para não te prenderem e constrangerem pedindo as propinas…rs.

3

Foto: Ilhas flutuante e seus moradores que vamos vendo ao longo do caminho.

15

Foto: Ilha flutuante que conhecemos e fomos apresentado a cultura local.

7

Foto: Explicação do guia sobre a caça das aves.

8

Foto: A imagem mostra como é a estrutura de uma ilha flutuante.

9

Foto: Um acesso a água doce que deixam no meio da ilha, e turistas ao fundo olhando o artesanato local.

6

Foto: Peixes nativos do Lago Titicaca.

10

Foto: Barco que oferecem passeios para turistas.

13

Foto: As casas dos nativos. Eu penso que tudo aqui é um teatro, que ninguém hoje realmente vivi mais nas ilhas, mas vai saber, né?.

14

Foto: Eu e os peruaninhos, claro após algumas moedinhas.

Fiquei nas ilhas até o entardecer em torno das 19 horas, depois retornei para rodoviária, pois estava com a passagem comprada para Cusco pela empresa Cruz del sur (comprei antecipado pela internet).

1

Foto: Belas paisagens no Lago durante o retorno.

5

Foto: Vemos o dia ir embora do lago e a cidade toda iluminada.

12

Foto: Uma imagem geral das ilhas flutuantes. Parece até uma cidade de tantas casas.

Peguei um ônibus no mesmo dia as 22h. Conheci no passeio um casal pernambucano e conversamos muito até dar o horário. Tinha comprado minha passagem com antecedência pelo site da empresa Cruz der Sur – dita a melhor do Peru, e acredito, pois é muito boa!! Tem refeição, TV com filmes… excelente. Achei interessante que você despacha a mala com antecedência, igual aeroporto.

Sobre Puno, achei uma cidade feia e fedida! Eu não recomendaria pernoitar lá. Para quem esta de passagem, ou vai pra Copacabana ou sobe o Peru espere o próximo destino pra dormir.
Neste dia eu não via a hora de um banho, tinha subido o calvário de Copacabana pela manhã, andado pela cidade, fiz as ilhas Uros carregando todas minhas mochilas e tudo no mesmo dia, mas banho agora só em Cuzco.

As 5h30min cheguei em Cuzco, de onde continuo este relato.

Roteiro da viagem:

Relato Anterior: Copacabana.

Próxima parada: Cusco.

NOTAS:

1- Puno é bem mais que as Ilhas Uros, e se quiser conhecer mais da cidade dá pra se ficar um dia todo, eu que optei por ver só as Ilhas por serem o diferencial do Titicaca e não tê-las visto em Copa, mas descobri que estavam criando ilhas parecidas em Copa e logo teríamos este tipo de passeio por lá também.

2- Não sei explicar, mas o Titicaca é diferente nas duas cidades.

3- Não troque dinheiro na fronteira Peru x Bolívia, eles te passam a perna no cambio. Tente trocar na próxima cidade, ou troque o minimo possível para não ficar sem moeda local.

Language »