Praga – República Tcheca

INFORMAÇÕES DE: Setembro de 2012.

ROTEIRO PARA: 3 dia.

TIPO DE VIAGEM: Mochilão – Capitais Leste Europeu – Parte VII.

HOSPEDAGEM: Mosaic Hostel  (R$ 87,00 /dia): Excelente custo benefício, ótima localização, organizado e limpo. Ainda tem um bar no térreo bem movimentado com um ótimo ambiente.

Aproveite e reserve seu hotel aqui no booking.com com o Quero Mochilar, você não paga nada a mais por isso e ajuda a manter o blog no ar.

SOBRE

As margens do rio do Vltava, Praga é a capital e maior cidade da República Tcheca. Com uma população de 1,3 MM de habitantes e uma rica vida cultural, Praga se tornou um importante centro econômico e industrial do país.

Localizada na Boêmia central, sobre colinas, Praga forma um cenário de cartão postal quando vista do alto, de onde podemos ver várias de suas cúpulas, moldando um cenário de filme, tão lindo e interessante que rendeu a esta cidade o apelido de “cidade das cem cúpulas”.

Cortada por rios sinuosos, suas pontes são outras atrações à parte e que deixam a cidade ainda mais especial.

Com todas suas pontes, igrejas, patrimônio arquitetônico e castelos a capital da República Tcheca se tornou uma das mais belas e badaladas cidades da Europa, e estando lá é fácil entender o porque.

Rica, cheia de história, cerveja de ótima qualidade e pessoas lindas é impossível passar por aqui e não se apaixonar.

21- Quero Mochilar Praga

Fuso Horário: +4h (horário de Brasília)

Como chegar?

Para qualquer capital na Europa acesso não será problema, pois você poderá chegar de todas as formas possíveis: Trem, carro, ônibus, metro etc… Por isso selecionei apensas algumas informações que podem ajudar no seu planejamento:

Chegando pelo aeroporto: Não há voos diretos entre o Brasil e a República Tcheca.

– O Aeroporto internacional Ruzyne (PRG) fica a 20 km do Centro (30 min de táxi), cerca de CZK 800 – CZK 1000 coroas tcheca (R$ 82,00 – R$ 97,00).

– Há opções sempre de negociar com seu hoste/hotell o transfer com vans, que te deixam na porta do seu hostel/hotel por cerca de CZK 400 (R$ 41,00 ) por pessoa.

– Serviços de ônibus comum e expresso – Estação ferroviária central CZK 32 (R$ 3,26 ) e CZK 54 (R$ 5,51), saindo a cada meia hora.

Trem: O país tem um sistema ferroviário excelente, que liga as principais cidades do país e Europa Central (Munique, Salzburgo, Viena, Berlim e Varsóvia). Este foi o meio que escolhi para chegar na cidade, vim de Varsóvia na época, uma viagem diurna que foi super tranquila.

Carro:  As estradas são bem sinalizadas e pavimentadas. Recomendável uso de GPS, pois não tem todas as placas em inglês. É obrigatório um adesivo especial em seu para-brisa para utilizar as autoestradas nacionais. Vantagem flexibilidade de locomoção para conhecer as cidades ao redor de Praga.

Quando ir?

Esta escolha sempre vai de acordo com seu objetivo e as vezes orçamento, mas para ajudar, observe primeiro as estações do ano em Praga.

  • Primavera: Março, abril e maio – Temperaturas em torno de 15oC – chove, mas pouco.
  • Verão: Junho, julho e agosto. – Temperaturas em torno de 10oC a 20oC – Período mais chuvoso, sendo julho e agosto os meses mais quentes.
  • Outono: Setembro, outubro e novembro – Setembro ainda a temperatura esta amena, mas a partir de outubro o frio começa a aumentar.
  • Inverno: Dezembro, janeiro e fevereiro – Temperaturas em torno de 0o e negativas.

A recomendação principal é conhecer a cidade na primavera e outono, quando o clima esta ameno e a temporada de turistas já caiu, e você encontrará hotéis e tours mais em conta.

O verão coincide com as férias na Europa e a vantagem é que ainda os dias são mais longos, e com a crescente demanda de turistas e uma menor oferta de serviços é natural que tudo suba de preço.

Já no inverno dizem as paisagens ficam lindas e se você gosta de frio, será uma boa escolha, os preços também estão mais acessíveis. Difícil mesmo deve ser sair da cama, né?…rs.

Segurança.

Comparando com nosso querido Brasil, Praga é uma cidade super segura, mas mesmo assim devemos sempre lembrar de ter cautela e estarmos sempre atentos, pois gente ruim tem em todo lugar deste mundo.

Andei por suas ruas durante o dia e a noite e não tive nenhum problema, mas como cuidado nunca é demais e o que devemos ter nesta cidade são com os batedores de carteira.

O mais comum no país é furtarem seu pertences na sua distração, diferente dos nossos batedores, os de praga não andam armado. Ficar atento em lugares de maior movimentação é a melhor forma de evitá-los.

Os lugares mais visados e onde deve redobrar sua atenção são: Praça Venceslau, estação de trem, Ponte Carlos.

Uma atenção também especial é para os taxistas,que tem fama de rodar com taxímetro adulterado, passarem o famoso golpe do troco muito comum aqui na América doSsul e dar sugestão de lugares duvidosos quando estão de armação com outros golpistas para te assaltarem.

Cuidados Rotineiros que não custa nada lembrar: Nunca saia com o passaporte original, deixe-o sempre no hotel, e ande com a cópia e um documento brasileiro original, como a carteira de motorista.

Comunicação

Línguas Oficial: Tcheco e eslovaco, mas para facilitar a vida aqui o inglês é amplamente difundido, e você irá conseguir se comunicar bem com a língua.

Visto e Vacinas.

Brasileiros a turismo com permanência menor que 90 dias não precisam de visto. Também não é exigido certificado de vacinação internacional.

Sempre é bom consultar se ocorreu alguma alteração no momento da sua viagem, abaixo esta o link para o site da embaixada do país.

Click Aqui.

Moeda.

Apesar de estar na Europa a República checa não esta no bloco que usa o Euro, tendo sua própria moeda a Coroa Checa (CZK).

Na época que viajei:

R$ 1,00 – 9,79 CZK

1CZK – R$ 0,10

Confira a cotação atual aqui.

ROTEIRO

Planejamento

No nosso décimo oitavo dia de viagem partimos de Varsóvia durante o dia no meio da manhã e fomos chegar em Praga no inicio da tarde, não encontrei nas minhas anotações qual empresa utilizei, nem os horários certinhos, mas posso dizer que a viagem foi bem tranquila e paramos por várias cidades da Polônia pelo caminho o que deixou a viagem bem interessante.

Como escolhi um dos trens mais simples, paguei nesta passagem de trem de duração de 7 horas R$ 211,00, são 518 km de distância de uma cidade a outra.

Chegamos em Praga na estação central, conhecida como Praha hlavnínádraží, situada a poucas quadras da praça VaclveskeNamesti (Praça Venceslau).

Por ser a porta de entrada de muitos turistas é lá que acontecem a maioria dos problemas, com taxistas, malas e as casas de câmbio superfaturadas. Há também aqui muitos pedintes insistentes e fique esperto com os batedores de carteira. Evite ficar por aqui principalmente a noite.

Acabamos jantando por aqui mesmo em um fast food, trocamos um pouco de dinheiro, para podermos pegar o táxi e partimos rumo ao hostel.

51- Praga Quero mochilar

Foto: Já no Hostel Mosaic – Muito Top!!! Recomendo demais…

Neste post não vou colocar os roteiros diários, mas descrever o que pude curtir e conhecer de Praga em 3 dias que lá fiquei, sendo que em um deles acabei fazendo um bate e volta para Pilsen, onde conto em um post a parte.

Dia 18 a 22.

Vou dividir as atrações que visitei em Praga em 3 partes, um roteiro que você pode fazer em 2 dias corridos ou em 3 dias com calma.

1- A Cidade Velha e atrações próximas / 2– Ponte e Castelo / 3- Lugares para ver Praga do Alto (grátis).

Em uma cidade tão linda como Praga é claro que explorar a cidade a pé é a melhor opção para curtir cada detalhe, a maior parte das atrações são próximas e mesmo as que estão um pouco mais afastadas podem ser acessadas por bondinhos ou metrô tranquilamente.

Como disse anteriormente a maioria das atrações estão concentradas no centro da cidade, entre o Castelo e o entorno da Cidade Velha, StaréMesto. E o melhor de tudo, são que as atrações e as coisas belas de se ver em Praga estão na rua e a céu aberto.

Comece seu tour pela cidade indo direto ao que interessa: a Praça da Cidade Velha (Staroměstskénáměstí).

1- A Cidade Velha e atrações próximas.

Na praça da cidade velha estão algumas das atrações mais disputadas da cidade.

Explore esta região com calma e com tempo, não tenha pressa e curta cada detalhe. Aqui você vai encontrar a principal atração da cidade: O Relógio Astrológico.

Sobre o Relógio Astrológico.

Toda hora completa uma multidão de turistas com seus celulares correm para frente do Relógio astrológico que fica na Igreja da Praça Central para ver a apresentação do relógio.

Este é uma apresentação bem simples, mas procurada por todos os turistas.

20- Quero mochilar Praga

Foto: Explicação da apresentação: Os apóstolos rodam naquelas portinhas, e uma caveirinha toca um sino, dizendo aos homens ao seu lado que a hora da morte deles chegou, e eles negam com a cabeça… dizem que é por que tem mais uma hora, dai de hora em hora tem isso…

21- Quero Mochilar Praga

Foto: O detalhe do relógio astrológico.

Video: Terminei antes de sair os apóstolos, mas já vale para saber o que é.

Se quiser você pode subir para conhecer a Torre do Relógio, e de lá ver a cidade de cima. Eu acabei não subindo, pois estava sem muito dinheiro e já no fim da viagem e ia ver Praga por cima de outros lugares…rs, mas para quem interessar segue as informações: Horário de funcionamento: 2ª das 11h00 às 22h00; 3ª a domingo, das 10h00 às 22h00. – Valor 250 coroas (R$ 25,00), 210 Coroas se comprado pela internet.

15- Quero Mochilar Praga

Foto: A igreja do relógio fica ainda mais linda durante a noite, toda iluminada.

Aqui nesta praça você ainda pode conhecer:

Igreja Nossa Senhora Diante de TýnMaior e mais linda da área.

Horário de funcionamento: Horário: de 3ª a sábado das 10h00 às 13h00 e das 15h00 às 17h00; domingo, das 10h30 às 12h00; fechado as segundas.

Entrada: Gratuita (pedem doação).

17- Quero Mochilar Praga

Foto: Linda, e olha a Nossa Senhora dourada lá em cima, que linda!!

14- Quero Mochilar Praga

Foto: A Praça Velha foi protagonista de diversos acontecimentos históricos da cidade de Praga, tais como assassinatos, ajustes de contas ou revoluções. Em homenagem à história de Praga, domina a praça a escultura do reformador religioso tcheco Jan Hus, um monumento de estética art nouveau erigido em 1915.

18- Quero Mochilar Praga

Foto: Neste local, decapitaram 30 pessoas, nos tempos antigos e as cruzes representa cada uma destas pessoas, me desculpem, mas esqueci o motivo…rs.

Ainda próximo a praça da cidade velha você pode aproveitar para fazer o Circuito Judaico.

Circuito Judaico – Josefov.

Horário de funcionamento: Diariamente das 10h00 e 18h00, de novembro a fevereiro; das 10h00 às 20h00 em março e em outubro; das 10h00 e 22h00 de abril a setembro.

Ingressos: 480 coroas (R$ 50,00 – Sinagoga Nova-Velha + Sinagoga Espanhola + Sinagoga Pinkas + Sinagoga Klausen + Cemitério + Galeria); 200 coroas – R$ 20,00 – só a Sinagoga Nova-Velha e Torre de Pólvora (Prašnábrána)

Como mencionei, próximo a praça principal esta o Bairro Judeu (Josefov), um lugar com muita história e que vale a pena dedicar parte do seu dia para conhecê-lo.

As principais atrações do circuito que compõe o museu judaico são: a Sinagoga Velha-Nova (Staronovásynagoga), o Velho Cemitério Judeu (Starýžidovskýhřbitov) e a Sinagoga Espanhola (Španělskásynagoga).

25- Quero mochilar Praga

Foto: A sinagoga.

22- Quero Mochilar Praga

Foto: Outra das sinagogas do bairro judio.

City Tour “Gratuito”

Neste dia fiz um city tour com o hostel, o que foi bem produtivo. Em alguma cidades da Europa, existem pessoas, geralmente estudantes que se oferecem para levar os turistas para conhecer a cidade, apresentando sua história e cultura.

Definem um horário de saída e ponto de encontro e de lá começam o city tour, que não tem um preço fixo, você pega o que puder, claro que todo mundo com bom senso da uma gorjeta, mas acredite tem gente que faz o tour inteiro e não dá nada…rs

24- Quero Mochilar Praga

Foto: Eu no inicio do tour pela cidade.

23- Quero Mochilar Praga

Foto: Ao longo do tour paradas e várias explicações.

19- Quero Mochilar Praga

Foto: Praga é a cidade dos monumentos, para onde quer que olhamos há um.

13- Quero Mochilar Praga

Foto: Mais ruas de Praga.

16- Quero Mochilar Praga

Foto: Interior da igreja.

Depois de curtir todas estas atrações centrais mais próximas eu recomendo pelo menos um dia todo no castelo de Praga, passando pela Ponte Charles.

2- Ponte Carlos e Castelo de Praga.

Para subir na Torre da Ponte Carlos.

Horário de funcionamento: diariamente das 10h00 às 22h00 (entre novembro e fevereiro, só até as 18h00).

Entrada: 90 coroas (R$ 10,00)

Esta é a ponte mais velha de Praga, e atravessa o rio Moldava da Cidade Velha até a Cidade Pequena. É também a segunda ponte mais antiga existente na República Tcheca. Sua construção começou em 1357 a pedido do rei Carlos IV, e foi finalizada a princípios do século XV. Sendo ela a única forma de atravessar o rio, a Ponte Carlos se transformou na via de comunicação mais importante entre a Cidade Velha, o Castelo de Praga e as zonas adjacentes até 1841. Linda e instigante, para mim está é uma das atrações mais magníficas da cidade. Cruzar esta ponte e observar cada detalhe é sensacional.

26- Quero Mochilar Praga

Foto: A torre da Ponte.

28- Quero Mochilar Praga

Foto: Esta ponte é fantástica, cheia de esculturas, show de bola…

Tradição: Procure a oitava escultura à direita, olhe que o cachorrinho esta até amarelo de tanto receber carinho…rs

29- Quero Mochilar Praga

Foto: A crença é que tocar a chapa retratando o martírio de John de Nepomuk traz sorte. E a pessoa que tocá-lo irá retornar para Praga. E que o desejo aqui feito quando esfregamos a estatua, logo se realiza. Comigo deu certo dois meses depois…rs. Só ainda não voltei a Praga…rs.

30- Quero Mochilar Praga

Foto: Finalizando a ponte.

Após cruzar a ponte você chegará no início da MaláStrana.

A MaláStrana

Eu aproveitei o dia que atravessei a ponte para conhecer o castelo, e recomendo separar um dia todo só para ficar nesta região, pois muitas são as atrações e ela é bem interessante.

MaláStrana ou Cidade Pequena foi o bairro residencial da antiga nobreza tcheca e hoje é um dos lugares mais históricos da cidade.

Para fazer tudo no mesmo dia a pé vá preparado, com tênis confortável que você vai andar muuuuito e subir muitos morros.

O Castelo de Praga.

Horário de funcionamento: Áreas gratuitas, diariamente das 6h às 22h; a maioria dos prédios históricos, entre 9h e 17h (entre novembro e março só até as 16h). Confira horários específicos aqui.

Entrada: Gratuita no complexo; 350 coroas ( R$ 36,00) o Circuito A (Catedral, Museu, Palácio, Rua Dourada, Torre); 250 coroas (R$ 25,00) o Circuito B (Catedral, Palácio, Rua Dourada, Torre); 150 coroas (R$ 15,00 )só a Torre.

Eu acabei fazendo o circuito B, e fiquei bem satisfeito e com certeza a visita ao castelo é algo imperdível.

Localizado na Colina Hradcany, local onde foi fundada a cidade, este Castelo é uma das construções mais importantes da cidade. Foi fundado no século IX e atualmente serve como a residência presidencial, antigamente habitado pelos reis da Boêmia. Suas principais atrações são: Catedral de S. Vito, Palácio Real do Castelo de Praga, Torre Dalibor, Convento de São Jorge, e a Viela Dourada.

Você sabia que o Castelo de Praga ocupa uma área superior a 72,5 mil m²? E por causa disso é considerado, conforme o Guinness World Records Book, o maior castelo do mundo?

A área do castelo é um complexo dividido em duas partes: a área aberta (gratuita) e as salas históricas, os museus, as igrejas, as torres e a rua Dourada (atrações pagas).

31- Quero Mochilar Praga

Foto: Lugares pelo caminho…

32- Quero Mochilar Praga

Foto: Novos santos canonizados…rs

33- Quero Mochilar Praga

Foto: Entrada para o Castelo de Praga. Difícil conseguir uma foto decente aqui… muita gente!

34- Quero Mochilar Praga

Foto: O belo castelo, que também é super difícil de enquadrar em uma foto,

35- Quero Mochilar Praga

Foto: Interior da catedral no Castelo de Praga.

36- Quero Mochilar Praga

Foto: O Castelo de Praga – Showww!

37- Quero Mochilar Praga

Foto: Muita história no interior do Castelo.

Esta foi minha parte preferida da visita ao castela – a Vila – Rua Dourada. Me senti em um filme aqui, tudo muito perfeito.

38- Quero Mochilar Praga

Foto: As pequenas ruas da vila do castelo.

39- Quero mochilar Praga

Foto: As armaduras dos soldados.

41- Quero Mochilar Praga

Foto: Interior das casas retratando a vida de antigamente.

Outro lugar que adorei conhecer foi a masmorra e a sala onde aconteciam as torturas.

42- Quero Mochilar Praga

Foto: Entrada para a sala de tortura.

43- Quero mochilar Praga

Foto: Um dos instrumentos de tortura.

40- Quero Mochilar Praga

Foto: Qual escolho??

ä44- Quero Mochilar Praga

Foto: Eu e Luana nas escadas da sala de tortura.

45- Quero Mochilar

Foto: A vista do Castelo também é top!!

46- Quero Mochilar Praga

Foto: Dizem que pegar no instrumento do rapaz ai traz casamento…rs. Dica ai mulherada, fica nos fundos do castelo…rs.

47- Quero Mochilar Praga

Foto: Mais vista do Castelo.

48- Quero Mochilar Praga

Foto: Ver a troca da guarda também é bem legal!!

Vídeo: Troca de guarda!

49- Quero Mochilar Praga

Foto: Mais vista de Praga.

27- Quero Mochilar Praga

Foto: Feliz da vida na cidade das cem cúpulas.

3-Lugares Gratuitos para ver Praga do Alto.

Basílica Minor

Um pouco mais afastado das atrações principais você irá encontrar a basílica Minor, um complexo de igrejas, cemitério e museus em um lugar alto de onde temos uma vista linda para a cidade.

Fui a pé, e é uma subidinha tensa para chegar até lá, mas valeu a pena, o caminho foi top.

Lendas dizem que este foi a sede do primeiro rei checo, mas na realidade essa fortaleza data mais 10 séculos. Composta por um praça St. Martin em estilo romântico, Igreja de São Petro e São Paulo, cemitério e museu.

5- Quero Mochilar Praga

Foto: A vista do caminho é show!

4- Quero Mochilar Praga

Foto: Chegando na basílica depois de muito caminhar.

3- Quero Mochilar Praga

Foto: Linda Basílica.

6- Quero Mochilar Praga

Foto: Dia show!

7- Quero Mochilar Praga

Foto: Detalhes.

Monumento Nacional em Vítkov.

Outro lugar interessante de onde temos uma bela vista para a cidade de Praga é o Monumento Nacional em Vítkov.

Na colina Vítkov está um enorme memorial, com uma bela estátua do Jan Žižka montado em seu cavalo – uma das maiores estátuas eqüestres do mundo, a propósito.

Este monumento foi construído no inicio do século XX. Quando os comunistas tomaram o poder, o memorial teve seu propósito desviado, assim como muita coisa no país, para exaltar o ideal e o regime. Se tornou, inclusive, um mausoléu para figuras importantes do Partido e, mais importante, presidentes da era comunista.

Depois que o comunismo foi derrubado, os cadáveres foram exumados e enterrados numa vala comum.

Os tchecos souberam reaproveitar o local, transformando-o num memorial à história da Tchecoslováquia no século XX.

A propósito: o memorial pode ser visitado, mas os horários de abertura variam ao longo do ano. Mais informações no site do Museu Nacional da República Tcheca.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

 Orçamento para o dia do mochilão: R$ 475,00 / dia – baseado em 20 dias.

Incluso:  Todos os gastos do mochilão de 20 dias pelas capitais do leste europeu que descrevo neste e outros posts sequenciais, incluindo as passagens aérea Brasil-Europa, outro voo interno, gastos com hostel, alimentação, entradas, lembrancinhas e etc…

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR:

Ahhh, esta é a principal e mais procurada bebida de Praga: A Cerveja.

As Cervejas Plsener e Budweiser (a original) são as mais populares, mas são inúmeras as marcas e sabores que você encontrará por aqui. Afinal, boa parte do lúpulo utilizado mundo afora tem origem na República Tcheca, você sabia?.

Os pratos mais tradicionais de Praga são alguns mesmos de toda Europa Central como: goulash, pierogys, muito porco (principalmente pescoço e barriga) e sopas.

A viagem continua…

Relato Anterior: Varsóvia – Polônia.

Próximo Relato: Pilsen – República Tcheca.

Primeiro Relato da viagem: São Petersburgo – Rússia.

LIÇÕES APRENDIDAS:

1- As atrações turísticas da cidade estão próximas umas das outras, eu recomendo 3 dias inteiros bem otimizado para conhecer bem o básico da cidade.

2- Dias a mais não será problemas e é recomendado, ainda mais se você for jovem e quer diversão, assim além de fazer tudo com mais calma, você poderá curtir a noite sem se preocupar com acordar cedo.

3- Na estação de trem de Praga, os táxis só vendem corridas com preço fechado, lugares próximos ( menos de 2 km de distância), pode sair por R$ 60,00, por exemplo. Uber é uma saída!

4-   Casas de Câmbio: Evitem casas de câmbio com aparência não confiável, pergunte no seu hotel uma de confiança. Por não ter aderido ao Euro o país sofre com falsificações. A melhor saída é chegar com um pouco de dinheiro no país e deixar para trocar dinheiro no centro.

5- Aluguel de carro: Ter cautela sempre, póis há vários relatos de roubos. Evitar deixar documentos importantes dentro.

6- Dicas Restaurantes: Mala Strana: Onde estão os melhores restaurantes e os mais caros. NovéMesto: Restaurantes menos turísticos e mais em conta.

 

  1. Ain, ler sobre Praga me derrete o coração. Passei 3 dias excelentes na cidade, com direito à “príncipe encantado” me visitando! hehe Parabéns pelo post, bem completo!

  2. Nossa essas arquiteturas é sensacional, o roteiro está bacana . Ainda não conheço esse lugar, mas parece ser uma trip de muitas descobertas e cheio de histórias. Otimas dicas.
    Abraços

  3. Excelente o roteiro! Visitei há alguns anos e vou retornar em agosto desse ano. Foi ótimo relembrar alguns detalhes e pegar mais dicas! Muito obrigado.

  4. Viajei_compartilhei says:

    Post perfeito e completo!! Praga, como amei essa cidade. Foi um dos meus destinos favoritos…morro de vontade de voltar..

  5. Marthon, esse é mais um daqueles posts que vou salvar para utilizar em nossa viagem. Que maravilha!
    Estamos ansiosos também para provar as cervejas de lá…hehehe.
    Adorei!
    Abração!!!
    Obs.: o relógio astrológico me desperta curiosidade, mas tenho a impressão que qdo chegar lá não vou achar nada demais…rs

Deixe uma mensagem

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode usar estesHTMLtags e atributos:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »