Alcobaça

Alcobaça é conhecida por seu belo e famoso Mosteiro, e também por ser a cidade onde estão descansando o casal protagonista da mais famosa história de amor de Portugal. Conhecer tudo isso de perto, tem que estar no seu roteiro.

INFORMAÇÕES DE: Setembro de 2019.

ROTEIRO IDEAL:  1 dia.

TIPO DE VIAGEM:  Viagem independente com família – Parte V.

HOSPEDAGEM:  – Hotel Residencial Caravela – 69 € / dia  – R$ 331,00.

Fiz bate e volte e estava hospedado em Lisboa. Saiba mais e veja todas as avaliações deste hotel: Aqui.

Onde se hospedar em Alcobaça?

Alcobaça é uma cidade pequena, e a maioria dos turistas à conhece somente de passagem.

Se optar por passar pelo menos uma noite por aqui, o melhor lugar para se hospedar é na região próxima ao Mosteiro, pois além de outras atrações, há várias lojas e restaurantes na proximidade.

Consulte e reserve sua estadia em ALCOBAÇA pelo BOOKING.COM – O bookinkg.com tem as melhores ferramentas de busca de hospedagem do mercado, que juntas ajudam você a decidir pela melhor opção.

Booking.com

SOBRE ALCOBAÇA

Com cerca de 18 mil habitantes, até 1995 Alcobaça não era nem considerada uma cidade, mesmo sendo famosa no país. É aqui que está localizado o grandioso Mosteiro Santa Maria de Alcobaça, um dos Patrimônios Mundial da Humanidade pela UNESCO e orgulho dos portugueses.

A cidade leva este nome por ser banhada pelos rios Alcoa e Baça, cuja a junção faz derivar o nome. Interessante que na Bahia também temos uma Alcobaça, mas seu nome já não vem desta derivação. Aliás, outra curiosidade: Ler o nome das cidades no mapa de Portugal nos faz sentir lendo o mapa do Brasil, de tantas cidades com nomes que herdamos deles.

É em Alcobaça, dentro da igreja do Mosteiro, que estão as tumbas com os restos mortais de Inês e Pedro, o Romeu e Julieta versão Portuguesa. Logo conto esta história para vocês!

Praça 25 de abril e Mosteiro.

CUPONS DE DESCONTO PARA SUA VIAGEM

Como chegar em Alcobaça?

1- Comboio (Trens)

Não é possível para chegar até aqui.

2- Ônibus

Esta é uma ótima opção para quem vai conhecer por conta própria, independente de onde está partindo.

Informações úteis para a viagem de ônibus:

  • Empresa: Rede-expressos
  • Tempo de viagem: 1 hora e 50 minutos.
  • Valor aproximado de: 12,00€.

De Lisboa: Os ônibus partem da Estação Sete Rios, que é interligada com a parada do metrô: Jardim Zoológico (linha azul).

3- Agências de Turismo

Essa é a forma mais usual dos turistas conhecerem a cidade, conciliando a visita com outras atrações, como eu fiz, em um bate volta bem otimizado partindo de Lisboa.

Para quem quer somente entender um pouco mais sobre Alcobaça (não passar um dia) e ainda andar por outros lugares da região, essa é uma ótima alternativa.

Fiz meu passeio que escrevo aqui com a TourOn, uma empresa brasileira de confiança, de onde podemos comprar nosso tour de maneira fácil e rápida e ainda parcelar.

Eu e meu pai em frente ao magnífico Mosteiro.
  • Valor do Tour – Paguei na época: R$ 72 € – R$ 345,60.

O tour foi ótimo, conhecemos na mesma viagem bate e volta:

  • Óbidos.
  • Mosteiro de Alcobaça.
  • Nazaré.
  • Mosteiro da Batalha.
  • Santuário de Fátima.

Vou falar neste post somente de Alcobaça, porém teremos dicas de todos estes lugares no Quero Mochilar -> Aqui.

Essa viagem para Portugal foi para realizar um sonho do meu pai, e como fiz ele andar, senhor!… rs.

Saber mais sobre este e outros passeios em Portugal pela TourOn: AQUI.

GET YOUR GUIDE: Mais opções de passeios com empresas de confiança.

4- Carro

A cidade está a 120 km de Lisboa e 213 km de Porto, e conhecê-la de carro é uma ótima pedida, pois poderá fazer durante o deslocamento um trajeto que inclui passagem por vários pontos de interesse pelo caminho, como por exemplo o do tour que descrevi acima.

O acesso até Alcobaça se dá por ótimas rodovias, todas bem sinalizadas, portanto não tem erro. Ainda mais que dirigir por aqui tem ainda mais duas facilidades para nós brasileiros:

  • Língua: Não temos esta barreira para pedir informações e ler placas.
  • Carta de motorista: Podemos usar nossa carteira sem necessidade de tirar a PID (carteira internacional).

Dica: Vai alugar carro? Quanto maior a antecedência da reserva melhor o preço. A Rents a car, tem uma ferramenta ótima de pesquisa, onde você pode ver o preço de todas as locadoras de um mesmo lugar. Faça uma cotação!

Cupom de desconto para sua primeira reserva: RENT5OFFF – 5%.

 

Quando ir à Alcobaça?

Como as principais atrações de Alcobaça são de um roteiro histórico, a cidade pode ser visitada em qualquer época do ano. Não temos muito o que pensar para conhecê-la.

Só temos que lembrar da temporada, que Julho e agosto são as férias escolares e verão na Europa, e com isso as atrações são sempre mais lotadas neste período, além dos preços que são mais caros.

Eventos na cidade:

  • Novembro: Mostra de Doces & Licores Conventuais.
  • Fevereiro: Carnaval de Alcobaça.
  • Entre junho e julho há o CisterMúsica.
  • 20 de agosto é feriado: Há a Feira de São Bernardo.

Para saber um pouco mais das estações do ano em Portugal e a melhor época de visitar o país, clique aqui.

Segurança em Alcobaça

Assim como em todo país, Alcobaça é super seguro. Podemos andar tranquilo pelas ruas tanto de dia, quanto a noite. Só tomar os cuidados básicos que nós brasileiros já somos acostumados que você não terá problema, a chance de te acontecer algo aqui é mínima.

Falando em segurança: Você já tem seguro viagem? Não? 
Viajar sem é loucura, portanto nunca faça isso!

O Quero Mochilar fechou parceria com uma famosa marca de seguro viagem que compara o preço de várias seguradoras em um só lugar. Confira fazendo uma cotação neste link e tenha desconto com o cupom: QUEROMOCHILAR5. 

ROTEIRO PARA ALCOBAÇA

Dia 05 – 22/09/2019.

Meu Roteiro

Como disse, nesta viagem estava com meu pai, e busquei neste dia fazer um tour que começava por Óbidos e terminaria em Fátima, um bate e volta de Lisboa bem completo.

Partimos de Lisboa às 9h00 e às 18h30 estávamos de volta na cidade.

A viagem começou por Óbidos e em seguida fomos conhecer o famoso Mosteiro de Alcobaça. O lado bom de estar com uma empresa, foi poder escutar a história da cidade, do Mosteiro e a do amor de Inês e Pedro.

Infelizmente, nestes tours super otimizados (vários lugares em um dia bate e volta), acabamos que não temos chance de explorar a cidade, mas conhecer assim é uma escolha, pois nunca conseguimos fazer tudo em uma viagem, não é mesmo?

Enquanto caminhava até o Mosteiro me deparei com esta escultura e placas contando a história da cidade e do amor de Inês e Pedro.

Agora vamos lá…

O que fazer em Alcobaça?

1- Mosteiro Santa Maria de Alcobaça.

Horário de funcionamento: Todos os dias.

  • De outubro a março das 9h00 às 18h00,
  • De abril a setembro das 9h00 às 19h00,
  • Fechado: 1/1, Domingo de Páscoa, 1/5, 20/8 e 25/12.

Valor: 6 € (R$ 28,80) – Circuito Normal. 

  • Maiores de 65 anos pagam 50%, assim como estudantes.
  • Menores de 12 anos não pagam.
  • Oferecem bilhete combo família com 50% de desconto.
  • Entrar na sacristia: 2 € (R$ 9,60).

Site oficial: http://www.mosteiroalcobaca

Um pouco sobre o lugar…

O terreno onde está o Mosteiro de Santa Maria de Alcobaça  foi doado em 1153 pelo rei D. Alfonso Henriques, no dia 8 de abril. Acontece que esta doação não foi um simples ato de bondade, e tinha por trás um interesse político: conquistar a amizade de Bernardo de Claraval, um famoso e influente abade francês, quem reformou a Ordem de Cister na época.

Esta ordem era famosa por ser rigorosa. Nela, os monges viviam afastados do mundo exterior e dedicava-se somente ao trabalho, oração e retiro, e por isso mesmo, o Mosteiro foi criado para impressionar.

Sendo parte importante da sua beleza, os detalhes das decorações da fachada foram criadas posteriormente, no século 18, e toda no estilo barroco.

A grandeza do local – Sua fachada tem 220 metros.

Conhecer todo o Mosteiro consiste em ver:

A Igreja Gótica.

Valor: Gratuita.

O acesso para a igreja é gratuito, e conhecê-la é fantástico, por sua elegância e imponência. Aliás, esta foi a primeira no estilo gótico a ser construída em Portugal.

Arcos ogivais em seu teto, o que há permitiram ser tão alta. Estes arcos eram a tecnologia da época.

Ainda no interior da igreja está a principal atração da cidade, e conhecê-las também é grátis.

Tumbas de Inês e Pedro

Casal conhecido como: “Romeu e Julieta de Portugual”. Dizendo isso, já sabemos que a história não termina bem, não é mesmo?

Reza a lenda que D. Pedro (não o nosso do Brasil), quem era casado com Constança Manuel, acabou se apaixonando por uma das damas de companhia da sua esposa, a nobre Inês de Castro.

Diante de sua situação em um casamento de interesse, D. Pedro nunca pôde assumir este amor, até que Constança, sua esposa, veio a falecer de morte súbita durante o nascimento de seu filho.

Abriu-se então a oportunidade que faltava. Porém Inês havia sido expulsa pelo rei, e estava exilada no Castelo de Albuquerque, tratativa tomada após os boatos que já corriam soltos na corte.

Com medo da aproximação de Pedro e Inês, o rei, pai de Pedro, se antecipou e arranjou outro casamento para o filho, quem se recusou, pois ele se encontrava escondido com Inês e havia até se casado em segredo.

A preocupação do rei ficou maior quando Pedro e Inês começaram a ter filhos.

Preocupado com o futuro e pelos boatos de que o filho “ilegítimo” de Pedro iria um dia assumir o poder, assassinando o primogênito, o rei tomou uma medida drástica, ordenou decapitarem Inês.

Inês encontrou-se com seus assassinos em 1355, em Coimbra. Tudo premedidato pelo rei, até o local, pois a queriam distante. Diziam que assim, afastariam a má influência que ela exercia.

D. Pedro I não se conformou com isso, e quando chegou ao trono, seu primeiro ato foi validar oficialmente seu casamento, até então secreto, e legitimar seus filhos com Inês.

Depois, ele perseguiu um por um dos seus assassinos, e os decapitou, como fizeram com sua amada.

Esse Romeu não morre no final, mas vinga seu amor.

Tumba de Pedro

Hoje, podemos conhecer suas tumbas, presentes aqui na igreja do Moseiro desde o século 18. Os túmulos estão um em frente ao outro, dizem que assim D. Pedro e D. Inés “possam olhar-se nos olhos quando despertarem no dia do juízo final”.

As tumbas são lindas e cheias de detalhes, que os guias contam um por um. Em resumo eles mostram cenas da vida e morte de Cristo.

No túmulo de D. Pedro I os relevos contam a história do santo protetor do rei São Bartolomeu. Observe a “Roda da Vida”, um símbolo da própria história do rei e de seu amor por Inês de Castro.

Roda da vida – observe que as figuras estão sem cabeças.

Na parte de cima do mosteiro, um elemento multimídia explica em detalhes todos os relevos dos túmulos.

Uma coisa muito interessante que observei foi que muitas das esculturas dos túmulos estavam sem cabeça. O guia nos explicou que, quando as tropas de Napoleão Bonaparte invadiram Portugal, muitos de seus soldados levaram partes do túmulo como souvenires.

Falha nas tumbas – Também realizados pela tropa de Napoleão, na tentativa de encontrarem tesouros.

Conhecer o resto do Mosteiro é pago, e penso que só vale a pena se você realmente gosta muito de história ou tiver tempo. Eu mesmo me contentei com a beleza da igreja e em conhecer as tumbas.

E esse roteiro pago consiste em :

  • A Sacristia Manuelina e Capela das Relíquias ou Relicário: + 2 €.
  • O refeitório.
  • A cozinha.
  • Parlatório e sala do Capítulo.

Recomendo visitar o site oficial do monastério, para saber um pouco mais.

2- Parte Histórica de Alcobaça.

Lugar para caminhar sem pressa e explorar à vontade.

Rua em frente ao Mosteiro e Praça 25 de Abril

Praça da República

Esta é a Antiga Praça do Peixe, Praça das Amoreiras e ainda Praça Príncipe Dom Carlos. Começou a ser conhecida como Praça da República somente em 1910. Este lugar já foi um mercado de frutas e legumes, depois de peixe e até convertido em um estacionamento.

Ela está rodeada de edifícios históricos onde se destacam os dois Arcos designados por Cister e Claraval, os quais ligam o largo à Praça Afonso Henriques

A reforma estragou a foto! Rs… Ao fundo o arco Claval e no centro a fonte em homenagem aos monges.

Atrações do centro que não conheci, mas deixo a dica para pesquisarem:

  • Casa da poetisa: Virginia Vilanova de Souza Vitorino.
  • Made in Alcobaça.
  • Mirante da cidade: com direito a vista do Mosteiro.
  • Castelo de Alcobaça.
  • Jardim do Amor.
As cidades portuguesas são todas muito lindas.

Em Alcobaça, ainda temos outro famoso Mosteiro pouco visitado:

Mosteiro de Santa Maria de Coz.

Este é um mosteiro feminino da ordem Cister, um dos únicos do mundo.

As visitas são gratuitas e a recepção dos visitantes é na antiga adega. Funciona de terça a sábado das 09h30 às 12h30 e das 14h00 às 18h00.

E foi isso pessoal.

Nas minhas poucas horas em Alcobaça não fiz quase nada do que esta cidade poderia me oferecer, mas deixei aqui as dicas vocês.

E DAÍ, QUANTO FICA A BRINCADEIRA??

Infelizmente não tive tempo de entender os custos de Alcobaça para te ajudar. Meus gastos neste dia foram:

  • Tour com a empresa brasileira TourOn (O que eu fiz):  72 € – R$ 345,60 – Parti de Lisboa as 14h30 e retornei às 20h00. Este tour passou por diversas outras cidades, como citei acima.
  • Atrações: Entrada no Monastério : 6 € (Se optar por entrar).

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR…

O que recomendam aqui:

  • Pastelaria Alcôa:  Desde 1957, é uma casa muito premiada no país e especializada em doces.

LIÇÕES APRENDIDAS.

  1. Se você gosta de história e arquitetura e visitará também o Mosteiro de Batalha e o Convento Tomar, você pode comprar o ingresso do circuito completo por: 15 € – vale por 7 dias.
  2. Estacionar no centro: há parquímetro e se paga por hora. Observar que o tempo máximo na vaga é de 2 horas.
  3. Para fazer o Roteiro clássico dos Patrimônios da Humanidade do centro de Portugal: Seguir a ordem: Alcobaça, depois Tomar à 73 Km e passar no Mosteiro da Batalha no retorno.
  4. Outro roteiro bate-e-volta desde Alcobaça: Ida a Nazaré com transporte público – Eu já recomendaria ficar por Nazaré. Apenas 20 minutos de bus – a cidade é uma gracinha.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS.

Acesse este artigo: Dicas úteis de Portugal, para saber mais sobre:

  • Fuso horário.
  • Moeda Local.
  • Chip de Celular.

A VIAGEM CONTINUA…

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

QUEM PODE TE AJUDAR?

TourOn: Empresa brasileira parceira do Quero Mochilar com vários tours por Lisboa e outras cidades. Confiram os preços e garanta sua vaga.

CLICK AQUI.
  • Get your Guide: Empresa internacional com todos os tours possíveis em Portugal, incluindo vários bate volta de Lisboa para outras cidades. Confiram os preços e tours AQUI.
  • Tiqets: Outra empresa internacional com vários tours pelo país.
CLICK AQUI.

Vai viajar? Planeje toda sua viagem pelo Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog – Mesmo que depois, VOLTE AQUI E FAÇA SUAS RESERVAS.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS – PASSAGENS AÉREAS – RESERVAS – CHIP DE CELULAR

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »