Botumirim

O norte de Minas Gerais está cheio de belas paisagens pouco conhecidas, e Botumirim sem dúvida é um destes paraísos. Não muito turística, você só vai ter ouvido falar se for da região, mas não se engane, aqui também é um lugar especial e que merece sua atenção.

INFORMAÇÕES DE: Junho de 2019.

ROTEIRO PARA:  1 dia.

HOSPEDAGEM: Por não ser muito turística, há poucas opções de hospedagem na cidade, e as que há são simples.

Extra para a sua hospedagem:

Vai hospedar pela região? Leia o post de Grão Mogol para se ter mais dicas.

Consulte e reserve sua estadia pelo BOOKING.COM nos atalhos do blog, estas reservas viram pequenas comissões, VOCÊ NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO,  e estará ajudando o Blog a se manter no ar, monetizando nosso trabalho e rendendo ótimas dicas para você.

Booking.com

SOBRE BOTUMIRIM

Localizada no alto do Jequitinhonha e encravada na Serra do Cantagalo, uma continuação da Serra do Espinhaço, está a pequena e pacata Botumirim.

Botumirim é pequenina, porém tem muita história para contar. Chamada inicialmente por “Serrinha”, a cidade foi descoberta por bandeirantes forasteiros em busca de diamantes na região durante o século XVI.

No ano de 1839 o vilarejo da Serra de Santo Antônio do Itacambiruçu de Grão Mogol, que mais tarde seria chamado de Grão Mogol, tornou-se um polo mundial de exploração de diamantes.

A atividade econômica na região promoveu o crescimento de vários vilarejos próximos como Cristália, Itacambira e Botumirim. Com isso, o vilarejo começou a crescer e teve status de distrito de Grão Mogol do ano de 1943 até o ano de 1963, quando conseguiu sua emancipação e adquiriu o nome de Botumirim, que na língua indígena tem significado “Serra Pequena”.

Pouco conhecida, além de história a cidade guarda belas paisagens formadas pelas serras do entorno e seus ribeirões, e são estas paisagens que eu quero mostrar “procês”. Borá lá…

Rio do Peixe

Como chegar em Botumirim?

A cidade com maior estrutura e mais próxima de Botumirim é Montes Claros, que está a 180 km de distância. Para chegar a Botumirim a maior parte do caminho é pela movimentada BR-251, o que faz esta viagem durar geralmente de 2 horas e meia a 3 horas.

Apesar de todo caminho ser asfaltado, a viagem tem muitas curvas e a BR-251 é bem perigosa.

Quando ir a Botumirim?

Botumirim pode ser visitada o ano todo, e por não ser muito turística, você não irá encontrar problemas em relação a temporada, o lado bom de lugares pouco conhecidos.

O importante para programar sua viagem para Botumirim é observar o clima e a época do ano, pois a chuva é o que mais vai influenciar no que você procura por lá, cachoeiras.

A região possui as estações seca e chuvosa bem definidas, sendo que:

  • Período seco: Vai de abril a novembro – Cachoeiras e rios com menores volumes de água.
  • Período chuvoso: De dezembro a março – Cachoeiras e rios com maiores volumes de água.

Apesar de ser uma cidade quente, no inverno é bem friozinho por lá, principalmente a noite. Ainda temos o fator altitude (Botumirim está a 865 m de altitude), o que contribui ainda mais para este clima.

Areias branquinhas do Rio do Peixe

Segurança

Aqui a preocupação com segurança é apenas durante os banhos de cachoeiras, e outros cuidados que devemos ter, principalmente ligados ao “bicho homem”, podemos ficar tranquilos.

Ao fazer os passeios externos nos rios e cachoeiras, é importante ter sempre os seguintes cuidados:

  • Trombas d´água: No período de chuva corre o risco de ocorrer trombas d´água. Evite nadar nas cachoeiras, principalmente nas cabeceiras, a qualquer ameaça de chuva.
  • Queda de própria altura: Ao andar nas pedras das cachoeiras, cuidado, algumas são escorregadias, por isso cuide de escolher o calçado adequado e ter muita cautela.
Conhecem a parceira do Quero Mochilar, as Botas ecosafety? Não…
Acesse o www.botasecosafety.com.br e de uma olhada nos modelos e preços. Te garanto que melhor custo benefício não há.
Com o cupom: queromochilar você tem descontos de até 25%. Aproveitem!
  • Afogamento: Alguns poços são bem fundos, então se não conhecer as águas e não souber nadar, não se arrisque, seja cauteloso. Assim como não salte de qualquer lugar sem conhecer se há pedras e profundidade do poço.
  • Picada de mosquitos:  É recomendado também estar sempre com um repelente em mão para se prevenir picadas de mosquitos.

ROTEIRO PARA BOTUMIRIM

Agora vamos lá para o que interessa…

O que fazer em Botumirim?

Como disse, as atrações aqui são para ecoturismo e estão relacionadas a rios e cachoeiras. A cidade em si, não oferece muita coisa em relação a infraestrutura, até pelo fato do turismo não ser tão presente, o que é uma pena.

Em um fim de semana você pode conhecer as principais atrações naturais, porém, tem coisa para mais tempo, se assim desejar.

Vou começar falando dos três lugares que pude conhecer, e depois citarei outros que são show de bola e também bastante procurados.

1- Rio Itacambiruçu

  • Horário de funcionamento: Não há.
  • Entrada: Gratuita.
  • Acesso: O rio tem um trecho que passa por Adão Colares, povoado próximo a Botumirim. Para se ter acesso ao rio, não há placas sinalizando, e recomendo perguntar aos moradores qual o melhor ponto e como chegar. Adão Colares está a 30,9 km de Botumirim, aproximadamente 40 minutos de deslocamento.
  • Infraestrutura: Não há nas margens do rio, porém existem mercearias e bares em Adão Colares.

Apesar de ser o maior rio da região, se for em uma época seca como eu fui, verá só areia… rs. Porém, na época de chuvas durante o verão o mesmo se enche, sendo uma ótima opção para banho e para famílias com criança.

Pequenos poços de águas claras que se formaram no meio das pedras do rio – Período seco.
Época seca – grandes faixas de areia e pouca água.

Decidi descer e conhecer o rio por estar passando em frente, porém se esta com tempo corrido, penso que não vale a pena vir só para conhecê-lo. Não é nada demais perto das belezas que podemos encontrar em Botumirim.

2- Rio do Peixe

  • Horário de Funcionamento: Não há.
  • Entrada: Grátis.
  • Há trilhas: Não precisa de trilhas para chegar até lá.
  • Infraestrutura: Não há.

Como Chegar: O Rio do Peixe está a 12 km da cidade, por uma estrada de terra.

Mapa: Parte do trajeto

Powered by Wikiloc

A estrada de terra tem trechos bem íngremes e até ruins, e carro pequeno e pesado deve “penar” um pouco para subir alguns pontos.

Tem sinalização até para os “gringos”… rs.

O próprio caminho para o Rio do Peixe já é lindo que só. Há pontos tão altos que nos proporcionam uma bela visão da paisagem, e por todo trajeto vamos observando o cerrado florido e as rochas esculpidas pela natureza.

O cerrado de Botumirim está tão preservado que aqui podemos encontrar as rolinhas do planalto (Columbina cyanopis), uma ave que não era avistada desde 2015, e pensava-se estar extinta.

Após meia hora de viagem, partindo da cidade, chegamos neste belo cenário.

Praia do Rio do peixe – Ponto de chegada.

A praia do Rio do Peixe tem uma areia surpreendentemente branca, e uma água escura, negra, o que dá um contraste lindo, ainda mais com este céu azulzinho.

Apesar de ser ao mesmo tempo bem diferente, aqui me fez lembrar o vale da lua, na Chapada dos Veadeiros, pelo fato de haver tantos formatos exóticos de rochas esculpido pela água e chuva.

Rochas esculpidas pelas correntezas das águas.
Curso do rio nas pedras. Interessante, não?
Os “buracos”, conhecidos como pilão, ficam cheios de água, formando banheiras naturais.
Olha que “banheirona” com hidro mais deliciosa!! rs.

Descendo esta parte de pedras, chegamos em outra área com um belo poço e areia. Ótima para banho.

Área mais abaixo da prainha onde inicia o rio. Ótima para banho.
Turminha que me apresentou este lugar show de bola.

3- Cachoeira Quatro Oitavas

  • Horário de Funcionamento: Não há.
  • Entrada: Grátis.
  • Trilha: Curta e fácil – 500 m.
  • Infraestrutura: Não há.

Como Chegar: A Cachoeira está a 2,82 km de Botumirim, e para acessá-la, devemos sair da cidade e seguir a estrada atrás da igrejinha de São Geraldo.

Mapa: Botumirim até início da trilha – Pode-se ir de carro neste trecho.

Powered by Wikiloc

Da estrada mesmo, há um ponto, que há um descampado e podemos admirar a bela queda.

Olha ela…

A Cachoeira pode ser vista do ponto onde paramos o carro, pois é grande e está no meio da mata. Portanto, dá pra seguir a trilha por instinto… rs.

Para acessá-la você terá que passar por um terreno particular, onde geralmente estão cultivando algo, portanto, respeito!

Mapa: Trilha partindo de onde paramos o carro

Powered by Wikiloc

A trilha é curtinha, praticamente plana, e sem esforço nenhum você chega nesta maravilha.

A quatro oitavas.

A Cachoeira não é muito propícia para banho, falta um bom poço, e a água que fica parada não parece muito convidativa nesta época seca.

A impressão que dá, é que na época de chuva, com um volume maior de água, aqui parece ser perigoso.

Porém, a cachu é grande, tem uma bela queda com 80 m de altura, que vem do rio Noruega, e várias quedas secundárias, terciárias etc… o que forma uma imagem linda de se ver.

80 metros de pura “belezura”
Comigo ali dá para entender melhor seu tamanho.

E minhas dicas por Botumirim param aqui, gostaram?

E se você quer mais aventura, ainda tem as seguintes atrações por lá:

4- Campina

Trilha que leva ao alto da encosta do morro do cruzeiro, a oeste da cidade. Aqui você sobe a serra para ter acesso a belas paisagens no alto do morro, alguns morros podem chegar a 1.800 m. No alto há um belo campo de altitude repleto de vegetação nativa, como: sempre-vivas de várias espécies, orquídeas, bromélias e até plantas carnívoras.

Como é um lugar de importância hídrica, há várias nascentes por aqui, e também é morada de muitos animais.

Dizem que ver o pôr do sol na campina é incrível, e essa é a trilha que fiquei com mais vontade de fazer.

Saiba mais aqui.

5- Cachoeira do Bananal

Outra bela atração da cidade é esta enorme cachu, que pode ser vista de longe, da rodovia na época de chuvas. Porém, para quem gosta, é possível fazer uma trilha até ela, só não sei te ensinar como…

O Rio Bananal nasce na serra, e deságua da mesma em uma imensa queda formando uma cachoeira com mais de 210 m de altura, uma das maiores de Minas.

Dizem que abaixo, há um belo poço, ótimo para banho.

Saiba mais aqui.

6- Ribeirão da Onça

O Ribeirão da Onça está ao sul de Botumirim.

Um lugar ótimo para banho, de águas claras, pequenos cânions e despenhadeiros que formam piscinas naturais. Dizem ser muito bonito, e e as fotos que vi comprovam.

Saiba mais aqui.

7- Gruta da Pedra da Tartaruga

Também ao sul da cidade está a Gruta da Pedra da Tartaruga, formada por imensos salões subterrâneos interligados por portais, que lembram teto de catedrais. Aqui também há sítios arqueológicos e pinturas rupestres.

Saiba mais aqui.

E DAÍ, QUANTO FICA A BRINCADEIRA??

É baratíssimo conhecer Botumirim!

  • As atrações são gratuitas.
  • As hospedagens são bem baratas , na faixa de R$ 50,00 – R$ 80,00 .
  • E pode-se comer bem e barato nos restaurantes e pousadas da cidade.

LIÇÕES APRENDIDAS.

  1. Não há infraestrutura nas atrações, portanto leve tudo que vai precisar (comida e bebida).
  2. Penso que dois dias aqui é o suficiente e dá para se conhecer muita coisa.
  3. Para quem gosta, em Botumirim há até sítios arqueológicos.
  4. Recomenda-se guia para as trilhas da Cachoeira do Bananal e Campina.
  5. Vá com tanque cheio, combustível aqui é caro.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS.

Fuso Horário: Segue o horário de Brasília.

Voltagem: 110 V.

A VIAGEM CONTINUA…

Que tal estes outros destinos nas proximidades…

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

QUEM PODE TE AJUDAR?

Quer saber mais sobre a cidade?

Pesquisando encontrei este site bem completo com várias informações: Hotéis, atrações, restaurantes etc…

Deem uma conferida -> Belezas de Botumirim

Vai viajar? Planeje toda sua viagem com o Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog, uma delas é Touron.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS – PASSAGENS AÉREAS – RESERVAS

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

Siga-nos
error0

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »