Cheetah Conservation Fund – Namíbia

Você sabia que o guepardo é o animal mais rápido do mundo? Acho que sim, pois isso já está meio batido. Porém essa é nova: “Você sabia que na Namíbia está a maior população deste felino? “. Provavelmente como eu, você desconhecia este fato, não é mesmo? E além de estar cheio deles, no interior do país é desenvolvido um trabalho magnífico para que eles não desapareçam das suas terras.

INFORMAÇÕES DE: Setembro de 2017.

ROTEIRO PARA: 2 horas – Caminho entre Etosha National Park e Windhoek.

TIPO DE VIAGEM: Mochilão de Férias África do Sul e Namíbia – Parte XXI.

HOSPEDAGEM: Neste dia dormi em Okahandja, na casa do motorista que me acompanhava, Jonas, mas o aconselhável para quem quer dormir próximo ao centro de conservação seria pernoitar em Outjo, Otjiwarongo ou ir direto para o Etosha National Park.

Precisando escolher um lugar para ficar? Consulte e reserve sua estadia pelo BOOKING.COM nos atalhos do blog, estas reservas viram pequenas comissões, VOCÊ NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO, e estará ajudando o Blog a se manter no ar, monetizando nosso trabalho e rendendo ótimas dicas para você.

SOBRE O CHEETAH CONSERVATION FUND

Criado na Namíbia em 1990, o Cheetah Conservation Fund (CCF), é uma organização internacional sem fins lucrativos que se tornou líder mundial em pesquisa e conservação da espécie. O CCF hoje existe para o acolhimento, conscientização e readaptação da espécie na natureza, garantindo assim que estes belos felinos não sumam do território nacional.

A Namíbia é o país do continente africano onde encontramos a maior concentração de guepardos, ou chitas, como também são conhecidos. Infelizmente a maioria destes felinos estão fora das áreas protegidas dos parques. E por que isso ?

Nos parques as chitas competem território com leões e leopardos, e em uma disputa territorial ela sempre leva a pior. Com isso, para ficar distante destes perigos, que podem tirar suas vidas e de seus filhotes, as chitas acabam por ficar fora dos parques e mais próximas de fazendas e áreas urbanizadas. Dai já viu o problema…

Visitar este centro, conhecer as técnicas que contribuem para perpetuidade deste incrível felino na África, com certeza é algo que vale a pena, por experiência e pela oportunidade de contribuir para sua existência na natureza.

Como chegar?

O Centro de Conservação das Chitas fica em Otjiwarongo, uma cidade no interior da Namíbia, que está no caminho para o Etosha National Park, o safári mais procurado do país. Em relação as principais cidades as distâncias são:

  • Windhoek – 393 km – 4 horas de viagem
  • Outjo – 114 km – 1 hora e meia de viagem.

Desta quilometragem total, 44 km são percorridos em estrada de terra, que tomamos logo após passarmos por Otjiwarongo. Importante ressaltar que a estrada está em ótimas condições.

 Mapa deslocamento partindo de Outjo

Quando ir?

O Centro de conservação das chitas pode ser visitado durante o ano todo.

Segurança.

Visitar o centro é super seguro, e mesmo se tratando de animais selvagens, os guepardos são relativamente dóceis, isso não quer dizer que você tem que fazer carinho nele, ok?

Respeite as orientações da equipe e não ultrapasse as distâncias de proteção estabelecidas, afinal, são felinos de grande porte, e você não irá querer ser o primeiro artista a irritar uma chita, vai? Pois não há registros de ataques a humanos como há com leões e leopardos.

Falando em segurança: Você já tem seguro viagem? Não?

Viajar sem é loucura, portanto nunca faça isso!

O Quero Mochilar fechou parceria com uma famosa marca de seguro viagem e esta com preços imbatíveis. Confira fazendo uma cotação no banner publicitários deste artigo, ou saiba mais sobre os benefícios de fechar o seguro viagem com a gente neste link: Saiba mais.

ROTEIRO

Dia 17 – 12/09/2017

Saímos de Outjo logo após o almoço, com o objetivo de conhecer o trabalho deste famoso centro de conservação das chitas. Foi em torno de uma hora e meia de viagem, em uma estrada tranquila. Por volta das 14h00, no horário que as alimentam chegamos. Por poucos minutos poderíamos ter perdido este momento, que tem hora marcada.

Cheetah Conservation Fund 

Horário de funcionamento: Diariamente das 8h00 às 17h00.

Há várias atrações programadas durante o horário que o centro é aberto ao público, como: corrida, alimentação, game drive (safári de carro)  etc. Você pode consultar mais detalhes no quadro abaixo e no próprio site (https://cheetah.org/).

Foto: Na entrada informam os horários das atrações que há no centro de conservação.

Valor da entrada:  N$ 250 – R$ 67,50 – Valor para visitantes internacionais.

OBS: Crianças pagam meia.

Relato

Ao chegar já pude vê-las de longe e a expectativa foi só aumentando. Na pressa, para não perder nada, mal paguei a taxa de entrada e quando me vi já estava lá grudado na grade, sem nem mesmo ter escutado direito as instruções. 

Estava na hora da tal alimentação da chitas, e ao escutar alimentação, cheguei até a pensar que iriam jogar “algo” vivo pra elas correrem atrás rsrsrs …. e não queria perder este momento, mesmo que me conhecendo eu ia morrer de dó…, mas… não foi nada disso esta tal de alimentação e eu já te conto… rs.

Quando cheguei na grade tive que disputar espaço com várias crianças… rs. Estava tendo uma visita escolar. Como eram criança da Namíbia, eles podem ver chitas sempre que quiserem, e como eu sou brasileiro, dificilmente verei quando quiser, portanto não me envergonhei em disputar espaço com elas… rs (agora estou envergonhado), assim cavouquei meu espaço no meio da molecada e fiquei só observando.

Foto: Posando para a foto após a passagem da molecada… Ufa!! rs.

Nos meus safáris não havia visto leopardos e nem chitas, que apesar de muitos confundirem, estes dois são espécies totalmente diferentes. E como são ambos amarelos de bolinha preta, me contentei com ela, já que faltou o leopardo para fechar os “big five” (5 animais mais temidos) nos safáris…rs

Sério!! Eu fiquei deslumbrado com a sua beleza. Estou acostumado a vê-la no Discovery Channel só como um bicho magro, seco e sem muita graça, mas pessoalmente achei ela um dos animais mais lindos da África. Sua magreza virou elegância, e seu olhar e caminhar um charme a parte.

Durante a apresentação, que há antes da alimentação, um funcionário começou a nos contar tudo sobre a biologia do animal, seus hábitos alimentares, táticas de caça, disputas territoriais etc. Uma verdadeira aula de biologia sobre as chitas e melhor olhando diretamente para elas.

Foto: São colocados bacias com carne e cada uma fica educadinha na sua bacia deliciando seu almoço.

Foto: Apesar de serem grande e rápidas as chitas costumam se alimentar na maior parte das vezes de pequenos animais, preferindo antílopes.

Foto: Não há registros de ataques a humanos por chitas, pelo menos foi isso que meu inglês tupiniquim conseguiu entender da explicação rs…

Acho que isso tudo durou em torno de meia hora, foi tudo muito rápido, mas intenso.

Após a alimentação houve um pouco mais de aula e então saímos para o Game.

Game Drive

Valor: N$ 480 – R$ 129,60.

Achei extremamente caaaaro, e normalmente eu iria me arrepender bastante, mas como este dinheiro irá colaborar na conservação deste animal que eu havia acabado de me apaixonar, esta dor no bolso foi amenizada.

Foto: Carro para o Game Drive.

O passeio é bem simples e consiste em uma volta neste carro safári em uma área cercada, onde ficam algumas chitas que não podem mais ser introduzidas na natureza por algum motivo. Algumas tem ferimentos causado por fazendeiros.

Foto: A paisagem da área bem típica da região é assim.

Estes animais são os xodós do centro, todos tem nomes e podemos chegar bem pertinho deles e observá-los descansando.

Foto: A primeira chita que vimos – estava tranquila descansando do sol da África.

Foto: Logo demos de cara com este belo casal também descansando na sombra… aqui é só sombra e água fresca literalmente… rs.

Durante o passeio a aula continua e aprendemos muito também sobre o centro de conservação.

Foto: A gente pensa, ágil assim pula aqui a hora que quiser, mas estas são muito sussas…rs.

No final da visita ainda conhecemos o que achei a parte mais fantástica deste trabalho.

Foto: Os cães que salvam as chitas – Inimigos, que são na verdade os melhores amigos.

Para proteção da espécie, eles criam estes cães (que esqueci a raça), desde filhotes junto com cabras, e depois revendem por preço de custo os mesmos para os fazendeiros das regiões de incidência das chitas.

Acontece que como os cães são criados em meio a cabras, desde filhotes, eles as tem como sua família, e assim cuidam da proteção das mesmas em tempo integral nas fazendas. Ou seja, quando uma chita quer atacar, eles as protegem e espantam o felino, evitando assim prejuízo para os criadores, e a matança das chitas. Chitas preferem presas fáceis e que não reagem, e não desperdiçariam energia brigando com um cão do tamanho dela.

Resumindo: O CCF é de extrema importância para a conservação deste magnífico animal, e o protege com projetos simples e eficientes. Atuando em prol das chitas e das comunidades que são afetadas por sua presença. Que tenha vida longa.

E DAI QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

Gasto médio diário na Namíbia: R$ 624,25 reais.
Incluido: Tour com Jonas, Passagem de volta para Johannesburgo, deslocamentos internos, acampamentos, alimentação, compras etc… tudo que foi gasto nos 7 dias que passei no país.

Orçamento para este passeio: N$ 730  – R$ 197,10.

  • Entrada: N$ 250 – R$ 67,50.
  • Game Drive (Passeio com carro): N$ 480 – R$ 129,60.

LIÇÕES APRENDIDAS.

1- Otjiwarongo parece ser uma cidade bem estruturada, portanto um ótimo ponto de parada para almoçar, jantar ou até mesmo pernoitar.

2- Há um centro de conservação de felinos, que além de Chitas há leopardos, leões e outros felinos africanos. Também fica no caminho, entre Otjiwarongo – Windohoek.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS.

Fuso Horário: + 5h (Brasília).

Língua

O idioma oficial da Namíbia é o inglês, mas existem ainda outras 13 línguas regionais no país, como uma das mais tracionais delas o Africâner.

Como a Namíbia foi colonizada pela Alemanha, você pode encontrar algumas coisas no idioma.

Moeda

A moeda oficial do país é o Dólar Namibiano (NAD / N$).

Foto: Ignore os 50 rands (África do Sul) perdido ali no meio…rs.

Em alguns lugares podem aceitar o Rand sul africano, cujo a cotação é próxima ao Dólar Namibiano, o contrátrio já não acontece na África do Sul.

Em relação as minhas cotações:

  • $ 1 Dólar americano – N$ 12,55
  • R$ 1,00 Real – N$ 3,68

OBS: Para converter os dólares namibianos para reais, multiplique por 0,27.

Cotação atual: Clique aqui.

Gorjetas: Nós brasileiros não temos costume de dar gorjetas, na verdade temos até dificuldade… rs, mas na Namíbia, elas são sempre bem vindas e esperadas. O ideal é pagar no mínimo 10%.

Vistos e Vacinas

Boa pra nós!

Brasileiros não precisam de visto para permanência menor que 90 dias e é exigido somente passaporte com no mínimo 6 meses de validade.

Em relação a vacinação é obrigatório a vacina contra febre amarela (certificado com validade internacional).

Tomada

O padrão é do Tipo D.

Foto: Foto cedida pelos amigos Casal Wanderlust (www.casalwanderlust.com.br).

Voltagem: 220 V.

A VIAGEM CONTINUA…

Relato Anterior: Outjo – Namíbia.

Próximo Relato: Okahandja – Namíbia.

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

QUEM PODE TE AJUDAR?

Embaixada Brasileira em Windhoek.

Site Oficial (em inglês): https://cheetah.org/

JONAS NUULE

IMG_5562

MOTORISTA – NAMÍBIA  YYYYY

Diferencial: Você negocia seu trajeto com ele e ele roda a Namíbia inteira se for preciso com você. No seu tempo e ritmo e sai bem mais em conta.

Facebook: Click aqui.

WhatsApp: + 264 812863631

A EXPERIÊNCIA COM O QUERO MOCHILAR Escolhi meu trajeto, passei para ele e ele me conduziu por 5 dias pelo país. É um excelente motorista e uma pessoa honesta e de confiança. Na época que contratei ele não era um guia turístico, e sim um motorista, mas estava se aprimorando para isso.Seu trabalho está mais que testado e aprovado!

Vai viajar? Planeje toda sua viagem com o Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS NACIONAIS E INTERNACIONAIS – PASSAGENS AÉREAS – CHIP DE CELULAR

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

 

 

 

 

 

Siga-nos
0

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »