Guarda do Embaú – SC

Quem procura Santa Catarina como destino muitas vezes fica encantado com a ilha da magia (Florianópolis) e de lá não sai, coisa totalmente compreensível, mas quem se arrisca saindo da ilha e indo para o continente pode encontrar lugares como a Guarda do Embaú, uma combinação perfeita de natureza, rusticidade e praia.

INFORMAÇÕES DE: Janeiro de 2018.

ROTEIRO PARA: 1 dia.

TIPO DE VIAGEM: Férias em família.

HOSPEDAGEM: Fiquei hospedado na casas de tios, mas aqui, lugar para ficar é o que não falta e tem para todos os bolsos e estilos. Há pousadas, hotéis e até hostel, tudo na própria Guarda ou em Palhoça, caso queira uma opção de hospedagem mais em conta.

Procurando lugar pra ficar? Consulte e reserve sua estadia pelo BOOKING.COM nos atalhos do blog, estas reservas viram pequenas comissões, VOCÊ NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO, e estará ajudando o Blog a se manter no ar, monetizando nosso trabalho e rendendo ótimas dicas para você.

SOBRE A GUARDA DO EMBAÚ

A Guarda do Embaú é uma praia localizada em Palhoça, próximo a Florianópolis, mas já no continente.

Esta bela praia surgiu de uma pequena comunidade de pescadores, no início da década de 70, e quando foi descoberta por surfistas, ganhou muito fama, até chegar ao ponto de ser considerada como uma das dez melhores ondas para a prática do esporte no Brasil, um título de reconhecimento mundial.

Este título foi aprovado oficialmente no dia 27 de outubro de 2016, pelo Conselho Visional das Reservas Mundiais de Surf (World Surfing Reserve – WSR) e a Save the Waves Coalition, com sede na Califórnia (USA), e hoje a Guarda do Embaú é a nona Reserva Mundial de Surf (RMS), sendo a primeira praia com este título do Brasil.

E de onde vem este nome?

Conforme os locais, seu nome veio do fato de que, séculos atrás, um navio pirata que navegava pela região naufragou. Como os piratas possuíam tesouros, se viram obrigados a enterrá-los guardados em baú nessa costa. Com o passar do tempo, foi sendo criada a história de que havia tesouros enterrados, guardados em baú, o que acabou dando origem ao nome atual da localidade.

Gostou da história? Então agora vamos lá que vou te mostrar a beleza daqui…

Fonte: Wikipédia.

Como chegar?

O aeroporto mais próximo é o da capital do estado – Florianópolis – que fica a 57 km de distância, em torno de uma hora de viagem, claro, desde que não seja verão, pois nesta época do ano o trânsito na região para literalmente e vira um CAOS.

Para chegar, você sai da ilha rumo a Palhoça, e de lá pega a BR 101 e é só seguir as placas. A estrada além de ser asfaltada está em boas condições e é bem sinalizada.

 Mapa de deslocamento de Florianópolis a Guarda do Embaú.

Quando ir?

Principalmente por ficar no sul do pais, onde há inverno de verdade e a água é mais gelada, a temporada é no verão, sendo bem intenso o movimento de dezembro a fevereiro. Nestes meses, aconselho quem quer conhecer a Guarda ficar por lá mesmo, pois o trânsito para fazer bate e volta de Florianópolis é algo inacreditável e não vale a pena.

Nos meses de primavera, como outubro e novembro, e início do outono – março e abril, são ótimos meses para conhecer a aproveitar a Guarda com mais tranqüilidade.

Segurança

Em relação a segurança, é um lugar bem seguro.

Tome os cuidados de sempre somente em relação a entrar no mar e a exposição ao sol.

ROTEIRO

Eu nunca dou sorte com a Guarda do Embaú!

Tenho família em Palhoça e sempre que vou visitá-los, a maior parte do tempo fica chovendo, e não fugindo desta má sorte, minha última vez por lá, no inicio de 2018, não foi diferente, quase 90% do tempo que fiquei lá foi com chuva. Porém um dia, e para minha sorte o primeiro dia do ano, o sol veio com força total, abrindo um ano e um dia lindo.

Agora sim, tinha tudo a favor para fazer a Trilha da Guarda, a maneira aventureira de se chegar até a praia. Chegar até a Praia da Guarda pode ser mais simples, e eu quis conhecer os dois caminhos e isso que quero dividir aqui.

Primeiro vamos falar da maneira mais fácil, que vou chamar de sem aventura, ok?

Vamos lá…

1- GUARDA SEM AVENTURA – TRAVESSIA DO RIO A PÉ OU DE BARCO

Esta é a forma mais simples e fácil de chegar até a praia da Guarda, e para chegar até lá só atravessando o rio Madre, em uma travessia que pode ser feita de duas formas:

1.1- A PÉ: Eu, uma pessoa “alta” de 1,67 m (rs), fico com a água no máximo até a cintura nos trechos mais fundos. Por tanto, o único problema de atravessar andando é se você for menor que isso, ou não querer encarar a água gelada. Não há muito perigo, ou trecho bem fundos, e é só seguir o fluxo, igual as vacas, vamos seguindo um caminho em trilha, um atrás do outro (rs).

Foto: Foto capa de filme para encarar a travessia… rs.

Foto: Travessia – Há uma fila enorme de pessoas, e vamos seguindo, por isso que lembrei dos caminhos da vacas…rs

Foto: Água até a cintura.

Foto: Mais travessia do Rio Madre.

1.2- BARCO: Para quem não quer se molhar, ou fica com medo da travessia, a opção para chegar até a praia é com um barco. São vários barqueiros que ficam parados nas margens do rio aguardando os turistas. Cada Travessia custa R$ 3,00, ou seja, R$ 6,00 ida e volta.

Foto: Os barqueiros ficam nas margens dos dois lados aguardando os turistas.

A travessia de barco é rapidinha, nem 5 minutos, feita com estes bambus, que impulsionam o barco após tocarem o chão.

Foto: Lá vamos nós…

Foto: barcos pequenos, no máximo umas 8 pessoas. As vezes temos que esperar encher para atravessar, o que no verão não dura muito tempo.

Foto: Barqueiros indo em direção ao “formigueiro” – Usam uma rota mais funda do rio, diferente do trecho que as pessoas fazem a pé.

Foto: Vista da praia para a vila.

Vale ressaltar que a praia tem uma ótima infra-estrutura, com várias barracas com salgados, petiscos, cerveja, bebidas no geral etc. Lá alugam guarda sol e cadeiras também, caso não tenha.

Agora se você gosta de aventura e tem disposição para andar, você pode chegar até a Guarda do Embaú por uma trilha com paisagens incríveis.

Borá lá…

2- GUARDA COM AVENTURA – TRILHA DA GUARDA.

Ficha técnica da Trilha

Algumas considerações:

  • O tempo de 1h51min é em movimento, mas para esta trilha pode reservar umas 3 horas, pois há vários pontos de paradas bem interessante.
  • O lado bom desta trilha é que você faz o trajeto só de ida.

Mapa – Trajeto trilha da guarda

Powered by Wikiloc

 

Vamos lá falar da trilha…

Primeira Etapa: Praia de Cima – Pinheira.

Começamos esta trilha na Praia de Cima, uma praia bem movimentada e com uma ótima estrutura. Paramos nosso carro em um estacionamento, pegamos as coisas e seguimos rumo ao início da Trilha.

Foto: Entrando na Praia de Cima, de onde iniciamos a caminhada.

Foto: Praia de Cima – Uma ótima praia também.

Você vai caminhar na beira da praia até seu final, onde você verá uma placa apontando um caminho morro acima, então é só subir as pedras e seguir a trilha, que está bem demarcada no chão, pelo menos neste começo.

Foto: Família largando a bebedeira por uns momentos e caindo no trekking… rs.

Neste início de caminho temos uma bela visão da praia da Pinheira.

Foto: Praia de Cima.

Segunda Etapa: Costão da Praia de Cima.

Alguns minutos de caminhada chegamos na ponta da praia de Cima, uma área que não dá para aproveitar nadando, devido a quantidade de pedras e a força da água, mas dá pra contemplar a vista, pois é linda demais a paisagem.

Foto: Ponta da Praia de Cima.

Foto: Linda paisagem não?

Foto: Não fui até a pontinha, pois daqui já estava contente com o que podia ver. Linda imagem, não é mesmo?

Daqui continuamos seguindo a trilha, há horas que a trilha não está bem definida, mas dá para usar nossa bússola interna já que estamos vendo o litoral e seguir em frente.

Ahhhh não se espante se no caminho encontrar alguns animais. Não sei como trazem até aqui, mas há várias vacas… rs. Aliás, cuidado com os cocôs que há muitos.

Foto: Ainda bem que não atacam… rs.

E enquanto isso no caminho, mais belezas da natureza…

Foto: Uma ave marinha enorme – Pena eu não saber o nome, mas penso que é um tipo de fragata.

Foto: Momento família em dia de aventura.

Continuando a caminhada vamos para a Praia do Maço.

Foto: Último descanso a sombra antes de descer para a Praia do Maço.

Terceira Etapa: Praia do Maço.

Mais alguns minutos de caminhada chegamos a Praia do Maço, uma praia bem isolada, cheia de bichos-grilos (nada contra, me formei no meio deles e sou um pouco as vezes… rs). Aqui só se chega andando mesmo e a maioria das pessoas vem para acampar. Há uma estrutura para atender os turistas com bar e banheiro.

Foto: A Praia do Maço e as barracas de camping.

Não paramos na praia. Como estávamos “farofando” e cheios de guloseimas e cerveja, passamos reto, morro acima cruzando o chamado Vale da Utopia.

Quarta Etapa: Vale da Utopia.

Nesta caminho, onde cruzamos o Vale da Utopia, temos paisagens de cartão postal o tempo todo. Deixem a câmera preparada para ótimas fotos.

Foto: Belo mirante.

Daqui temos a melhor vista para próxima parada, e pra mim a melhor de todas – A Prainha.

Foto: Bela vista de qualquer ângulo esta prainha.

Foto: Prainha – Super isolada.

Foto: Agradecendo por estar começando um ano com esta paisagem.

Foto: Minha companheira de aventuras – www.botasecosafety.com.br – Couro legítimo, especialista em trekking e ótimos preços. Com o Cupom: queromochilar você tem de 20% a 25% de desconto.

Quinta Etapa: Prainha.

Após cruzar o vale, e ter admirado essa praia do alto, chegamos.

Foto: Chegamos.

Esta é uma praia bem isolada, fomos contemplado até pela presença de uma tartaruga. E o motivo desta falta de gente é o trajeto, pois chegar aqui só é possível andando, e graças a Deus a maioria das pessoas não gostam de andar…rs.

Foto: Uma praia deserta existe em plena temporada máxima da região.

Foto: Não parece, mas juro que é uma tartaruga..kkkk.

O lugar é tão isolado, que havia um grupo de garotas de topless, mas isso só para mostrar como é privado estar aqui.

A Prainha é um local ideal para nadar, se quiser aproveitar para descansar da trilha, agora é a hora.

Foto: Mais uma parada de descanso.

Agora saimos da Prainha e ainda passamos por lugares bem interessantes até pegar a conhecida Trilha da Guarda.

Foto: Saindo deste pequeno paraíso…

No caminho encontramos essa piscina formada pelas ondas do mar. Ideal para crianças, e olha que linda paisagem que se formou. Coisas da natureza.

Foto: Piscina formadA pelas ondas do mar.

Foto: A piscina vista do alto, dando um melhor entendimento da sua formação.

Foto: Todo mundo junto já quase chegando na trilha próxima a Guarda.

Sexta Etapa: Trilha da Guarda.

Há várias atrações e pontos de parada nesta parte da trilha. Neste dia, não cheguei ir até a ponta da praia, de onde temos uma vista linda e pedras gigantes, pois já fui em outra ocasião. Nesta hora eu já estava com fome e vontade de chegar logo na cidade… por isso, cortamos caminho, e pulamos esta parada, mas fica a dica.

Foto: Eu fotografando.

Foto: A Guarda vista de longe.

Passamos pela Praia da Barra, pegamos a trilha novamente rumo a cidade. Neste dia não fomos até a praia da Guarda também. Daqui, você pode chegar direto na praia da Guarda, basta cruzar o rio Madre.

Quase 3 horas depois de iniciarmos a trilha, chegamos na vila e um delicioso almoço com comida litorânea nos esperava.

Foto: Um pouco de como é o centrinho da vila.

Foto: Uma prancha em homenagem ao Ricardinho, um grande surfista, que perdeu sua vida de bobeira em uma discussão e morava aqui.

Depois fomos andando até o carro, mas este trajeto não está na ficha técnica e nem no mapa do wikloc. Seriam mais 3 km de caminhada, 40 minutos de trajeto, andar da Guarda do Embaú até a Praia de Cima.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

Orçamento para 1 dia: R$ 86,00 .

  • Barco: R$ 6,00 – Ida e Volta.
  • Almoço: Em torno de R$ 60,00 / pessoas – Com bebidas.
  • Estacionamento: R$ 20,00.

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR…

Há vários ótimos restaurantes aqui, para todos os gostos e bolsos.

Escolhemos este que tem uma ótima comida, bons preços e cardápio regional.

Restaurante: Guardião.

Foto: Fachada do restaurante, que está sempre cheio.

Recomendo, e repetiria qualquer um destes pratos…

Foto: Anchova com alcaparras.

Foto: Filé com ervas finas.

Foto: Filé com molho de camarão. 

Não conheci ainda, mas dizem que o restaurante Big Bamboo é ótimo. E para quem é amante de cerveja como eu, aproveite para experimentar a cerveja artesanal deles: A coruja – Que dizem ser ótima.

LIÇÕES APRENDIDAS.

1- Em temporada: Se estiver nas proximidades da Guarda evite ir de carro, peça para alguém te levar próximo as ruas principais, desça e vá a pé.

2- Evite ao máximo na temporada entrar no centro da cidade com o carro, só irá perder tempo. Pare distante mesmo e vá andando. O stress é bem menor, te garanto.

3- Dica: Para quem gosta de aventura, há também a trilha do Urubu, que pode ser feita na região. Este é o topo mais alto com vista para praia e é colado na Guarda.

4- Os preços de aluguéis e hotéis na Guarda do Embaú são mais caros que em Palhoça, se não for temporada e o trânsito estiver tranqüilo, compensa ficar um pouco mais afastado e se deslocar de carro, ônibus ou táxi.

5- Em temporadas, melhor alugar ou reservar sua estadia na própria Guarda e evitar sair de carro.

6- Esta praia é a casa e o lugar de lazer do ex-modelo Paulo Zulu, que também tem uma pousada aqui. Vira e mexe ele marca presença na praia e você pode “trombar” com ele por lá.

7- No final desta trilha, quando estamos chegando na Guarda, o trecho é bem movimentado com todo tipo de gente, lerda, rápida, idoso, criança, e acaba demorando demais esperando para conseguir avançar. Se conseguir cortar este trajeto final por cima, melhor. Ganha tempo. Ahh também neste trecho há bastante lama, devido a movimentação.

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS.

Fuso Horário: Segue o horário de Brasília.

Voltagem: 220 V.

A VIAGEM CONTINUA…

Que tal dar uma esticadinha até o Rio Grande do Sul…

– Roteiros no RS.

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

 QUEM PODE TE AJUDAR?

Site com tudo sobre a Guarda: http://www.guardadoembau.com.br/

Vai viajar? Planeje toda sua viagem com o Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS NACIONAIS E INTERNACIONAIS – PASSAGENS AÉREAS – CHIP DE CELULAR 

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

Siga-nos
0

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »