Parque Estadual de Serra Nova e Talhado

No Parque Estadual de Serra Nova e Talhado está uma das mais belas quedas d´água de Minas Gerais, a Cachoeira do Serrado, porém o que poucos sabem é que o parque não se limita só a ela… 

INFORMAÇÕES DE: Novembro de 2019 / Fotos de 2015 e 2019.

ROTEIRO PARA: 2 dias.

TIPO DE VIAGEM: Viagem de fim de semana.

HOSPEDAGEM: Cantinho da Serra – Pousada.

Simples, sem luxo e com um atendimento sem igual, um lugar ideal para esquecer de tudo. A Zilda e seu marido, o Bengala, são ótimos e não sabem o que fazer para agradar seus clientes.

A pousada é bem localizada, próxima a cachoeira do Serrado.

Contato: (38) 99931 0074 – Por favor, diga que foi recomendação do Quero Mochilar.

Relaxo só de lembrar desta rede…

Sobre hospedagem em Porteirinha

A maioria das pessoas que se propõe a conhecer este parque vão somente para a principal atração, a Cachoeira do Serrado, que fica em Porteirinha. A melhor alternativa, para quem vai pernoitar por aqui, é alugar uma casa ou uma pousada próximo a cachoeira, pois a cidade fica um pouco distante (quase 30 km).

Não há muitas opções, e as que há são simples.

A simpática Zilda da Pousada, Bar e Restaurante Cantinho da Serra:

SOBRE O PARQUE ESTADUAL DE SERRA NOVA E TALHADO

Mais um tesouro no Norte de Minas, o Parque Estadual de Serra Nova e Talhado é uma reserva de quase 50 mil hectares de área preservada, que abrange os municípios de: Rio Pardo de Minas, Serranópolis de Minas, Porteirinha, Mato Verde e Riacho dos Machados.

O Parque, criado em 2003,  fica na Serra Geral ou Serra do Espinhaço ( como é conhecida pelos nativos da região). Esta serra corta partes dos estados de Minas e da Bahia, sendo uma das maiores do Brasil.

Após uma estruturação recente, algumas atrações do parque foram liberadas para visitação, porém muitas delas somente com guias, principalmente as travessias.

Até poucos anos atrás, não havia controle de acesso e muita gente acabava entrando sem autorização, principalmente na Cachoeira do Serrado, porém hoje tudo mudou, e agora há controles e regras.

A principal atração do parque, a Cachoeira do Serrado (isso mesmo com S) , fica em uma fenda aberta no meio da serra, como se houvesse sido “Serrada” por alguém, por isso o nome.

11- Quero Mochilar Serrado

Como chegar ao Parque Estadual de Serra Nova e Talhado?

Há 3 entradas oficiais para conhecer o parque, porém são distantes uma da outra, são elas:

  • Cachoeira do Serrado (Porteirinha).
  • Talhado (Serranópolis de Minas).
  • Serra Nova.

Entrada: Cachoeira do Serrado

Vou focar este post na principal atração do parque. Esta famosa cachu está na área rural de Porteirinha, distante 29,9 km do centro da cidade e 170 km do aeroporto mais próximo (Montes Claros).

O acesso mais fácil e mais comum, principalmente para os turistas é pela MG 122. Você irá pegar a MG sentido Mato Verde até o km 20, que fica na comunidade de Serra Branca, onde deverá entrar a direita, bem em uma capelinha. Atenção no caminho, pois não há placas indicativas.

A partir deste ponto a estrada é de terra (15,7 km), mas não se preocupe você chega com veículo baixo.

 Mapa – Trajeto Porteirinha para Cachoeria do Serrado.

Entrada: Talhado

Para chegar em outra das atrações do parque, o Talhado, você deve ir até Serranópolis de Minas, que fica a 26,8 km de Porteirinha.

Vale ressaltar que este caminho é pela estrada de asfalto. Há atalhos por terra partindo da Cachoeira do Serrado, mas se você não é da região eu não indico, pois não há placas.

Em Serranópolis, dirija sentido sudoeste até a estrada de chão por 1,5 km, vire a esquerda na estrada do talhado e percorra 5 km até a entrada do parque.

Mapa – Trajeto Porteirinha – Serranópolis de Minas.

Entrada: Serra Nova.

Esta é a entrada para outro grupo de atrações do parque, que eu não conheci, mas está nos planos. Então quando fazer, escrevo certinho aqui para vocês.

O que posso dizer é que esta é mais afastada, são 130 km de Porteirinha. Do distrito de Serra Nova até a entrada do parque são 0,6 km.

Como podemos conhecer o Parque Estadual de Serra Nova e Talhado?

A cachoeira do Serrado você pode conhecer sozinho, pois a trilha é curta e super tranquila, mas quem quer conhecer um pouco mais e realizar as travessias é obrigatório a contratação de um guia.

As travessias são:

  • Travessia Serra Nova (Rio Pardo de Minas)
  • Travessia Cachoeiras do Serrado (Porteirinha)
  • Travessia do Talhado (Serranópolis de Minas).

Há um ponto de apoio no meio do parque, onde pode-se pernoitar. Em um fim de semana você faz um ótimo roteiro por aqui – fica a dica para os mais aventureiros e este atalho para o site oficial dos guias do parque com todas as informações que você precisa saber: Site Oficial dos guias de turismo.

Quando ir ao Parque Estadual Serra Nova?

O parque pode ser visitado o ano todo. Somente pode haver algumas restrições em relação as travessias por causa de condições climáticas.

A principal atração, a Cachoeira do Serrado, tem água durante todo o ano, porém seu volume tem variação de acordo com o regime de chuvas da região.

Se você quer vê-la nas maiores vazões, programe-se para ir de outubro a março.

Segurança.

Como as atrações principais do parque são cachoeiras e córregos, fique atento sempre ao tempo e evite entrar na água em dias de chuva no local, ou nas regiões das cabeceiras, pois há risco de trombas d´água.

Atente-se para conferir a profundidade e existência de pedras antes de pular na água de ponta, pois há partes com até 15 m de profundidade, porém também há muitas pedras nos poços das “cachus”.

ROTEIRO PARA O PARQUE ESTADUAL DE SERRA NOVA E TALHADO

Para conhecer o parque como um todo são necessários pelo menos três dias. Já estive lá duas vezes. A primeira em 2015, onde conheci a Cachoeira do Serrado em um dia, e o Cânion do talhado em outro. E em 2019, quando fui somente curtir um fim de semana na cachoeira.

Vou falar aqui do que puder conhecer por lá nestes dias.

Cachoeira do Serrado

Horário de funcionamento: Das 8h00 às 17h00.

Entrada: Gratuita – Há controle de entrada.

Orientações importantes: Proibido levar alimentos ou bebidas alcoólicas. Os responsáveis na portaria só liberam a entrada com água.

Altura da cachoeira: 70 m

Trilha: 100 m  – Nível fácil.

Sem dúvida esta é uma das mais belas cachoeiras da Serra Geral, e por ter um acesso fácil e ser ótima para banho, ela é muito visitada.

1- Quero Mochilar Serrado

Foto: Serra Geral vista do caminho.

Na primeira vez que fui eu estava acampando em uma roça, há 2 km da cachoeira, e cheguei andando com a turma. Já na segunda vez, fui de carro até a portaria, onde estacionei e caminhei somente os 100 m.

2- Quero Mochilar Serrado

Foto: Caminhando até a cachoeira pela estrada.

3- Quero Mochilar Serrado

Foto: Bom lembrar!

4- Quero mochilar Serrado

Foto: Antigamente era a única informação que nos alertava que estamos entrando em uma área protegida.

A trilha é super tranquila, dá até pra ir de chinelo. Há trechos com água correndo, pedras, mas tudo muito de boa.

Quando fui em 2015 havia uma parte da trilha que era feita se espremendo entre as pedras, porém hoje todo o caminho até a cachoeira esta bem estruturado e você não passa mais nenhum apuro.

5- Quero mochilar serrado

Foto: Caminho em 2015.

Agora, deem uma olhadinha em como encontramos o parque em 2019:

Conforme vamos nos aproximando o som da água caindo vai aumentando, assim como a nossa empolgação.

Com o som cada vez mais alto, uma hora aquele barulho todo toma forma, e nessa hora meu amigo, é só emoção.

Quando chegamos não tem como não parar para admirar…

6- Quero Mochilar serrado

Foto: A magnífica cachoeira do Serrado.

7- Quero Mochilar Serrado

Foto: Mais Serrado… Difícil enquadrá-la em uma foto, só lá para entender.

6.1- Quero Mochilar Serrado

Foto: Vista de perto, ainda mais linda.

Todo empolgado e apaixonado por fotos e belas imagens como sou, nas duas vezes que estive aqui, passei um bom tempo só fotografando.

Na primeira vez que estive, não nadei muito, porque fui mole mesmo (rs) e não quis encarar a água fria, porém nesta segunda vez, tremi o queixo, mas cai na água com gosto, e foi ótimo!

Sério! Essa água é super gelada, chega a doer os tímpanos, mas é impossível resistir.

9- Quero Mochilar Serrado

Foto: Esperando a coragem que não veio na primeira vez…

10- Quero Mochilar Serrado

Foto: Refrescando da caminhada.

Parque estadual de Serra Nova e Talhado

Quem não sabe nadar tem que tomar um pouco de cuidado, pois em seu poço há partes bem profundas.

Aqui é um lugar para vir e curtir o dia, almoçar em um dos restaurantes próximos e se preocupar somente em relaxar.

12- Quero Mochilar Serrado

Foto: Só de ver uma beleza desta a gente já relaxa!

Em 2015, quando viajei por estas bandas, aproveitei para passar por Serranópolis de Minas e conhecer também outra parte do parque, o Cânion do Talhado.

Cânion do Talhado

Horário de funcionamento: Das 8h00 às 17h00.

Entrada: Gratuita – Em 2015 não havia portaria, porém hoje me informaram que há.

Um pouco escondido, este lugar em Serranópolis de Minas também faz parte do Parque Estadual de Serra Nova e Talhado. Na época que fui, como não havia controle, entramos e percorremos uns 3 km a dentro do parque por conta própria. Porém hoje, é recomendado guia.

Daqui se faz uma das travessias, que dizem ser lindas.

13- Quero Mochilar Serrado

Foto: O indicativo que estamos entrando na área do parque – Aviso antes de haver portaria.

No inicio da trilha temos uma belo poço de água parada ótima para banho, e muitas pessoas já param aqui mesmo.

14- Quero Mochilar talhado

Foto: Poço do talhado – Ótimo para banho.

15- Quero Mochilar Serrado

Foto: Caminho percorrendo o curso d´água.

A trilha é muitas vezes em terreno inclinado e bem apertada, passando no meio da vegetação, com isso muita flora, fauna e belas paisagens são garantidas neste passeio.

16- Quero Mochilar Serrado

Foto: Iniciando a trilha… lá vamos nós!

18- Quero Mochilar talhado

Foto: Cactus, sempre muito presente nas paisagens do norte de Minas.

19- Quero Mochilar

Foto: Parte da paisagem.

21- Quero Mochilar

Foto: Belas imagens, mesmo com a ajuda do homem.

20- Quero Mochilar

Foto: A sorte de ter um belo beija-flor pelo caminho.

17- Quero Mochilar Serrado

Foto: A imensidão da Serra Geral em Serranópolis.

Este lugar, o Talhado, nada mais é que uma imensa fenda no meio da serra, e quando estamos no alto temos uma bela visão deste baita “buracão”.

22- Quero Mochilar

Foto: A vista para o cânion.

Esta trilha é bem longa, não sei te falar direito onde termina, no dia caminhamos até encontrar o Cânion. Andamos contando a ida e a volta, em torno de 3 km.

24- Quero Mochilar talhado

Foto: Olhem as pessoas próxima as rochas para ter ideia da dimensão do lugar.

23- Quero Mochilar talhado

Foto: Todos pequenininhos próximo aos imensos paredões.

21.1- Quero Mochilar

Foto: Caminho.

25- Quero Mochilar

Foto: O curso d´água.

26- Quero Mochilar

Foto: Obra da natureza: água + tempo, show, não?

E DAÍ, QUANTO FICA A BRINCADEIRA??

Os únicos custos que você terá neste passeio são:

  • Pousada em Porteirinha (aos pés da Cachoeira): R$ 90,00 / dia.
  • Almoço caipira na pousada: R$ 100,00 / 4 pessoas.
  • Guia: R$ 120,00 / diária – Para quem deseja fazer as travessias.
  • Lanches + água: R$ 20,00 / dia.

Este é um passeio bem barato e muito prazeroso aqui no norte de Minas.

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR:

Mesmo que não fique hospedado, programe-se para almoçar no simpático restaurante Cantinho da Serra, administrado pela simpática Zilda.

O local é próximo a Cachoeira do Serrado (+/- 2 km), você irá vê-lo quando estiver a caminho.

Recomendo na ida para cachoeira parar no bar, reservar o almoço, e depois retornar na hora marcada para almoçar.

Pode confiar, comida barata e excelente!

36

Foto: Tem mesa mais gostosa que esta?

Não quer carne? Que tal um frango caipira…

Parque estadual de Serra Nova e Talhado

A VIAGEM CONTINUA…Recomendo ainda em Minas:

LIÇÕES APRENDIDAS:

1- Voltagem: 110 V.

2- Não custa lembrar que dentro do Parque é proibido:

  •  Fazer/acender fogo.
  • Acampar sem autorização do IEF.
  • Fazer travessias sem guias.
  • Levar alimentos e bebidas alcoólicas.

3- Horário de visitação: 08h00 às 17h00. Recomenda-se entrar até as 15h00, no máximo.

4- Se for ficar nas pousadas pergunte se há ventilador, e se não tiver leve um.

5- O Parque abriga vários atrativos como: Poço do Jacaré, Escorregador, Poço da Sereia, cachoeira das sete quedas. Não se limite a conhecer somente a cachoeira do Serrado.

6- Na Cachoeira do Serrado há uma primeira queda, na parte superior da Serra, porém o pessoal da portaria não permite a subida sem guia. A queda que vemos é a segunda.

QUEM PODE TE AJUDAR?

Consulte o site:

Guias credenciados do parque: Informações completas, ótimas dicas e muitas fotos para conhecer um pouco mais e se planejar melhor.

Recomendo: Wilson – conhece o parque como a palma da mão.

Contato: (38) 99961 6223 – Diz que foi recomendação do blog.

Vai viajar? Planeje toda sua viagem com o Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS – PASSAGENS AÉREAS – RESERVAS – CHIP CELULAR

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

Siga-nos
error0
  1. Que lindo esse Parque Estadual Serra Nova! Eu não conhecia… Minas Gerais é cheia de atrações maravilhosas né? Preciso conhecer melhor o estado, até hj só conheço BH. Adorei que é uma viagem que dá para ser feita num fds, assim facilita e dá pra encaixar na agenda! bjs

  2. Demais essa coleção de cachoeiras, Marthon! Cada vez que eu passo aqui descubro um pedaço do Brasil que eu não conhecia. São sempre muito bons os seus posts, parabéns!

  3. Você sempre acha uns cantinhos pelo mundo que eu nunca ouvi falar, principalmente aí em Minas. adorei o post

  4. Estou descobrindo Minas com seus posts, adorando tudo ! A grandeza e belezas naturais são incríveis, sem contar na culinária mineira né?.. deu aguá na boca esse comidinha humm… adorei o roteiro, dicas super precisas. abraços

  5. Marthon, mais uma ótima dica. Adorei a cachoeira (um pouco tenso contornar a pedra!), mas mais ainda a comidinha para o final de tarde… torresmo é demais!

  6. Uau, Marthon! Não conseguia esse parque e já fiquei om vontade de conhecer! Aliás, tem tantos parques nesse Brasilzão que não conheço…
    Amei o post e já coloquei na lista!
    Beijão!

  7. Wilson Assis Martins says:

    Vocês precisam conhecer a parte alta do parque. Uma região denominada Gerais Santana, um altiplano de aproximadamente 12.000 hectares com belas cachoeiras e excelente para trekking. Obrigado pela visita, Marthon! E parabéns pelo trabalho!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »