Ushuaia

Ahhhh Ushuaia!!!  Chamamos de “fim do mundo” aquele lugar distante e sem “graça”,não é mesmo? Porém Ushuaia faz este dito popular cair em descrédito já no primeiro dia que à conhecemos. 

Eu sempre estava vendo fotos de paisagens de cair o queixo, lendo relatos de outros viajantes encantados com suas experiências, ouvindo vários elogios sobre tudo que há por lá, até que parei para pensar:

“Tô esperando o que pra ir logo para Ushuaia e ver com meus próprios olhos?”.

E que escolha foi esta para finalizar minha aventura de 2018. Conclui minha viagem com chave de ouro. Adorei e voltarei ainda no inverno no dito fim do mundo… um lugar de encher os olhos e a alma.

INFORMAÇÕES DE: Dezembro de 2018.

ROTEIRO PARA:  6  dias.

TIPO DE VIAGEM:  Mochilão de Férias Patagônia e Terra do Fogo – Parte IX.

HOSPEDAGEM:  Antarctica Hostel – $ 750 CLP – R$ 88,24 / dia.

Fiquei neste hostel após ouvir boas recomendações e gostei bastante. Equipe jóia, organizado, um ambiente jovem e animado, além de ser muito bem localizado. Recomendo. -> Mais detalhes.

Onde se hospedar em Ushuaia?

Por sorte a cidade é bem pequena, e a maioria das opções de hospedagem estão bem localizadas.

Eu recomendo e gosto geralmente de ficar nas áreas mais centrais, para evitar custos com deslocamentos e poder explorar mais a cidade caminhando. Quem pensa igual eu, foque em hospedagens na região de Maipú, San Martín e Deloqui.

Em frente ao porto, na Av. Prefectura Naval, é onde estão os hotéis mais econômicos e antigos.

Os hotéis mais luxuosos e sossegados, para quem curte conforto e tranqüilidade, estão mais afastados da área central.

Dica importante: A época que vai conhecer Ushuaia influencia muito na escolha da sua hospedagem. Fique atento quantos as condições climáticas do período da sua viagem e como pretende se locomover. No inverno, evite lugares mais afastados que necessitam de deslocamento de carro, por exemplo.

Aos preguiçosos – saibam que Ushuaia tem bastante subidas e descidas… rs.

Consulte e reserve sua estadia para Ushuaia pelo BOOKING.COM nos atalhos do blog, estas reservas viram pequenas comissões, VOCÊ NÃO PAGA NADA A MAIS POR ISSO,  e estará ajudando o Blog a se manter no ar, monetizando nosso trabalho e rendendo ótimas dicas para você.

Extra para a sua hospedagem: 

Booking.com

SOBRE USHUAIA

Ushuaia é a capital da província da Terra do Fogo, Antártica e Ilhas do Atlântico Sul, na Argentina. Seu nome, de origem indígena, significa: ushu + aia (fundo + baía = o que significaria baía profunda).

Esta região foi habitada pelo homem há milhares de anos, e depois colonizada por europeus a partir de meados do século XIX, que instalaram missões para catequização dos indígenas. Estes, porém, logo desapareceram sob o impacto da aculturação e da devastação causada por epidemias trazidas pelos colonizadores.

Ushuaia cresceu lentamente ao longo da primeira metade do século XX, organizando-se em torno da instalação de um grande presídio, que trouxe muitos funcionários administrativos e atraiu novos colonos, mas também fez com que se formasse uma impressão sombria sobre o local.

A partir da metade do século XX o presídio foi extinto (hoje uma das principais atrações da cidade), a cultura se diversificou e o progresso se deu mais rápido, com a instalação de diversos serviços, a melhoria na infraestrutura urbana e a criação de incentivos governamentais para a fixação de novos residentes. Atualmente Ushuaia é um importantíssimo pólo turístico da Argentina e se tornou famosa com o slogan de “A cidade mais austral do mundo” – o que significa a mais próxima do continente antártico – porém este título gera controvérsias, principalmente por parte de Puerto Willians, no Chile, que não gosta muito deste título… rs.

E se engana que pensa que Ushuaia é um destino só para belas paisagens naturais, aqui também é lugar de boa e diferente gastronomia e vinhos.

Fonte: Wikipédia.

Como chegar em Ushuaia?

1- Avião

Chegar em Ushuaia é super fácil e há vôos direto do Brasil, com conexões na Argentina (principalmente Aeroparque Buenos Aires).

Geralmente as empresas que fazem os trechos são: TAM/LAN, ou a Aerolíneas Argentinas, que tem os melhores preços e opera em algumas cidades brasileiras (entre elas São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília).

  • Duração do voo entre Buenos Aires e Ushuaia:  3h45min. 

O Aeroporto Internacional de Ushuaia – Malvinas Argentinas – é bem pequeno, com uma estrutura mínima e ainda recebe poucos voos diários. Eu achei uma bagunça quando fui, e recomendo ir com bastante antecedência para pegar seu vôo, tipos 1h e meia no mínimo. Aqui, você corre o risco de perder seu voo sim, se for em cima da hora.

Translado Aeroporto: É fácil conseguir.
O Aeroporto de Ushuaia é próximo do centro, 7 km (15 minutos). Há vários serviços:

  • Táxis $ 300 ARG (R$35,39).
  • Translados diretamente no hostel em vans – $ 200 (R$ 23,52).

Dicas para seu voo: Formas de economizar.

Pesquise a possibilidade de comprar as passagens separadas:

  • Brasil -> Buenos Aires, e;
  • Buenos Aires -> Ushuaia.

Aproveite para ficar uns dias na capital dos nossos hermanos que é um charme.

Como pesquisar voos para Ushuaia e encontrar aquela combinação perfeita?

Quer economizar uma graninha em passagens aéreas. Então, pesquise com calma e tempo. Recomendo pesquisar em 3 lugares o mesmo voo.

Primeiro: Use a decolar ou Google Flight – Onde há ferramentas ótimas de busca para encontrar o melhor preço. Aqui você também simula várias datas e combinações, vê a evolução dos preços no mês, ano etc. Ferramentas que te ajudam a decidir.

Segundo: Escolhido seu voo, pesquise agora o mesmo direto no site da companhia aérea.

Terceiro: Simultaneamente pesquise este voo em uma empresa de milhas, que muitas vezes vale a pena e é aqui que “garimpamos” ótimas oportunidades.

 Agora compare os três preços:

  • Valor na Decolar: Vantagem – Dividi o pagamento.
  • Valor direto na empresa: Aerolíneas não divide pagamento.
  • Valor nas empresas que compram passagens com milhas.

Nas empresas quem compram passagens aéreas com milhas são onde encontramos os melhores preços e promoções. Saiba mais, teste e faça uma cotação do seu voo -> aqui.

2- Carro

Viajar de carro até  Ushuaia é super tranquilo em relação a qualidade das estrada e condições (isso no verão). A distância das principais cidades são:

  • Buenos Aires (3.160 km)
  • El Calafate (878 km)
  • Puerto Natales – Chile (769 km).
  • Punta Arenas – Chile (629 km)
  • Rio Grande – Argentina (212  km).

IMPORTANTE: Quando você vai para Ushuaia há uma balsa próximo a Punta Arenas, em Punta Delgada. Duração de meia hora a travessia. E como venta aqui… senhor!! Rs.

Horários e valores da balsa: Aqui.

Vai alugar carro? Uma ótima e econômica forma de viajar se você está em grupo de amigo. Saiba que quanto maior for a antecedência da reserva, melhor o preço. A Rentscar, tem uma ferramenta ótima de pesquisa, onde você pode ver o preço de todas as locadoras de um mesmo lugar – Faça uma cotação!

3- Ônibus

Uma alternativa ótima e barata, principalmente se você esta viajando sozinho.

As principais empresas que fazem o trajeto são:

Cheguei em Ushuaia vindo de Punta Arenas, na verdade fui de ônibus desde El Calafate.

Puntas Arenas – Ushuaia -> Informações empresa Bus Sur:

  • Punta Arenas – Chile (629 km) – $ 35.000 CLT (R$ 218,75).
  • Duração 10 horas (Diziam 12 horas no site) – Cheguei 18h15min.
  • OBS: Não encontrei essa viagem à noite. Penso que devido horário da balsa. Também não acontecem todos os dias, são dias específicos da semana.

A viagem é tranquila e demora um pouco, pois passamos nas aduanas chilena e argentina. Se atentem nas regras de saída e entrada em cada país, ok!

Um coisa Importante: A viagem é longa e não tem parada para comer. Sério! As únicas opções de lanche que parecem são na travessia da balsa (meia hora), um cachorro quente ($ 1.500 – R$10,00), ou nas aduanas, comer rapidamente empanadas. Aconselho levar algo, para não passarem a viagem toda como eu, achando que uma hora vai parar, e passar fome… rs.

O ônibus em Ushuaia pára bem próximo ao centro. Dá pra ir a pé ao seu hostel se você se planejar antes. Eu não me planejei, e fui de táxi. Há vários deles esperando na chegada dos ônibus.

Preço Táxi $ 85 ARG (R$ 10,00) – Sim eu andaria 2 km por R$ 10 reais depois de 10 horas de viagem…rs.

Quando ir a Ushuaia?

O ano todo!! A época vai depender mesmo do seu objetivo. Aqui sempre é temporada, média ou alta, nunca há baixa. Cada estação do ano condiciona as paisagens e passeios de uma forma que muda totalmente a dinâmica da cidade e paisagem.

Av. San Martín em pleno verão.

De maneira geral, vale lembrar que aqui sempre será muito frio, principalmente para nós brasileiros. Também venta muito o ano todo, o que faz a temperatura abaixar ainda mais e as chuvas serem bem freqüentes, porém sempre após elas, mesmo parecendo impossível o tempo abre.

Primavera: 21 de setembro – 20 de dezembro.

Primavera é a época de árvores verdinhas, paisagens bonitas. O indicado para fugir da alta temporada e seus altos valores é ir nos meses de outubro e meados de novembro.

Verão: 21 de dezembro – 20 de março.

É a altíssima temporada, onde o frio não é tão intenso e podemos desfrutar das atividades ao ar livre de forma mais agradável. Outro lado ótimo é que no verão, os dias são logos podendo ter mais de 17 horas de sol em alguns dias.  Nesta época é quando partem os cruzeiros com destino à Antártica (sonho distante meu $$$).

Vale lembrar que também os amantes da natureza, que somente entre outubro e meados de abril, que os pinguins podem ser vistos nesta região.

De 15 de dezembro a 15 de janeiro é o pico da temporada.

Outono: 21 de março – 20 de junho.

O outono nesta região é bem característico e traz o colorido das árvores em todas suas tonalidades.  Um ótimo período também para fugir dos altos preços e pegar bom clima são os meses de março e abril.

Inverno: 21 de junho – 20 de setembro.

No inverno há dias que podem chegar a assustadores -20ºC. Inverno também é alta temporada, com turistas do mundo todo procurando pelas estações de esqui e paisagens geladas. Porém, muitos dos passeios nesta época do ano, para quem procura trekking e aventura, não podem ser feitos. Outro detalhe é que os dias são curtos, com poucas horas de sol.

Apesar da baixa temperatura, entre os meses de abril e julho os ventos não são tão intensos. E dizem que a neve de Ushuaia é de ótima qualidade para os esportes de neve.

Resumindo: O recomendado para fugir da temporada (altos preços) e pegar um bom clima para passeios externos, seriam os meses de outubro, começo de novembro, e entre março até meados de abril.

Recomendo ler: Como planejar uma viagem para patagônia?

Segurança ao visitar Ushuaia

Ushuaia é uma cidade super tranqüila. Andei por lá dia e noite “numa” boa, e nem sinal de perigo. Porém, fique sempre alerta, estamos na América do Sul e apesar do baixos índices de incidentes da cidade, sempre algo pode acontecer.

A preocupação principal aqui com a sua segurança está mais relacionada ao clima e as trilhas.

Nas trilhas siga todas as orientações e vá com calçados e roupa apropriadas.

É normal uma chuvinha fraca e isso não deve desanimá-lo a fazer passeios, e por isso mesmo é sempre indicado usar roupas impermeáveis o tempo todo ou carregar capa de chuva.

Em Ushuaia o tempo muda constantemente, então não se martirize se ver na previsão do tempo que só haverá chuva em seus dias de viagem, pois a maioria das vezes é passageira. Por segurança, eu deixei uns dias a mais na minha estadia, para poder trocar os dias dos passeios conforme o tempo.

Importante lembrar que independentemente da época do ano em que será sua viagem, esteja preparado para baixas temperaturas. Segunda pele, gorros, bota de trekking, casacos corta-vento, calças e casacos impermeáveis são essenciais para sua viagem. 

Falando em segurança: Você já tem seguro viagem? Não? 
Viajar sem é loucura, portanto nunca faça isso!

O Quero Mochilar fechou parceria com uma famosa marca de seguro viagem e esta com preços imbatíveis. Confira fazendo uma cotação no banner publicitário deste artigo na barra ao lado, ou saiba mais sobre os benefícios de fechar o seguro viagem com a gente neste link: Saiba mais

ROTEIRO PARA CONHECER USHUAIA

Dia 13 a 20 – 30/11/2018 a 07/12/2018.

Sim, fiquei tudo isso em Ushuaia…rs!

Até eu assusto, mas em Ushuaia descansei um pouco desta viagem, que tinha sido muito corrida até então. Na verdade a idéia inicial era passar dois dias em Puerto Willians, porém meu $ não deu… rs. Ir para Puerto Willians é muuuuito caro, e se eu fosse, teria que ser bate e volta e corrido demais, e assim concluí que não valeria a pena.

O que este preso esta fazendo aqui? Calma, o antigo presídio de Ushuaia é o melhor e mais famoso museu da cidade, indicado para quem quer se aprofundar na história do local.

Para organizar tantas informações vou começar falando MINHA OPINIÃO sobre uma das principais perguntas:

Quantos dias ficar em Ushuaia?

Esta resposta meu amigo, está somente em você. O que eu posso fazer é orientar para que você possa se organizar.

A primeira coisa a se pensar é: Que atrações naturais que quero conhecer?

Analise as opções de trilhas e passeios externos, anote os horários de saída e volta. Nem todas as trilhas irão comprometer o seu dia todo. Algumas delas, você conseguirá conciliar com outras atrações da cidade ou até mesmo uma navegação no canal Beagle no fim do dia.

Fechando as trilhas e passeios externos, programe-se nas atrações da cidade, e assim, completará bem seus dias. Penso não ser necessário em roteiros curtos, deixar um dia todo só para explorar a cidade.

O que seria para mim, um roteiro ideal, mesmo eu não tendo feito assim…

  • Dia 01: Parque Nacional Terra do Fogo – Trilha Costaneira + Andar pela avenida San Martín.
  • Dia 02: Parque National Terra do Fogo: Outras duas trilhas + San Martín.
  • Dia 03: Laguna Esmeralda + Museu fim del Mundo + Canal Beagle (fim de tarde) .
  • Dia 04: Trekking Vinciguerra ou Glacial Martinez (Ambos em glaciares).
  • Dia 05: Tour 4 x 4 no lagos + Museu del Fim do mundo + San Martin.

O recomendado é fazer a navegação do Canal Beagle no último horário para pegar o pôr do sol.

3- Como se locomover em Ushuaia?

Ushuaia é bem pequenininha e com as atrações concentradas, sendo uma delícia de explorar a pé (pra mim a melhor forma de conhecê-la). Você vai gastar com transporte somente para ir para as trilhas e parques, ou caso escolha um hotel mais afastado.

Bem turística e estruturada, a cidade oferece de tudo.

  • Táxis: Não achei barato. Tem opção de usar taxímetros ou usar preços tabelados para alguns lugares, como o parque nacional. Sendo uma ótima pedida se estiver em um grupo de amigos para dividir as despesas.
  • Uber: Até quando eu estive lá, não havia uber, porém há outro aplicativo que não me recordo o nome, pergunte na recepção do seu hotel.
  • Transporte Público: É bem simples e eficiente. Existem três linhas de ônibus (A, B e C) que circulam por toda a cidade. As tarifas custam $ 6,90 ARG (cerca de R$1,50) e é pago por cartão recarregável (SUBE) – Importante: não recebe dinheiro. Costumam passar a cada 20-30 minutos.
  • Transporte Regular (Transfers): Ótima opção para quem vai fazer as trilhas por conta própria. Ele está localizado na Av. Maipú y Juana Fadul, ao lado do posto de gasolina YPF. Em frente temos tipo um estacionamento, onde estão várias vans de diferentes empresas estacionadas.

Estas vans levam os passageiros a quase todas as trilhas da cidade. Assim, pode-se fazê-las por conta própria, isso mesmo, sem guia e sem agências.

Os valores são tabelados e não variam por empresa. Você também consegue mudar as datas, eles são bem flexíveis, pelo menos comigo funcionou. Troquei minha ida pra Laguna Esmeralda duas vezes por conta do tempo…rs.

Pontos Turísticos, Horários e Valores: estão descritos aqui.

IMPORTANTE: No inverno, as vans operam em uma frequência diferente, pois os dias são mais curtos. Algumas rotas podem não existir também nesta época do ano.

  • Biblicleta: Também há aluguéis de bicicletas aqui, sendo uma ótima pedida para conhecer o parque de forma rápida e barata.
  • Ônibus Hop On Hop Off: Pra quem está com pressa e poucos dias, a melhor opção é pegar os ônibus turísticos. Assim, economiza tempo. Não são caros, quando comparamos o custo benefício e o tempo que temos no destino. Esquece o termo “pega turista” e o preconceito. Muitas vezes ele é o salva turista. Aqui não usei, por que fiquei muitos dias, mas em grandes capitais, onde viajo só por dois dias, eu geralmente pego e conheço muita coisa de forma rápida – acho que vale a pena.

Introdução concluída, vamos para o que interessa.

O que fazer em Ushuaia?

Vou dividir em dois tópicos esta pergunta.

  1. O que fazer na cidade?
  2. O que fazer nos arreadores?

O que fazer na cidade?

Como disse, Ushuaia é pequenininha, e dá para fazer tudo a pé mesmo, e recomendo. Antes de se planejar bom saber:

1- CAT- Centro de Atendimento ao Turista.

Eu sempre começo meus passeios por aqui, pegando mapas e dicas. Em Ushuaia ele se encontra bem localizado, próximo ao porto, placa do fim do mundo e outras atrações. Passe por aqui antes de tudo e entenda a cidade. Depois explore-a.

2- AVENIDAS PRINCIPAIS

São duas, as principais avenidas de Ushuaia:

1- Avenida Costanera 

Explore-a caminhando, e admire a beleza da orla, das montanhas e do mar, que chama mais a atenção que qualquer um dos seus atrativos da cidade. Nesta avenida há uma infinidade de restaurantes e hotéis, e há ainda o porto e muitos outros lugares.

É aqui que você vai tirar aquela foto tradicional de Ushuaia.

Plaza Malvinas – Já um pouco mais afastado da parte central, se for percorrendo a avenida, você chegará nesta famosa praça, onde há o maior monumento de Ushuaia. Este monumento é uma homenagem aos 649 combatentes que morreram na Guerra das Malvinas.

Bem em frente a praça há este enorme cassino.
Mais um lugar para sua foto emblemática.

2- Avenida San Martin

Poucas quadras da Costaneira, está a principal avenida da cidade. Bem movimentada e cheia de atrações, bares, lojas e restaurantes. Explorá-la é o máximo.

Aqui você irá encontrar:

Hard Rock Café: Excelentes lanches, cerveja e boa música. Eu adoro.

Duty Free:  Venda de produtos sem imposto. Muitas coisas valem a pena comprar aqui, como vinhos, perfumes (o meu Polo Blue saiu com preço melhor que Duty do aeroporto).

Também são lugares muito procurados aqui: Laguna Negra (chocolates e alfajores) e Freddo (melhor sorveteria da Argentina).

3- MUSEUS

3.1- Museo Maritimo y del Presidio 

Horários de funcionamento: Aberto diariamente das 10h00 às 20h00.

Valor entrada: $ 600 ARG (R$ 70,58).

Mais detalhes: Site Oficial.

O Museu é a antiga cadeia que contei no inicio do post, que foi destinada a presos de alta periculosidade. O presídio funcionou entre os anos 1904 e 1947. Realmente é super interessante, e dito um dos principais atrativos da cidade, porém achei o preço exagerado.

Entrada do museu
Mapa ilustrativo explicando tudo que podemos aprender aqui.
Interior do museu onde ficavam os prisioneiros – Parte reformada.
Há uma parte que mantiveram a estrutura original
Como era antes – Parecem uns anjos, não?… rs.

Aqui temos a oportunidade de conhecer a história de alguns deste “ilustres” moradores. Não esperem histórias de grande façanhas para o bem, lembrem-se que eram na maioria das vezes assassinos.

“El Petiso Orejudo”  – O mais famoso e procurado. As replicas ficam nas celas que ocuparam. Foi responsável pelo assassinato de crianças que chocou Buenos Aires no meio do século XX.

Calma, que nem só de gente louca vive este museu, como disse, aqui é um ótimo lugar para se aprofundar na história de Ushuaia, e podemos conhecer sobre embarcações, fauna, Antártica e muito mais.

Replicas de famosas embarcações e muita história por todos os lado no museu marítimo.
Animais antárticos empalhados.

3.2 – Museo del fin del mundo 

Horário de funcionamento: Segunda a sexta das 10h00 às 17h00. Sábado, domingo e feriado: fechado.

Valor entrada: $ 200 ARG (R$ 23,52)

Infelizmente não consegui me programar para vistá-lo, na verdade priorizei conhecer um só museu.

Esse museu também é muito procurado, sendo que em uma de suas partes funciona na antiga residência do governo. Na primeira parte do museu, você pode observar o funcionamento do poder em Ushuaia na sua concepção como cidade. Na outra você encontrará uma grande exposição de peças de antigas embarcações e animais regionais empalhados.

4- BAR DE GELO

Horário de funcionamento: Diariamente das 16h00 às 22h00.

Valor: $ 350 (R$ 41,17)

Bar de gelo como todos os demais. Funciona da mesma maneira, paga para entrar, fica por um tempo determinado (geralmente 25 minutos). Lá dentro ouve músicas e tira-se fotos nas escultura de gelo enquanto bebe-se algo (alcoólico ou não) que está incluso no valor da entrada. Para quem nunca foi é interessante a sensação.

Aqui em Ushuaia não fui, mas já tive a experiência em El Calafate e Puerto Iguazú.

5- ARTESANATO MANUAL REGIONAL

Próximo ao porto e do transporte regular, há uma feirinha bem interessante de produtos regionais que vale a pena conferir.

Ushuaia é muito mais, porém aqui citei o essencial que podemos fazer na cidade. Agora vamos falar das belezas naturais, que é o que a maioria que visita a cidade procura.

O que fazer nos arredores?

A maioria dos turistas procuram Ushuaia para aventura e belas paisagens, e isso não falta.

1- PARQUE NACIONAL TERRA DEL FUEGO

Este belo parque nacional fica a apenas 12 km da cidade e são preciso pelo menos dois dias para conhecê-lo. Há três trilhas em seu interior, sendo a mais famosa a Costaneira. Imperdível!

Em breve – Roteiro com informações completas.

2- SUBIR ATÉ UM GLACIAL

Outra coisa imperdível para quem gosta de aventura é fazer um trekking até um Glacial. Há três chance na cidade. Ahhh para quem não sabe glacial é aquele gelo permanente das montanhas.

2.1- Glacial Martial: Mais acessível, você consegue fazê-lo por conta própria indo com o transporte regular. Trilha longa e puxada.

2.2- Glacial Ojo del Albino:  Difícil de chegar por conta própria, mais indicado ir com agências. Trilha puxada. Não há no transporte regular.

2.3- Vinciguerra: A trilha é mais afastada, portanto mais difícil de se fazer sozinho. Porém, se você pesquisar é possível. Não há transporte regular até lá, tem que combinar com algum transporte independente ou agência. Dizem ser o mais bonito dos glaciares, principalmente porque há a laguna Temprano e as cavernas de gelo que aparecem no final de janeiro e ficam até inicio do inverno.

Em breve – Roteiro e informações completas.

Vinciguerra no inicio do verão – O que eu escolhi e foi o melhor trekking de Ushuaia.

3- LAGUNA ESMERALDA

Uma bela laguna de cor verde, que pode-se conhecer facilmente indo por conta própria com o transporte regular.Trilha fácil.

Em breve – Roteiro e informações completas.

4- CIRCUITO DOS LAGOS

Geralmente feito de 4×4, o que torna do tour uma aventura. Neste tour, passamos pelo paso Garibaldi (Mirante) e lagos Escondido e Khami (Fagnano). Além das estações de esqui, que no verão estão desativadas.

Em breve – Roteiro e dicas.

5- NAVEGAÇÃO CANAL BEAGLE

Um dos passeios imperdíveis da cidade. Aqui você além de navegar por belas paisagens tem encontro com lobos marinhos e pinguins. Recomendado fazer no fim do dia para admirar o pôr do sol.

Em breve – Roteiro e dicas.

E não é só isso, em Ushuaia há uma infinidade de outros lugares. Há opções para quem curte trekking, curte cidade, etc.. e para quem curte esporte, por exemplo há até cavalgadas, canoagem e sobrevoo.

E como disse os passeios e as paisagens mudam completamente com as mudanças das estações do ano. Ainda voltarei para o Inverno, podem apostar.

E DAÍ, QUANTO FICOU A BRINCADEIRA??

Gasto diário médio: $ 2.036 ARG  – R$ 239,50 – Gasto médio diário somente com alimentação, supermercados, tours (são muito caros) e entradas nas atrações. Alguns gastos importantes estou abrindo abaixo em detalhe.

  • Ônibus:  Punta Arenas – Ushuaia – $ 35.000 CLT (R$ 218,75).
  • Táxi Até hostel: $ 85.
  • Centolla Vilaggio: $ 560.
  • Lavar roupa hostel: $ 300.
  • Transfer P.N Terra do Fogo: $ 700.
  • Entrada P.N Terra do Fogo: $ 490.
  • Paella: $ 380.
  • Museu Presídio: $ 600.
  • Tour Canal Beagle: $ 2.100.
  • Embarque no porto: $ 20.
  • Transfer Laguna Esmeralda: $ 450.
  • Chorizo: 405.
  • Alfajor na Laguna Negra: $ 50.
  • Tour Vinciguerra + 4×4: $ 3.300.
  • Sorvete Freddo: $ 130.
  • Hostel (7 diárias):  $ 5.270.
  • Voo volta para El Calafate: $ 534.

Quer saber em detalhe todos os gastos desta viagem e ainda algumas outras dicas? LEIA:  QUANTO CUSTA UMA VIAGEM PARA PATAGÔNIA?

OUTRAS INFORMAÇÕES ÚTEIS.

Fuso Horário: (-) 1 h (Brasília) – No horário de verão, resto do ano mesmo horário que o Brasil.

Língua: Espanhol.

Moeda

A moeda usada na Argentina é o peso argentino.

Na minha viagem, a conversão média era de R$ 1,00 = $ 8,5 ARS. Divida o valor em pesos por 8,5 para saber o valor em reais.

Gorjetas: Nós brasileiros não temos costume de dar gorjetas, na verdade temos até dificuldade, mas como na maioria das cidades turísticas, elas são sempre bem vindas e esperadas. O ideal é pagar no mínimo 10%.

Cartões de crédito e débito: São bem aceitos na cidade.

Tomada

Usam o padrão I (o mesmo da Oceania e China), que é aquela tomada com três pinos achatados.

Recomendo levar um adaptador universal. Geralmente os hostels e hotéis usam padrões de tomadas diferentes do mais usual no país.

Voltagem: 220 V.

NÃO POSSO DEIXAR DE PROVAR…

Tem brasileiro que reclama que a comida argentina é sem tempero, e carregar no tempero é coisa de brasileiro. Esqueça isso e aproveite! Você esta viajando e conhecendo coisas diferentes.

Em Ushuaia não deixe de provar:

Cazuela de Lagostim e Centolla.

Foi o melhor prato de toda minha viagem – $ 560 (R$ 65,88) – Restaurante Villaggio na San Martín.

Chupe de Centolla

Tipo um parmegiana, muito bom, tem também de mariscos. Sai na faixa de uns R$ 70,00.

Paella

Em cidades com frutos do mar, não podemos deixar de provar um Paella, não é mesmo? Custo: $380 (R$44,70).

Chorizo

O prato mais tradicional da Argentina, que consiste em um suculento pedaço de bife sai na faixa de $ 405 (R$ 47,64).

Hamburguer da Hard Rock Café

Os lanches da Hard Rock são caros, porém deliciosos.

Centollas

Essa coisa feia deliciosa é a Centolla, um carangueijo de águas profundas que só são encontrados nesta região do mundo. Sendo o prato principal da cidade para sua infelicidade. Um lugar muito procurado para comê-los pelo custo benefício e famoso entre brasileiros é o Viejo Marino – As filas são enormes, eu nem cheguei a ir. São caros em todos lugares, na faixa de R$ 100 – Eu provei só no Chupe e outros pratos.
Empanadas para os argentinos são como as coxinhas para nós. Aproveite Ushuaia para comer a de centolla.

SOBREMESAS

Agora vamos falar dos deliciosos doces, que não podemos deixar de provar.

Alfajores

O lugar mais famoso para Alfajor na cidade é o Laguna Negra – Geralmente ganha-se a cortesia de um chocolate quente ao comprar os tours, e assim, nada melhor que um alfajor para fazermos a combinação perfeita. Alfajores sai na faixa de $ 50 (R$ 5,88)

Sorvete na sorveteria Freddo

A sorveteira mais famosa da Argentina também tem um ponto aqui. Aproveite, esse sorvete é demais. Recomendo Doce de leite com frutas patagônicas – Inesquecível. Valor: $ 130 (15,30).

Doce de leite

Argentina tem sim, o melhor doce de leite de todos (rs). Aproveite e coma muito!! O doce Sereníssima, que sai em torno de R$ 6,00 é uma ótima lembrancinha para os amigos e tem em todo supermercado.

CERVEJAS

As cervejas Argentina são deliciosas, principalmente as artesanais. As mais populares são: Austral e Patagônia.

LIÇÕES APRENDIDAS

1- Atenção: Os preços e horários das atrações variam com a temporada. Incrível: Mas pro ruim! Rs. Cheguei em Ushuaia dia 30/11 e dia 01/12 tudo subiu de preço. Rs.

2- Pesquise bastante antes de fechar seus passeios. Os preços podem variar. Negocie combos, que pode conseguir bons descontos.

3- Descontos são conseguidos somente no dinheiro.

4- IMPORTANTE: Passeios como trilha e navegação, para serem fantásticos e inesquecíveis, requer a sorte de um bom tempo, por isso, recomendo agendá-los lá mesmo em Ushuaia durante sua estadia.

5- Leve reais e dólares e vá convertendo nos restaurantes, durante as refeições. Os câmbios são melhores que na casa de câmbio. Leia o artigo do blog “Quanto custa viajar pela Patagônia?” – Dou várias dicas que aprendi na prática.

A VIAGEM CONTINUA…

Gostou? Compartilhe! Tem alguma sugestão ou atualização de informação? Enriqueça a pesquisa de seus amigos nos comentários. Além de ajudar o próximo viajante é super importante a opinião de vocês para o blog.

QUEM PODE TE AJUDAR?

Vai planejar sua viagem? Consultem os cupons de descontos ativos das nossas parceiras.

Aqui -> Cupons de desconto.

GET YOUR GUIDE

A Get your guide é uma empresa que trabalha com varias agências de confiança no mundo todo. Você pode fechar seu tour por aqui, e ficar tranquilo.

Vai viajar? Planeje toda sua viagem pelo Quero Mochilar!

O Quero Mochilar tem te ajudado com dicas e roteiros para o seu planejamento? Então que tal nos ajudar sem pagar nada a mais por isso, simplesmente fechando sua viagem com os serviços oferecidos pelas parceiras do Blog.

GARANTA AQUI

SEGURO VIAGEM – HOSPEDAGEM – ALUGUEL DE CARRO – TOURS – PASSAGENS AÉREAS – RESERVAS – CHIP DE CELULAR

Além de garantir sua programação com segurança, você estará ajudando a manter o site no ar cheio de dicas para você, sem gastar nada a mais por isso.

Siga-nos
error0

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

Language »